Governo prorroga toque de recolher e proibição de eventos e aulas presenciais em toda a Bahia


O Governo do Estado decidiu prorrogar o toque de recolher, a proibição das aulas presenciais e a suspensão de eventos em toda a Bahia. As medidas, que venceriam nesta segunda-feira (12), passam a valer até 19 de abril. A prorrogação será publicada ainda neste domingo (11), na versão on-line do Diário Oficial do Estado (DOE).

Também fica vedada a venda de bebida alcoólica em quaisquer estabelecimentos, inclusive por delivery, no período das 18h do dia 16 até as 5h de 19 de abril. No período das 20h às 5h, em toda a Bahia, segue restrita a locomoção de pessoas, sendo vedados a qualquer indivíduo a permanência e o trânsito em vias, equipamentos, locais e praças públicas.

Segue proibida ainda, em todo o território baiano, a prática de quaisquer atividades esportivas coletivas amadoras até 19 de abril, sendo permitidas as práticas individuais, desde que não gerem aglomerações. Continua autorizado o funcionamento de academias e estabelecimentos voltados para a realização de atividades físicas, desde que limitada a ocupação ao máximo de 50% da capacidade do local, observados os protocolos sanitários estabelecidos.

Transporte

A circulação dos meios de transporte metropolitanos deverá ser suspensa das 20h30 às 5h, até 19 de abril. A circulação dos ferry boats também será suspensa das 20h30 às 5h do dia 12 a 16 de abril, ficando vedado o funcionamento nos dias 17 e 18 de abril.

A circulação das lanchinhas fica proibida das 20h30 às 5h, até 19 de abril, limitada a ocupação ao máximo de 50% da capacidade da embarcação nos dias 17 e 18 de abril.

Aulas presenciais e eventos

Continuam suspensas, até 19 de abril, as aulas presenciais nas unidades de ensino, públicas e particulares, ressalvados os estágios curriculares obrigatórios dos cursos da área de saúde.

Permanecem proibidos também os eventos e atividades, independentemente do número de participantes, ainda que previamente autorizados, que envolvam aglomeração de pessoas, como eventos desportivos coletivos e amadores, cerimônias de casamento, eventos recreativos em logradouros públicos ou privados, circos, eventos científicos, solenidades de formatura, passeatas e afins, bem como aulas em academias de dança e ginástica.

Flamengo bate Palmeiras nos pênaltis e leva Supercopa do Brasil


Em jogo eletrizante, o atual campeão Brasileiro, Flamengo, venceu neste domingo (11) o atual campeão da Copa do Brasil, Palmeiras, pelo placar de 6 a 5, nos pênaltis, e levou o bicampeonato da Supercopa do Brasil. Durante os 90 minutos, mais acréscimos, o jogo terminou empatado por 2 a 2. O confronto, que teve transmissão da Rádio Nacional, foi realizado no estádio Mané Garrincha, em Brasília. 

Os cariocas conquistaram o bicampeonato da competição, já que no ano passado levantaram o caneco após bater o Athletico Paranaense por 3 a 0, também na capital federal. Nesta atual edição da Supercopa, o campeão levou R$5 milhões de reais de premiação pela conquista, já o vice-campeão embolsou R$2 milhões de reais.

Mal começou a partida, o Verdão saiu na frente. Com um minuto de bola rolando, o goleiro Diego Alves, do Flamengo, deu um chutão para frente. Em seguida, Felipe Melo, do Palmeiras, rebateu de cabeça encontrando Raphael Veiga, que deu um drible desconcertante em Willian Arão e finalizou no canto esquerdo do goleiro rubro-negro, que não conseguiu evitar o gol.

Após gol sofrido, o time carioca se lançou ao ataque, mas quem chegou com perigo mais uma vez foi o Alviverde, em um chute cruzado de Roni defendido por Diego Alves aos 16. Logo na sequência, aos 17, o Flamengo chegou com perigo em um chute de Diego, de longa distância, que provocou difícil defesa do goleiro Weverton.

Na melhor jogada rubro-negra até os 18, Bruno Henrique foi até a linha de fundo, deu um passe de calcanhar para chileno Isla, que encontrou De Arrascaeta na entrada da grande área. O uruguaio bateu colocado e a bola saiu à esquerda de Weverton.

Aos 22, a equipe comandada pelo técnico Rogério Ceni conseguiu transformar a pressão em gol. De Arrascaeta passou para Filipe Luís, que fez bela jogada individual e acertou a trave. Na sequência, Gabigol, com liberdade, na pequena área, apenas teve o trabalho de empurrar para o fundo da rede.

Aos 28, foi a vez do Palmeiras ameaçar o adversário. Wesley, em uma precisa enfiada de bola, encontrou Breno Lopes atrás da zaga rubro-negra. O jogador do time paulista limpou Diego Alves e bateu rasteiro. Praticamente na linha, Diego evitou o gol.

Dez minutos depois, aos 38, o técnico palmeirense Abel Ferreira reclamou acintosamente e, consequentemente, tomou cartão vermelho. Aos 39, Isla derrubou Wesley próximo da linha da grande área. O árbitro Leandro Pedro Vuaden (RS) marcou pênalti. Contudo, o árbitro de vídeo (VAR) Wagner Reway (PB) avisou Vuaden que a falta foi cometida fora da área. Sendo assim, o árbitro voltou atrás no lance e não marcou pênalti. Na cobrança de falta, Raphael Veiga bateu forte, no ângulo esquerdo, implicando em grande defesa de Diego Alves.

O jogo permaneceu movimentado até o final do primeiro tempo. Aos 44, foi a vez de Gabigol deixar Bruno Henrique cara a cara com Weverton, que conseguiu evitar a virada. Porém, nos acréscimos da primeira etapa, De Arrascaeta chutou colocado no canto direito de Weverton, que, desta vez, não conseguiu bloquear. O Flamengo saiu com a vitória por 2 a1 ao final de um primeiro tempo bem disputado.

A segunda etapa começou como terminou a primeira: bastante movimentada. Aos 10, o Flamengo quase chegou ao terceiro gol em um chute de fora da área de Gabigol. A bola saiu à esquerda de Weverton. Três minutos depois, aos 13, foi a vez do Verdão responder com Danilo, que limpou a marcação de dois adversários e bateu no canto esquerdo de Diego Alves, que conseguiu evitar o empate. E não parou por aí. Em duas cabeçadas, aos 16, do paraguaio Gustavo Gómes e aos 18, com Gabriel Veron, os palmeirenses quase igualaram o marcador.

O Flamengo voltou a incomodar somente aos 24. Everton Ribeiro fez jogada individual e deixou Gabigol cara a cara com Weverton, mas o atacante acabou desperdiçando a oportunidade. Dois minutos depois, aos 26, Roni sofreu pênalti. O jogador palmeirense foi puxado pela camisa por Rodrigo Caio. Raphael Veiga bateu colocado, rasteiro, no canto esquerdo de Diego Alves, que não conseguiu intervir no lance. Tudo igual no Mané Garrincha, dois para cada lado no placar.

Após empate, o jogo continuou com ritmo forte. Aos 39, o Flamengo chegou muito perto de voltar à frente do placar em chute de Vitinho, que após defesa de Weverton, a bola bateu na trave e, na sequência, ficou nas mãos do goleiro palmeirense. Em seguida, nos acréscimos, aos 48, Gabigol chutou e, em cima da linha, Weverton conseguiu se recuperar e fazer a defesa. O árbitro Vuaden chegou a checar no monitor do VAR se a bola ultrapassou a linha e constatou que não foi gol.

Antes de terminar o jogo, o auxiliar técnico João Martins, do Palmeiras, foi expulso por reclamação. Após empate de 2 a 2 durante os 90 minutos, mais acréscimos, a taça da Supercopa do Brasil foi decidida nos pênaltis.

Nas penalidades, o goleiro flamenguista Diego Alvez brilhou e defendeu três pênaltis, garantindo a vitória por 6 a 5. Pelo lado do Palmeiras, que deu início às cobranças, Raphael Veiga, Gustavo Gómes, Gustavo Scarpa, Matías Viña, Gabriel Veron converteram. Já Luan, Danilo, Gabriel Menino e Mayke desperdiçaram para os paulistas.

Pelo lado do Flamengo, De Arrascaeta, Vitinho, Gabigol, João Gomes, Michael e Rodrigo Caio colocaram a bola no fundo da rede. O trio Filipe Luís, Matheuzinho e Pepê perdeu.

PRF e PMBA apreendem arsenal de guerra, explosivos e coletes balísticos no Extremo Sul da Bahia


Um verdadeiro arsenal de guerra foi apreendido por equipes da Polícia Rodoviária Federal (PRF) e da Polícia Militar da Bahia (PMBA) na madrugada deste domingo (11), em Itabela, no extremo sul baiano.

Os policiais realizavam fiscalização de combate à criminalidade no Km 749 da BR 101, quando foi dada ordem de parada a um Honda/Civic, com 03 ocupantes.

Vídeo:

Durante a abordagem, os policiais perceberam um nervosismo incomum por parte dos ocupantes, como também respostas desencontradas em relação ao destino e motivo da viagem, o que levou as equipes a aprofundarem a fiscalização e acabaram descobrindo o arsenal bélico no interior do carro.

Ao todo foram apreendidos os seguintes materiais:

1 fuzil 5.56; 1 submetralhadora 9 mm; 2 pistolas 9mm; 1 revolver 38; 1 pistola 380; 1 espingarda cal. 12; 5 coletes balístico; 298 munições de 5.56; 50 munições de .38; 50 munições de 9mm; 16 munições de cal. 12; 27 munições de 380; 2 volumes de emulsão explosiva; 4 espoletas; 1 cordel detonante.

Os criminosos foram presos e encaminhados para a Delegacia de Polícia e vão responder por porte ilegal de arma de fogo e associação criminosa.

Copa do Nordeste: definidos os confrontos das quartas de final


CRB e Sampaio Corrêa, pelo Grupo A, e Vitória, Altos e CSA, pelo Grupo B, selaram neste sábado (10) a classificação para as quartas de final do Nordestão 2021. O quinteto se junta a Ceará, Bahia e Fortaleza que já entraram em campo na oitava rodada garantidos na próxima fase.

CRB e Altos conquistaram a classificação após empatarem por 1 a 1 no estádio Rei Pelé, em Maceió (AL). Os donos da casa saíram na frente do placar, com Diego Costa marcando aos 2 minutos do segundo tempo. O atacante Lucas Campos deixou tudo igual aos 28.

Com este resultado, o CRB encerrou sua participação na terceira colocação do Grupo A, portanto vai encarar o segundo colocado do Grupo A, o Bahia, nas quartas de final. Já o Altos, terceiro colocado do Grupo B, vai duelar com o vice-colocado do Grupo B, o Vitória, no mata-mata.

Quem também avançou com um empate foi o Vitória. O clube baiano empatou com o 4 de Julho por 1 a 1 no estádio Lindolfo Monteiro, em Teresina (PI). O time piauiense abriu o placar com o atacante Dudu Beberibe aos 16 minutos do primeiro tempo. Na segunda etapa, Igor Catatau, aos 29, igualou o marcador.

Sampaio Corrêa e CSA também avançaram à fase seguinte com um empate por 0 a 0 no estádio Castelão, em São Luís (MA). O quarto colocado do Grupo A, a Bolívia Querida, vai encarar o líder do mesmo grupo, o Ceará, o único invicto na competição, tendo obtido até o momento quatro vitórias e quatro empates. Por outro lado, classificados pelo Grupo B, o quarto colocado CSA duelará com o líder Fortaleza.

Disputada em jogo único, a Confederação Brasileira de Futebol (CBF) prevê as partidas das quartas de final nos dias 17 e 18 de abril.

Outros jogos da rodada

O Bahia venceu o ABC por 2 a 1 no estádio do Pituaçu, em Salvador (BA). No Castelão, em Fortaleza (CE), o Ceará não tomou conhecimento do Salgueiro e derrotou os pernambucanos por 3 a 0. O Tricolor baiano conta com o artilheiro da competição, o atacante Gilberto, que marcou 6 gols até o momento. Já o Fortaleza visitou o Confiança no estádio Batistão, em Aracaju (SE) e venceu por 1 a 0. Em Campina Grande (PB), no estádio Amigão, Treze e Sport saíram de campo com um empate por 2 a 2.

A oitava rodada encerra hoje com o confronto entre Santa Cruz e Botafogo-PB no estádio do Arruda, no Recife, às 18h15. Ambas as equipes entraram em campo como lanterna de seus grupos e estão matematicamente desclassificadas.

Os confrontos das quartas

Bahia x CRB

Ceará x Sampaio Corrêa

Vitória x Altos

Fortaleza x CSA

Após de denuncia de abandono, Prefeitura anuncia projeto de revitalização da Biblioteca Pública de Ilhéus


Durante a semana inúmeros internautas divulgaram vídeos mostrando a situação precária do antigo Colégio General Osório, hoje Biblioteca Pública Municipal Adonias Filho.

Neste sábado, a Prefeitura divulgou o projeto elaborado para revitalizar o prédio histórico, informando que já foi aprovado pelo Conselho de Cultura.

Segundo a Prefeitura de Ilhéus, além de apresentar uma proposta de criação de um centro cultural e a integração entre a Rua Bento Berilo com a Praça Castro Alves, até a Avenida Soares Lopes, o estudo tem como objetivo despertar nos ilheenses o pertencimento em relação ao patrimônio.

Na visão do arquiteto da Prefeitura de Ilhéus, Bruno Sitta, o projeto vai além da proposta de uma reforma estrutural do prédio, a fim de que o equipamento seja abraçado pela comunidade por meio da criação de um novo espaço público, abrindo os muros de onde era o pátio de recreação dos estudantes do antigo Colégio, para que as pessoas se sintam parte da biblioteca e despertem o entendimento desse lugar como espaço de memória, cultura e conhecimento.

“A ideia é que com a ligação a ser promovida nesse pátio, as pessoas consigam contemplar com mais clareza o prédio e perceber o significado dessa grande arquitetura histórica que temos no nosso município”, explicou Sitta, que salientou a projeção de um piso intertravado com preferência para pedestres e acesso para a passagem de carros, entre a Biblioteca e a Praça Castro Alves.

O projeto, de autoria de Bruno Santafé, desenha uma reforma estrutural no prédio original, para resolver problemas na cobertura, impermeabilizações, esquadrias antigas, e as degradações decorrentes do tempo, do uso e do vandalismo.

A ideia da iniciativa visa uma parceria público privada com a concessão de uso de parte da área lateral do imóvel pelo município ao investidor, que se incumbirá de arcar com os custos da execução total do projeto.

Caso Henry Borel: Vereador Jairinho passou mal no primeiro dia preso


O vereador Jairinho passou mal no primeiro dia preso. Ele chegou a ser levado a uma UPA no interior do Complexo penitenciário de Bangu, na Zona Oeste do Rio. Durante a noite, Jairinho também chorou e aparentava muito nervosismo.

Em sua primeira noite na cadeia após a prisão, a professora Monique Almeida Medeiros,chorou por toda a noite. Ela ficará isolada em uma cela por 14 dias.

A juíza Elizabeth Machado Louro, do 2º Tribunal do Júri, decretou a prisão de Jairinho e Monique por 30 dias até que novas diligências e provas sejam apresentadas.

O caso Henry Borel, menino morto aos 4 anos de idade, no dia 8 de março, chocou o Brasil.

Evento online debateu formas de combate ao trabalho escravo no Sul da Bahia


Promovido pelo Instituto Sorria, o evento virtual desta sexta-feira (08), discutiu conhecimentos sobre ferramentas de informação e combate à escravidão moderna no país. Os palestrantes foram a psicóloga Eliane Oliveira e o advogado Jorge Latrilha e contou com a participação de servidores públicos, profissionais liberais e representantes sindicais.

A psicóloga, Eliane Oliveira, afirmou que as condições do trabalho escravo ocorrem junto às tentativas de silenciamento e invisibilidade. “Com a saúde mental e emocional seriamente comprometida, por conta do trabalho exaustivo, perdem a identidade, dificultando o resgate.”

Para o advogado Jorge Latrilha, embora a Constituição Brasileira proíba o trabalho escravo em todas as suas formas, ela é comum em muitos pontos da Bahia. “Essa realidade, de condição degradante do trabalho, se traduz em crime contra os Direitos Humanos, além de ser uma ofensa à democracia, revela uma raiz de natureza econômica, com reflexos sociais e políticos.” disse.

O presidente do Instituto, Jacson Cardoso Chagas, agradeceu a presença de todos e lembrou que mesmo durante a pandemia, o Observatório continuou realizando suas atividades e apurando denúncias.

“Essa palestra pôde acontecer num ambiente virtual, assim como também o digital nos auxilia no desenvolvimento do nosso trabalho, por meio do site, aplicativo de denúncias e WhatsApp. Temos sido parceiros de várias atividades, como no Projeto Vida Saudável, realizado no Clube dos Comerciários, além de realizar doações às entidades da cidade, como na parceria com o amigo solidário Wenceslau. Tudo isso é muito positivo.” disse.

A palestra é parte das atividades do Observatório Social, projeto do Governo do Estado, por meio da Secretaria do Trabalho, Emprego, Renda e Esporte (Setre), realizado pelo Fundo de Promoção do Trabalho Decente (Funtrad), em parceria com o Instituto Sorria, que identifica denúncias de trabalho escravo no sul da Bahia.

Uma das tarefas do Observatório é o atendimento às vítimas resgatadas, assegurando apoio especializado, garantindo seu encaminhamento às políticas públicas pertinentes.

Caso você desconfie de uma situação de trabalho escravo, pode denunciar anonimamente, pelo aplicativo, site www.institutosorria.org.br e WhatsApp (73 99856-8442).

Vídeo: Ex- assessoras acusam vereador Luca Lima de assédio moral e sexual, e rachadinha do salários


Vereador Luca Lima é acusado por assessoras de Rachadinha, assédio Moral e Sexual.

No final desta sexta-feira (09), mais um escândalo atingiu a Câmara de Vereadores de Ilhéus, dessa vez na nova legislatura. Ex-assessoras acusam o vereador Luca Lima (PSDB), de assédio moral, sexual, desvio de funções, além de rachadinha.

A denúncia foi publicada pelo repórter Oziel Aragão, que traz depoimentos de três assessoras parlamentares, contratadas pelo edil para função parlamentar na Câmara Municipal, mas exerciam, na prática, atividades de empregadas domésticas, em imóveis diversos, sem relação com o órgão público municipal, a exemplo de clínica de reabilitação de propriedade do vereador.

Uma das assessoras relata na reportagem o assédio sexual do parlamentar “fiz a bariátrica, emagreci, mas o meu pênis está grandão, viu?”, relatou.

O vereador ficou conhecido pelo discurso moralista e ético, durante a pré-campanha. Luca Lima está no seu primeiro mandato,  há apenas quatro meses no legislativo ilheense.

O Blog Agravo apurou que a denúncia de hoje é apenas a “ponta do iceberg”, e pode trazer sérios problemas partidários ao edil.

O Blog Agravo entrou em contato na noite desta sexta-feira (09), com o presidente da executiva municipal, Alan Marinho, que afirmou estar surpreso com as denúncias contra o vereador, e classificou como graves.

“Já entramos em contato com a direção estadual do PSDB, que vai direcionar a executiva municipal em Ilhéus como proceder”, explicitou Alan Marinho.

O Blog Agravo tentou contato com o vereador, mas não houve êxito. O espaço está aberto para a defesa do vereador.

Confira a reportagem exclusiva de Oziel Aragão  no vídeo abaixo:

Pedro Tavares diz que concessão de trecho é grande passo para que Fiol avance e leve mais desenvolvimento a região Sul


O deputado estadual Pedro Tavares (DEM), comemorou o leilão para a escolha da empresa, que irá concluir e operar o trecho da Ferrovia de Integração Oeste-Leste (Fiol 1), entre Caetité e Ilhéus, um grande passo para que o sonho desse projeto seja realizado e leve mais desenvolvimento econômico para a região sul da Bahia.

“Há muito tempo temos o anseio de que a obra avance para que haja mais oportunidade de desenvolvimento econômico e geração de emprego e renda em nosso estado. A concessão desse primeiro trecho entre Caetité e Ilhéus traz expectativas muito positivas, de que a partir de agora o projeto será concretizado, mudando definitivamente o cenário econômico e social da região sul”, afirmou.

Nas reuniões da Comissão da FIOL e Porto Sul na Assembleia Legislativa da Bahia, Tavares já cobrava: “O que a gente quer é que o trem entre nos trilhos e que a ferrovia deixe de ser um sonho e vire realidade”, disse em uma das sessões.

Além de concluir os 25% finais da obra e operar o trecho por 35 anos, totalizando R$3,3 bilhões em investimentos, a tendência é que sejam criados 55 mil empregos diretos e indiretos.

A Bahia Mineração S/A (Bamin) foi a vencedora da concessão da Ferrovia, com lance mínimo de R$32,7 milhões, em leilão realizado ontem, em São Paulo.

Bolsa atleta será uma realidade no município de Ilhéus, garante o Vereador Kaique Souza


O Vereador Kaíque Souza (Podemos) durante solenidade que aconteceu na manhã de hoje no Hotel Barravento onde diversos desportista foram homenageados através da Frente Parlamentar do Esporte que é composta pelos Vereadores: Kaique Souza, Gurita, Fabrício Nascimento, Tandick, Éder Jr, Vinicius Alcântara, Nino Valverde, Cláudio Magalhães e Ivo Evangelista, informou aos presentes que estará apresentando no plenário da Câmara um projeto de lei que visa a criação do Bolsa Atleta.

Essa bolsa é para subsidiar os custos preliminares do atletas de alto rendimento e amadores ou seja, com isso qualquer atleta poderá participar, estando apto a alcançar os seus objetivos basta tão somente que cumpra os requisitos pré-estabelecidos no projeto de lei que deverá ser lei após sancionada pelo prefeito do município de Ilhéus Mário Alexandre.

Para o vereador Kaíque Souza para o vereador “o projeto busca resgatar o esporte e da condição as pessoas mais carentes e grandes atletas a exercerem suas atividades. Isso porque desde o início, quando começou a militar no esporte desde sua infância, por muitas vezes viu grandes nomes que hoje poderiam ser grande e desportistas desistirem por falta de alimentação, por falta de um fardamento, por falta do dinheiro do transporte l, porque nunca tiveram incentivo, e essa bolsa irá possibilitar ao atleta que tenha a dignidade necessária para vir amanhã ser um grande atleta”. Enfatizou o vereador Kaíque Souza.

Informações da Assessoria do Vereador Kaique Souza.