Bahia: SINDPOC denuncia casos de nepotismo dentro da Polícia Civil


Foi veiculada na imprensa, que nesta quarta-feira (8), o “motorista vip” do ex-delegado Geral da Polícia Civil foi detido pela Rondesp se passando por policial civil. Diego Emanuel Carneiro dos Santos, confessou que é cargo comissionado, com ele foi encontrado cédula de identidade da polícia civil, um distintivo e o carro funcional da SSP.

Para o presidente do SINDPOC, Eustácio Lopes, os casos de pessoas contratadas através de cargos comissionados se passando por policiais civis não é uma novidade dentro da instituição.

“Esses cargos comissionados que deveriam serem ocupados pelos policiais nas condenações de investigação, cartório e plantão, foram disponibilizados para beneficiar parentes e amigos de gestores, em detrimento dos Policiais Civis que combatem a criminalidade e arriscam suas próprias vidas, isso é vergonhoso”, explicita Lopes.

Segundo o Sindpoc, é necessário que a nova Delegada Geral, Heloísa Brito, apure as nomeações, muitas vezes por grau de parentesco do antigo gestor dentro da Polícia Civil. Os casos de nepotismo dentro do DEMEP são assustadores e o sindicato cobra providencias.

“O SINDPOC defende a realização de concurso público, não podemos permitir contratações indiretas, através de cargos políticos para setores tão estratégicos, a nova gestão precisa averiguar quem são esses agentes administrativos que maculam a imagem de uma instituição séria que é a Polícia Civil”, pontua Eustácio.

Confira o vídeo com o presidente do Sindpoc:

Dois meliantes morrem em confronto durante operação policial em Ilhéus


Foto divulgação Polícia Civil.

Uma mega operação da Polícia Civil e Polícia Militar em Ilhéus denominada Operação Arlequina, cumpriu 11 mandados de busca e apreensão e um mandado de prisão na alvorada desta sexta-feira em ao menos dois bairros.

Segundo informações policiais, a operação visou desarticular o bando criminoso liderado pelo fugitivo da penitenciária Lemos Brito, Elinaldo Souza dos Santos, vulgo Sebinha, apontado como responsável por vários homicídios, entre eles a da jovem Giovana dos Santos Vidal, ocorrido no bairro do Salobrinho no dia 26 de março.

A polícia efetuou a prisão preventiva de uma mulher identificada pelas iniciais F.S.G, vulgo Alerquina, companheira e cúmplice de Sebinha. Segundo informações, Arlequina tem envolvimento no homicídio de Caio Santos da Costa, ocorrido no início de janeiro às margens da BR 415, no bairro Banco da Vitória, sendo o autor dos disparos o meliante Sebinha.

As buscas e apreensões em outros imóveis feita pela Polícia Civil resultaram em duas pessoas presas em flagrante por delito de tráfico de drogas.

Em outros dois imóveis distintos, 02 (dois) integrantes do bando de posse de armas de fogo reagiram a ação policial militar da Patrulha Rural da CIPE CACAUEIRA e acabaram evoluindo a óbito.

Em ação de ocupação do território, policiais civis e militares em diligência na região do morro do barro vermelho, no bairro Teotônio Vilela, encontraram escondidas em um tubo de pvc de 150 polegadas duas armas de fogo espingarda marca cbc calibre .32.

Em um outro imóvel policiais militares apreenderam munição calibre .45 e um colete balístico, um integrante do bando foi preso.

Todo o material apreendido, como também os presos, foram apresentados à 7ª Coorpin/Ilhéus.

Covid-19: Ilhéus apresenta redução na ocupação de leitos de UTI


Um mês após a aplicação de medidas mais restritivas de combate à Covid-19, Ilhéus registrou redução na ocupação de leitos de UTI para tratamento da doença. Conforme dados da Secretaria Municipal de Saúde (Sesau), desde o dia 20 de março, a cidade mantém uma média diária de 28 pacientes internados. Nos primeiros 15 dias do mês passado, por exemplo, a média diária de internações era de 32 pessoas. O resultado pode ser atribuído diretamente às restrições adotadas pelo Executivo para frear a propagação do vírus.

“Participamos de uma videoconferência com o governador Rui Costa e prefeitos da região para avaliar a situação atual da pandemia e discutir novas medidas de combate a esse terrível vírus. Neste momento precisamos da compreensão e do entendimento de cada cidadão. Estamos avançando com a vacinação, inicialmente, das pessoas mais vulneráveis à doença, mas é fundamental manter todos os cuidados para evitar a contaminação, com uso de máscara de proteção, higienização das mãos e distanciamento social”, ressaltou o prefeito Mário Alexandre.

De acordo com o último boletim epidemiológico, divulgado na quinta-feira (8), dos 81 leitos exclusivos para pessoas contaminadas pelo novo coronavírus, 42 estão ocupados com pacientes oriundos de outros municípios e 27 abrigam pacientes residentes em Ilhéus, o que representa uma taxa de ocupação de 34,56%.

As medidas mais rígidas estabelecidas em decretos do Governo da Bahia e da Prefeitura versam, especialmente, sobre o toque de recolher das 18h às 5h, passando a valer nesta última semana das 21h às 5h, até o dia 12 de abril de 2021; proibição da venda de bebidas alcoólicas durante finais de semana; suspensão do funcionamento de estabelecimentos e atividades que geram aglomeração de pessoas e intensificação da fiscalização, através do trabalho conjunto entre o Estado e o Município.

Informações da Prefeitura de Ilhéus.

Operação Casmurro prende policiais civis suspeitos de tráfico de drogas


O Ministério Público do Estado da Bahia, por meio do Grupo Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco) e das Promotorias criminais e de patrimônio público de Seabra, em conjunto com a Força Tarefa de combate a crimes praticados por policiais civis e militares, da Corregedoria da Secretaria de Segurança Pública da Bahia (SSP/BA), deflagraram a Operação Casmurro, na manhã desta sexta-feira (09), no Município de Seabra, na Chapada Diamantina. Foram cumpridos três mandados de prisão e sete de busca e apreensão. A operação apurou fortes indícios da prática de tráfico de drogas por dois policiais civis lotados na 13ª Coorpin, em Seabra.

A polícia civil de Seabra descobriu, em junho de 2020, uma extensa plantação de maconha no Povoado de Baixio da Aguada, zona rural de Seabra, com previsão de colheita de três toneladas da droga, mas os policiais teriam recebido uma proposta de R$ 220 mil para não incinerar toda a droga apreendida e não erradicar a plantação. A negociação entre o traficante e os policiais foi realizada por um empresário local, que tem grande influência e livre trânsito nas dependências da referida Unidade Policial.  Aceitando a propina, os policiais permitiram a colheita do restante das drogas, e ainda ajudaram a transportá-las dentro das viaturas da polícia, para armazenamento em propriedade rural do empresário, até que fossem finalmente enviadas para a cidade de Salvador.

Com base nesses relatos, foram deferidos pela Vara Crime da Comarca de Seabra os pedidos de prisões temporárias dos dois policiais civis e do empresário, além de autorização para buscas e apreensões em endereços residenciais e outras propriedades dos investigados, bem como na sede da Coorpin.

Com implantação do Porto Sul, vereador defende asfalto entre Iguape e Sambaituba


Estrada, trecho da BA – 648, que liga o bairro do Iguape ao distrito de Sambaituba.

A realização de estudos e apresentação de um projeto para viabilização de recursos financeiros objetivando a pavimentação asfáltica da região do Iguape até a localidade rural de Sambaituba, trecho da BA -648 em Ilhéus, estão sendo solicitados ao Executivo Municipal pelo vereador Nino Valverde (Podemos).

“Atualmente, os moradores da região sofrem com a lama, especialmente nos períodos de chuvas mais intensas, ou poeira, no período de estiagem, ocasionando problemas à população”, justifica o parlamentar. Ele destaca, também, a importância e a nova visibilidade daquela região, onde é já é real o crescimento no fluxo de veículos, especialmente com a implantação do Porto Sul.

Prefeito Mário Alexandre visita área destinada à construção do Shops Jequitibá Ilhéus


Durante vistoria ao terreno onde será erguido o Shops Jequitibá Ilhéus, o prefeito Mário Alexandre destacou que a construção do empreendimento é mais um compromisso assumido com a população para o desenvolvimento do município, alavancando a geração de novas oportunidades de empregos e renda.

“Ilhéus integra um grande projeto, no qual empresários importantes apostam no desenvolvimento da cidade. O Grupo Chaves é um exemplo, pois está investindo em uma área que era ruína. Então, junto com a Prefeitura, o empresariado está trazendo benfeitorias que vão gerar emprego, renda e desenvolver a nossa economia. Esse é um projeto de quem pensa em Ilhéus, de quem acredita que a cidade continuará dando bons frutos, como está dando para a nossa região, para a Bahia e o Brasil”.

As intervenções, com demolição da estrutura e limpeza do local, marcam o início da construção do empreendimento, localizado no bairro Cidade Nova, centro da cidade. Com o conceito de mall urbano de vizinhança, o espaço vai diversificar as opções de compras, lazer e oferta de serviços.

O diretor do Shopping Jequitibá Itabuna, Manoel Neto Chaves, explicou que o empreendimento será erguido em uma área de aproximadamente 10 mil metros quadrados, abrigando lojas âncoras, pontos comerciais, salas de cinema, academia, praça de alimentação e vagas de estacionamento.

“Sempre tivemos o desejo de construir um shopping em Ilhéus e entendemos que não há momento mais oportuno que esse. A cidade tem recebido investimentos públicos e obras de infraestrutura importantes, ou seja, Ilhéus está em um crescimento fantástico e no início de uma grande transformação. Graças a Deus tivemos a oportunidade de investir na cidade, com o trabalho que o prefeito Marão vem desempenhando”.

Chaves reforçou que a pretensão é construir galerias comerciais na parte central da cidade, uma vez que o projeto do shopping continua mantido para a zona sul. A expectativa é que o mall abrigue em torno de 70 lojas, gerando aproximadamente mil empregos diretos.

Príncipe Philip, marido da rainha Elizabeth, morre aos 99 anos


A rainha Elizabeth II com o Príncipe Philip.

O Duque de Edimburgo morreu na manhã desta sexta-feira no Castelo de Winsdor, no Reino Unido, uma das residências oficiais da família real britânica. Ele era casado com a rainha Elizabeth II desde 1947.

Philip tinha tido uma série de problemas de saúde nos últimos meses e morreu nesta manhã, segundo a família real britânica.

Nascido em 10 de junho de 1921, na ilha de Corfu, na Grécia, Philip teve uma juventude nada comum. Tataraneto da rainha Victoria da Inglaterra, assim como sua futura mulher, a rainha Elizabeth II, ele nasceu com o título de príncipe da Grécia e da Dinamarca, filho da princesa Alice de Battenberg e do príncipe Andrew, da Grécia.

Philip ainda tem participação em histórias que vão além do Reino Unido. Ele participou ativamente das batalhas na Segunda Guerra Mundial.

Caixa paga hoje auxílio emergencial a nascidos em fevereiro


Trabalhadores informais nascidos em fevereiro começam a receber hoje (9) a nova rodada do auxílio emergencial. O benefício terá parcelas de R$ 150 a R$ 375, dependendo da família.

O pagamento também será feito a inscritos no Cadastro Único de Programas Sociais do Governo Federal (CadÚnico) nascidos no mesmo mês. O dinheiro será depositado nas contas poupança digitais e poderá ser movimentado pelo aplicativo Caixa Tem. Somente de duas a quatro semanas após o depósito o dinheiro poderá ser sacado em espécie ou transferido para uma conta-corrente.

Ao todo, 45,6 milhões de brasileiros serão beneficiados pela nova rodada do auxílio emergencial. O calendário de pagamentos foi divulgado pelo governo na semana passada.

O auxílio será pago apenas a quem recebia o benefício em dezembro de 2020. Também é necessário cumprir outros requisitos para ter direito à nova rodada.

Para os beneficiários do Bolsa Família, o pagamento ocorre de forma distinta. Os inscritos podem sacar diretamente o dinheiro nos dez últimos dias úteis de cada mês, com base no dígito final do Número de Inscrição Social (NIS). O auxílio emergencial somente será pago quando o valor for superior ao benefício do programa social.

”Vitória dos baianos e ilheenses para o novo ciclo de desenvolvimento”, diz prefeito sobre Fiol


Com o arremate de R$ 32,730 milhões pela Bahia Mineração (Bamin), no leilão que a Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT) realizou nesta quinta-feira, 8, para a subconcessão do trecho da Ferrovia de Integração Oeste-Leste (Fiol), os gestores municipais de Ilhéus, o prefeito Mário Alexandre, e o vice-prefeito Bebeto Galvão, afirmaram que esse feito é histórico para a Bahia e o Sul do estado, uma vitória dos baianos e ilheenses, rumo aos trilhos do novo ciclo de desenvolvimento. O leilão aconteceu na sede da Bolsa de Valores, a B3, em São Paulo, e correspondeu à concessão do trecho EF-334/BA, com R$ 3,3 bilhões de obrigação de investimento na Fiol. São 537 quilômetros de trilhos entre as cidades de Caetité e Ilhéus, na Bahia, que se integrarão ao Porto Sul.

“Nosso sentimento é de vitória, para todos os baianos e ilheenses. Foi dada a largada para que seja ampliado o ciclo de desenvolvimento econômico e social da Bahia e de Ilhéus”, comemorou o prefeito Mário Alexandre, ao lado do vice-prefeito, Bebeto Galvão. O governo municipal enfatizou o protagonismo do governador Rui Costa, que contribuiu decisivamente para a realização do leilão e da obra da FIOL.

Cerca de milhões de toneladas de minério serão movimentadas pelo bimodal em operação, o correspondente a R$ 500 milhões por ano.

“A Bahia será um dos maiores polos de ferrovia com o Porto sul, com a produção e escoamento de minério”, sublinhou Bebeto Galvão. E continuou: “O leilão de hoje é o coroamento de um longo processo de luta que elevará Ilhéus a um novo patamar econômico, de desenvolvimento, de aprimoramento do ambiente de negócios com a formação de um novo polo de atração de investimentos, para melhorar a vida do nosso povo”. Com a operacionalização da Fiol e do Porto Sul, além do incremento de emprego e renda, a dinâmica orçamentária do município de Ilhéus vai melhorar com mais receitas originárias pelo Imposto Sobre Serviço (ISS) no orçamento, o que vai possibilitar à gestão pública municipal realizar melhores investimentos sociais, organizando melhor a cidade e diminuindo a desigualdade e a pobreza.

A análise da retomada da Zona de Processamento e Exportação (ZPE) em Ilhéus somada à aposta de diversos investidores brasileiros e internacionais, também aponta que Ilhéus figura como um lugar promissor de grandes investimentos públicos e privados, resultado da capacidade de gestão, também voltada para um projeto de desenvolvimento a longo prazo.

Avanço da obra – Com um avanço físico médio de 80%, a Fiol se integrará ao Porto Sul, em Ilhéus. O equipamento portuário, além de contar com avanço de 18,45% das construções de todas as estruturas viárias internas, referentes à primeira ordem de serviço, tem dada a segunda ordem de serviço para a construção da parte marítima, com previsão de início em junho de 2021. “Para os que ainda tinham uma descrença do Porto Sul, o equipamento vai avançar e muito”, assegurou Bebeto.

Com a integração da ferrovia ao porto, em plena operação, Ilhéus já vai poder escoar e exportar o minério de ferro direto de Caetité e os grãos do oeste da Bahia.

Pesquisa constata reinfecções de covid-19 com sintomas mais fortes



Um estudo coordenado pelo Centro de Desenvolvimento Tecnológico em Saúde da Fundação Oswaldo Cruz (CDTS/Fiocruz) constatou quatro casos de reinfecção por covid-19 em que os pacientes tiveram sintomas mais fortes da doença na segunda contaminação, apesar de os dois episódios terem sido considerados leves, sem hospitalização. Em ao menos um desses casos, a reinfecção foi provocada pela mesma variante do primeiro episódio. 

A pesquisa será publicada na forma de artigo científico na revista Emerging Infectious Disease (EID), do Centro de Controle e Prevenção de Doença dos Estados Unidos (CDC). Além da Fiocruz, participaram pesquisadores da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), do Instituto D’Or de Ensino e Pesquisa (Idor) e da empresa chinesa MGI Tech Co. Segundo o coordenador do estudo, o virologista do CDTS/Fiocruz Thiago Moreno, a constatação reforça que uma parcela da população que tem a doença na forma branda não desenvolve memória imunológica.

“Demonstramos que um grupo de pessoas com sintomatologia leve para covid-19 teve um segundo episódio de covid um pouco mais forte, porque não foi capaz de gerar uma imunidade de memória depois do primeiro episódio. Assim como vários casos brandos de covid-19, esses indivíduos tiveram o controle dessa primeira infecção pela resposta imune inata, aquela que não forma uma memória consistente e de longo prazo”.

Os testes realizados mostraram que a defesa do organismo com base em anticorpos só foi formada nesses indivíduos após a segunda infecção. “Isso mostra também pra gente que uma parcela da população que teve a doença branda no primeiro episódio pode voltar a ter covid-19 depois de algum tempo, e não necessariamente ela será branda de novo”.

Moreno explica que a possibilidade de reinfecção com sintomas mais contundentes se dá independentemente de o indivíduo contrair a mesma variante do novo coronavírus ou uma nova. “A reinfecção pelo novo coronavírus é possível, e isso é algo similar com o que acontece com coronavírus sazonais humanos e até alguns coronavírus veterinários”, diz o pesquisador.

Os pesquisadores envolvidos no estudo acompanharam um grupo de 30 pessoas de março a dezembro de 2020 com testagens semanais. O objetivo do estudo não era investigar a reincidência da covid-19, e sim monitorar a segurança do grupo em seu local de trabalho. Diante das suspeitas de reinfecção constatadas, os cientistas se debruçaram sobre esses casos e comprovaram, por meio de sequenciamento, duas reinfecções. Nas outras duas, não havia material genético suficiente para o sequenciamento, mas os episódios da doença tiveram meses de intervalo com testes negativos.

Thiago Moreno ressalta que o estudo não foi desenhado para ter representatividade estatística, o que significa que não é possível extrapolar a proporção de pessoas reinfectadas para toda a população. Além disso, ele acrescenta que, apesar de o estudo ter constatado sintomas mais contundentes no segundo episódio de covid-19 entre os quatro pesquisados, isso não permite interpretar um padrão para os casos de reinfecção.

As quatro pessoas que se reinfectaram com a doença não precisaram ser internadas em nenhum dos dois episódios e tiveram casos considerados brandos em ambos. Para o pesquisador, quanto mais brando for o quadro de covid-19, maiores são as chances de a memória imunológica não ser capaz de neutralizar o vírus em um segundo contato.

Moreno recomenda que pessoas já infectadas mantenham os cuidados para a prevenção da covid-19 e explica que mesmo os exames laboratoriais comuns que permitem a detecção de anticorpos não são capazes de determinar se o corpo formou defesas neutralizantes.

“O que esses testes, em geral, não medem é se essa memória vai servir para a gente só como um traço para saber se foi exposto ao vírus ou se é uma memória neutralizante, capaz de bloquear a infecção viral. Tem uma diferença de magnitude muito grande entre ter detecção de anticorpos e esses anticorpos de fato te protegerem contra a infecção”, explica ele, que acrescenta que não se surpreenderia se os casos de reinfecção relatados no estudo tivessem um terceiro episódio de covid-19. “Não agora por não ter feito essa memória, mas porque a sustentação dessa memória pode ser curta”.