Polícia Civil investiga homicídio na Rodovia Ilhéus – Itabuna


A vítima foi identificado como Caio Santos, de 20 anos. Foto Redes Sociais. 

 

A Polícia Civil está investigando um homicídio que ocorreu no final da tarde do último sábado (02), na rodovia Ilhéus- Itabuna, nas proximidades do bairro do Banco da Vitória, município de Ilhéus.

Segundo informações policiais, a vítima foi identificada como Caio Santos da Costa, 20 anos, e tinha envolvimento com tráfico de drogas.

Foi apresentado na delegacia de Polícia, uma pistola Taurus 938 oxidada, carregador com 17 cartuchos intactos, achados próximos ao corpo.

O Departamento de Polícia Técnica foi ao local do crime, fez o levantamento cadavérico e constatou que a vítima tinha perfurações de arma de fogo na cabeça e no tórax.

Dois criminosos morrem em confronto com a polícia militar em Ubatã


Drogas, armas e munições foram apreendidas, na manhã desta quarta-feira (30), após equipes da Companhia Independente de Policiamento Especializado (Cipe) Cacaueira e da 61ª (CIPM/Ubaitaba) receberem denúncias de homens armados, traficando drogas no bairro Relíquia, na cidade de Ubatã.

Chegando no local, os policiais foram recebidos a tiros por dois criminosos. Com eles foram encontrados uma pistola calibre 380, uma espingarda calibre 12, 70 buchas e um tablete de maconha, 39 pinos de cocaína, duas balanças, oito cartuchos, um carregador e a quantia de R$ 165. A dupla foi atingida durante confronto, encaminhada para o Hospital Municipal de Ubatã, mas não resistiu aos ferimentos.

“Eles pertenciam a uma organização criminosa e disputavam ponto de tráfico. Também recebemos informações de que estavam ameaçando moradores na localidade”, relatou o subcomandante da Cipe Cacaueira, capitão Antônio Carlos dos Santos Silva Júnior.

Morre gestante catarinense baleada em tentativa de assalto em Maraú


Andreza Maestri estava gestante e morreu em tentativa de assalto no sul da Bahia — Foto: Reprodução/Instagram.

 

A mulher grávida que foi baleada em durante uma tentativa de assalto na cidade de Maraú, na Bahia, morreu nesta terça-feira (29), em um hospital de Ilhéus, no sul do estado. A catarinense Andreza Maestri, de 44 anos, estava internada no Hospital Regional do Cacau, em Ilhéus.

A vítima estava no quinto mês de gestação. A bebê, que se chamaria Antonella, também não resistiu.

Andreza foi atingida por um tiro no olho esquerdo, na madrugada de 23 de dezembro.O crime aconteceu quando ela seguia para uma casa, de carro, com o marido. O veículo em que o casal estava foi interceptado por quatro homens, em uma estrada de terra batida, e eles dispararam contra o carro.

Com Andreza baleada, o marido dela, Luciano Cunha, dirigiu o veículo por cerca de 20 km até a cidade de Itacaré. De lá, ela foi levada transferida para Ilhéus.

Andreza era enfermeira e morava em Florianópolis. No dia em que o crime aconteceu, ela havia chegado de viagem para passar os festejos de fim de ano com o marido, que estava no distrito de Taipu de Fora, em Maraú, há pouco mais de um mês. No local, ele estava trabalhando na construção da nova moradia do casal.

O caso é investigado na Delegacia de Maraú.

Informações do G1/Bahia.

Observatório no sul da Bahia receberá denúncias sobre trabalho escravo


Coordenador do Instituto, Jacson Cardoso Chagas.

 

O Observatório Social para diagnóstico e denúncia sobre trabalho escravo é uma iniciativa do Governo do Estado, por meio da Secretaria do Trabalho, Emprego, Renda e Esporte (Setre), realizado pelo Fundo de Promoção do Trabalho Decente (Funtrad), em parceria com o Instituto Sorria, que fará a identificação de denúncias sobre a ocorrência de trabalho escravo no sul da Bahia.

Segundo o Ministério Público do Trabalho, na região foram resgatadas 21 pessoas de trabalho análogo ao escravo em 2019. O órgão diz que o estado é o quinto com maior número de pessoas retiradas dessa situação desde 2003.

Para o coordenador do Instituto, Jacson Cardoso Chagas, a construção de um Observatório Social é importante na identificação de denúncias e no desenvolvimento de ações conjuntas. “O trabalho escravo é uma mazela que assola o Brasil desde os tempos mais remotos, acarretando as mais complexas consequências do ponto de vista jurídico, social, econômico e sobretudo humano.”

“Atualmente, a escravidão é muito diferente daquela praticada durante os períodos colonial e imperial. Hoje, as pessoas escravizadas não são compradas, mas aliciadas e, muitas vezes, o patrão gasta apenas com o transporte do trabalhador até a propriedade.” afirma o coordenador.

APURAÇÃO DE DENÚNCIAS

O Observatório irá identificar locais de possíveis atividades com trabalho escravo por meio de um aplicativo, além do disque denúncia (73 99856-8442). Outras atividades serão desenvolvidas, como a realização de Palestras, oficinas e sensibilização nas escolas, sindicatos e outros espaços, bem como visita in loco dos locais identificados em denúncias.

O projeto será executado mais especificamente nas cidades de Itabuna, Ilhéus, Itajuípe, Ibicaraí, Floresta Azul, Una, Ubaitaba e Canavieiras, com atividades de capacitação de trabalhadores, assistência à empreendimentos, estímulo à economia criativa, inclusão sócio produtiva e inserção/reinserção no mundo do trabalho.

Policial civil de SE prende suspeito de roubo em Ilhéus


Um policial civil de Sergipe, lotado em Tobias Barreto, prendeu um suspeito de roubos na cidade baiana de Ilhéus, nesse sábado, 26. O suspeito, que já tinha passagem pelo sistema prisional pela prática de homicídio e estava em liberdade condicional desde setembro deste ano, foi identificado como Fabrício Bispo Santos Jovita.

De acordo com o agente sergipano, ele estava de folga e foi até uma praia de Ilhéus (BA) com familiares. Em seguida, populares passaram alertando à população sobre a presença de um suspeito de roubo na localidade. O policial sergipano seguiu até o local específico e, com o apoio de bombeiros militares da região, fez a imobilização do suspeito.

A vítima, que apresentava ferimentos, também foi identificada e fez o reconhecimento do suspeito. Com o homem detido, também havia um celular, que teria sido levado de uma outra vítima. A Polícia Militar baiana foi acionada e Fabrício foi conduzido a uma delegacia da Polícia Civil de Ilhéus (BA).

Na unidade policial, foi constatado que o suspeito era egresso do sistema prisional, onde já havia cumprido pena pela prática do crime de homicídio. Ele estava em liberdade condicional desde setembro deste ano.

Informações do Infort/SE.

Criança é atingida por bala perdida no Bairro da Conquista


Uma criança de 10 anos foi baleada durante tiroteio ocorrido na tarde desta quarta-feira (23), na cidade de Ilhéus, no sul da Bahia.

De acordo com a Polícia Militar, o caso aconteceu em uma localidade conhecida como Alto Formoso, no bairro Conquista. A menina, que não teve a identidade revelada, foi atingida por um dos tiros quando passava pela rua e um grupo de criminosos trocou tiros.

A menina, que foi baleada no tórax, foi socorrida por familiares e levada para o Hospital Costa do Cacau, onde foi realizado um procedimento de drenagem. Depois, ela foi transferida para o Hospital Manoel Novaes, em Itabuna.

Segundo informações da família da vítima, a menina está internada na Unidade de Terapia Intensiva (UTI). O estado de saúde dela é estável.

A Polícia Militar fez buscas no Alto Formoso para tentar localizar quem atirou na menina, mas não encontrou suspeitos.

Informações da TV Santa Cruz/G1.

R$ 5,1 mil que seria utilizado no tráfico de drogas é apreendido


Cinco mil e cem reais provenientes do tráfico de entorpecentes foram apreendidos por equipes da Companhia Independente de Policiamento Especializado (Cipe) Cacaueira, com um homem, no município de Canavieiras, extremo sul da Bahia, na terça-feira (15).

O nervosismo ao perceber a presença dos policiais levantou a suspeita e deu início a abordagem. “Assim que ele viu a guarnição, desceu da bicicleta onde estava e correu para uma rua do bairro Sócrates Rezende. Demos a voz de prisão e na revista pessoal encontramos, em uma mochila, as notas de dinheiro, 73 papelotes de cocaína e um caderno com anotações do tráfico”, contou o comandante da unidade, major Ricardo Silva.

Acompanhado da quantia em dinheiro e dos entorpecentes, o suspeito foi conduzido para a Delegacia Territorial (DT) de Canavieiras.

SINDPOC denuncia que o Complexo Policial de Itabuna está com 20 policiais civis infectados pela Covid-19


Presidente do SindPoc, Eustácio Lopes.

 

Presidente do Sindicato dos Policiais Civis do Estado da Bahia (SINDPOC), Eustácio Lopes, denuncia surto de infecção pelo novo Coronavírus no Complexo Policial de Itabuna.

Segundo Eustácio, a Secretária de Saúde do Município de Itabuna, região sul do Estado, realizou testagem PCR em todos os servidores do Complexo Policial, e 20 servidores testaram positivo.

“Precisamos chamar atenção dos órgãos sanitários e do Delegado Geral da Polícia Civil, Bernadino Brito, para que as medidas sanitárias sejam implantadas. Pedimos aos moradores e familiares que evitem frequentar o Complexo Policial. Infelizmente, além dos policiais civis, os presos custodiados, a sociedade, advogados e familiares vivem expostos à infecção nas unidades policiais do Estado”, pontua Eustácio.

O presidente ainda convoca os policiais civis de Itabuna para realização de Assembleia Extraordinária para próxima segunda-feira (14), às 9 horas, a fim de deliberar pela suspensão das atividades, implantação de protocolo de segurança sanitária, além do afastamento dos policiais civis infectados e desinfecção do Complexo.

“Aconselho a população a procurar a delegacia digital, para que não se exponham ao risco de ser infectados pelo coronavírus. Conclamo a Secretaria de Segurança Pública para que implemente o protocolo de biossegurança. Este fato está acontecendo e transmitindo para vários policiais civis porque não tem protocolo”, finalizou Eustácio.

Jovem é morto em praia movimentada de Ilhéus


 

Praia do Cristo, Ilhéus.

 

A violência aumentou em Ilhéus! O exemplo dessa afirmação foi a execução de um homem neste domingo (13) em plena luz do dia na praia do Cristo, que fica no Centro do município.

No momento do homicídio, a praia estava lotada. Um vídeo divulgado nas redes sociais mostra o momento em que banhistas assustados correm da faixa de areia da praia do Cristo após escutarem tiros.

Davi era morador da Tapera e foi morto na praia do Cristo.

 

Segundo informações policiais, um jovem identificado David Lisboa Ferreira Santos estava sentando em uma cadeira  perto do mar, quando foi morto com cinco tiros na cabeça por um homem ainda não identificado. A vítima não tinha passagem pela polícia.

Ainda segundo informações, embora o local contasse ainda com grande concentração de pessoas não foi possível localizar nenhuma testemunha que presenciou o crime.

A polícia apura se a morte tem a ver com a guerra entre facções criminosas, que vem gerando o aumento da violência em Ilhéus.

O Núcleo de Homicídio da Polícia Civil investiga o caso.

OBS: Devido a regras do Blog Agravo, não vamos divulgar imagens da vítima no local do homicídio.

Vídeo:

Matéria atualizada. 

Bahia: Prefeito mata mulher e depois comete suicídio


Prefeito da cidade de Conceição da Feira, Raimundo da Cruz Bastos, conhecido como Pompilio.

 

O homem encontrado morto dentro do apartamento no condomínio Le Parc, localizado na Avenida Paralela, em Salvador, na manhã desta sexta-feira (11), é o prefeito da cidade de Conceição da Feira, Raimundo da Cruz Bastos, conhecido como Pompilio. A Informação foi confirmada ao BNews pelo candidato a vice-prefeito na última eleição, Adriano Melo, pela chapa apoiada pelo prefeito.

As informações iniciais são de que o marido teria matado a esposa, Elba Silva Rejane, e depois tirado a própria vida.

De acordo com informações obtidas pela reportagem, vizinhos acionaram à polícia. O apartamento estava com a porta aberta e uma arma foi encontrada no chão do apartamento.

Informações do BNEWS