Ilhéus: Polícia prende três por tráfico e porte ilegal de arma no Alto da Tapera


Na manhã desta sexta-feira (12), a Polícia Militar por intermédio da 68ª CIPM, incursionou no Alto da Tapera, depois de denúncia de populares acerca de três indivíduos estarem armados na localidade.

Os três indivíduos identificados pelas iniciais, I.S.A (19 anos), A.S.A (23 anos) e A.F.S.S ( 20 anos) foram alcançados e presos. Com ele os policiais encontraram um revólver calibre 38, duas munições calibre 38, 354 gramas de maconha, 30 g de cocaína, 29 g de crack, além de balança de precisão e três celulares.

Todo o material apreendido, juntamente com os meliantes, foram apresentados na delegacia de polícia, e estão à disposição da Justiça Criminal.

Polícia Civil estoura ‘boca de fumo’ e prende meliante com dois quilos de maconha


A Polícia Civil estourou uma boca de fumo que funcionava no bairro Hernani Sá, zona sul de Ilhéus. A ação policial ocorreu nesta quinta-feira (11) e resultou na apreensão de dois quilos de maconha e na prisão em flagrante de um meliante de iniciais M.P.S.N, de 25 anos, natural de Ipiaú.

Segundo informações policiais, o meliante usava uma casa, no caminho 39, para distribuir entorpecentes. Além dos 2 quilos de maconha, os policiais encontraram balança de precisão e outros apetrechos usados no tráfico.

O meliante está à disposição da Justiça, e deve passar por audiência de custódia virtual.

Homem é preso na BR-116 suspeito de aplicar golpes em mais de 100 mulheres


A Polícia Rodoviária Federal (PRF) prendeu na manhã desta quinta-feira (11), um foragido da justiça que possuía diversos mandados de prisão em aberto pelo cometimento do crime de estelionato.

Conforme investigações da polícia, o foragido que responde a inquéritos policiais em vários estados do Brasil é apontado como autor de aplicar golpes em mais de cem mulheres. Ele também é acusado de roubar carros.

Equipe fiscalizava no Km 830 da BR 116, trecho do município baiano de Vitória da Conquista, quando abordou um ônibus de transporte interestadual de passageiro. Ao subirem no veículo, os PRFs solicitaram os documentos do motorista e dos passageiros para uma consulta detalhada no sistema.

Os policiais estranharam a CNH apresentada por um dos ocupantes. Posteriormente, confirmaram que o documento apresentava sinais de falsificação. O passageiro utilizou nome e identificação de outra pessoa com o intuito de enganar a fiscalização.

Após alguns minutos de conversa, o homem relatou que comprou a CNH por 600 reais na Praça da Sé, em São Paulo e sabia que a carteira era falsa.

Dando continuidade às diligências e após consulta ao banco de dados e sistemas policiais utilizados pela PRF, foi descoberto o verdadeiro nome do passageiro e constatado que ele possuía em seu desfavor vários mandados de prisão em aberto decorrente de processo por crime de estelionato, praticado nos mais diversos lugares da Federação.

Diante dos fatos, foi dada voz de prisão ao homem que é morador do município de Piracicaba (SP), sendo este encaminhado à autoridade competente da Delegacia de Polícia Federal de Vitória da Conquista (BA), para as providências cabíveis.

O crime do artigo 171 (Estelionato) está previsto no Decreto-Lei nº 2.848 do Código Penal Brasileiro “Obter, para si ou para outrem, vantagem ilícita, em prejuízo alheio, induzindo ou mantendo alguém em erro, mediante artifício, ardil, ou qualquer outro meio fraudulento”. Tem pena de reclusão, de um a cinco anos, e multa.

Motociclista é morto a tiros durante tentativa de assalto em Itabuna


Um motociclista foi morto a tiros durante uma tentativa de assalto na noite de terça-feira (9), em Itabuna, no sul da Bahia. Segundo a Polícia Militar, a vítima foi identificada como Everaldo Sobral Silva, de 45 anos, e levou cerca de cinco tiros.

De acordo com a PM, o crime aconteceu na Rua das Palmeiras, no bairro Califórnia. O homem chegou a ser socorrido pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) e encaminhado para o Hospital de Base de Itabuna, mas não resistiu.

Ainda de acordo com a polícia, a motocicleta da vítima foi abandonada pelos suspeitos próximo ao local do crime. O veículo foi apreendido e apresentado na delegacia da região.

O corpo de Everaldo Sobral Silva foi liberado pelo Departamento de Polícia Técnica (DPT) na manhã desta quarta-feira (10) e será enterrado no Cemitério Campo Santo, em Itabuna.

Informações do G1/Bahia.

Irmãos envolvidos com roubos localizados em Canavieiras


Três mandados de prisão foram cumpridos na segunda-feira (8), contra dois irmãos e um traficante que se encontra custodiado no presídio de Itabuna. A ação conjunta foi realizada pela Delegacia Territorial (DT) de Canavieiras e pela 71ª Companhia Independente de Polícia Militar (CIPM/Canavieiras).

Os irmãos Jeferson Souza Almeida, vulgo Jefinho, 35 anos, e Adebaldo Souza Almeida, 45 anos. que fazem parte da organização criminosa Raio A, foram encontrados em uma residência, no bairro de Cidade Nova. Eles são primos de um traficante, líder do bando, que está no presídio de Itabuna e também teve um mandado cumprido.

“Estamos diante de uma organização criminosa composta de parentes. Agora, todos estão custodiados no presídio de Itabuna”, disse o titular da DT de Canavieiras, delegado Renato Fernandes Ribeiro.

Casa do pai de garoto achado em tambor é depredada em Campinas


A casa do pai do menino de 11 anos encontrado preso por correntes a um tambor em Campinas, no interior de São Paulo, foi depredada após o caso se tornar público. Imagens coletadas pela reportagem da Record TV mostram o estado em que se encontrava a residência após a destruição em sua parte interna.

Conselho precisa ser investigado, diz advogado

O advogado Ariel de Castro Alves, especialista em direitos da infância e juventude, ex-conselheiro do Conanda (Conselho Nacional dos Direitos da Criança e do Adolescente), cobra uma investigação rigorosa sobre os procedimentos adotados pelo Conselho Tutelar de Campinas (SP) no caso do menino de 11 anos que era mantido acorrentado em um tonel pela própria família. O pai, a madrasta e a irmã do garoto foram presos preventivamente por determinação da Justiça.

Ariel de Castro Alves avalia que a Polícia Civil poderia investigar os conselheiros tutelares envolvidos por prevaricação, crime previsto no Código Penal. No entanto, segundo o especialista, a atribuição de investigar pertence à Promotoria da Infância e Juventudo de MP-SP (Ministério Público de São Paulo) e o CMDCA (Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente) — que pode criar uma comissão de ética para apurar a conduta dos conselheiros.

“Os conselheiros precisam demonstrar de que forma estavam acompanhando [o caso do menino], se fizeram alguma visita domiciliar na época, o que constataram, se conversaram com a criança, com os pais, a madrasta, a outra moça. Precisam ter tudo documentado. Eles não têm nada, simplesmente receberam a denúncia, não fizeram visitas ou não pediram para o CREAS [Centro de Referência da Assistência Social] realizar a visita”, explicou.

Para o especialista, a falta de atitude dos conselheiros tutelares, se confirmada, pode motivar um processo por prevaricação e descumprimento das atribuições previstas no Artigo 136 do Estatudo da Criança e do Adolescente. “Eles têm o papel de zelar e providenciar medidas de proteção. Na época que houve a denúncia, poderia encaminhá-la para um serviço de acolhimento e pedir para a polícia investigar o pai e a madrasta”, completou.

Ariel de Castro Alves apontou a falta de retorno dos conselhos tutelares na apuração das denúncias recebidas pelas entidades como um problema grave. Segundo o advogado, apenas 15% das denúncias recebidas pelo Disque 100 (sistema de atendimento telefônico criado pelo governo federal para receber reclamações de violações de direitos humanos sobre diversos temas) tiveram o retorno dos conselhos com as providências adotadas.

Matéria do R7 e TV Record.

Crescem em 1.000% apreensões de cocaína na Bahia


As apreensões de cocaína cresceram 1.000%, em 2020, na Bahia, na comparação com o ano anterior. Em números absolutos foram encontrados 600 kg, em 2019, e pouco mais de sete toneladas, no ano passado.

As ações contra organizações criminosas renderam também aumento de 66% na quantidade de maconha localizada. Em 2020 as polícias Militar e Civil, com apoios da PF e PRF, apreenderam 55 toneladas da erva. No ano anterior tinham sido 33 toneladas.

O trabalho investigativo contra o tráfico de drogas é desempenhado pelo Departamento de Repressão e Combate ao Crime Organizado (Draco) e os patrulhamentos preventivo e repressivo pelo Comando de Operações da PM.

Vídeo: Servidor surta e destrói repartição pública em Ilhéus


Na manhã desta terça-feira (02), um homem identificado preliminarmente como Itamar, surtou e destruiu equipamentos de informática e material de escritório da Superintendência de Transporte e Trânsito da Prefeitura Municipal de Ilhéus.

Segundo informações do Diretor da SUTRAM, George Moreno, ao Blog Agravo, o homem é um agente de trânsito, foi detido e levado pela polícia, e neste momento presta depoimento na delegacia. O diretor não soube dizer quais os motivos que levaram o agente à fúria e destruição da repartição.

Informações extraoficiais dão conta que o agente está afastado das funções devido à problemas médicos.

Nos grupos de mídias sociais, algumas pessoas espalharam que os agentes de trânsito estão com salários atrasados. Fato desmentido pelo diretor da Sutran.

“Salário está em dia”, salientou George.

Vídeo:

Armas, drogas e R$ 1,7 mil encontrados com traficantes em Ilhéus


Guarnições da 70ª Companhia Independente de Polícia Militar (CIPM/Ilhéus), durante rondas na noite de domingo (31), nas localidades da Avenida Beira Rio e na praça Sambaituba, apreenderam armas, drogas e dinheiro, na cidade de Ilhéus.

Na Avenida Beira Rio foram apreendidos um revólver calibre 38, 1,5 Kg de maconha e 1,7 mil reais em espécie. “Nos deparamos com traficantes e eles correram, abandonando os materiais ilícitos. Seguimos fazendo varreduras na localidade para encontrar os integrantes do grupo”, relatou o comandante da 70ª CIPM, capitão Fábio Luiz Magalhães.

Já na praça Sambaituba, um criminoso efetuou disparos contra uma guarnição. “No revide ele conseguiu fugir deixando para trás um revólver calibre 38 com cinco munições”, informou o oficial.

Os materiais foram encaminhados para a 7ª Coordenadoria Regional de Polícia do Interior (Coorpin/Ilhéus).

Menino acorrentado em tambor segue internado e deverá ir a abrigo


O menino de 11 anos vítima de maus-tratos segue internado no Hospital Municipal Ouro Verde de Campinas. Ele deverá ser encaminhado a um abrigo assim que receber alta. A Polícia Militar libertou, no último sábado (30), o menino que era acorrentado pelas mãos e pés e, depois, preso dentro de um tambor de tinta. O pai, a madrasta e a irmã mais velha do garoto, suspeitos de praticar os crimes, foram presos em flagrante.

O Conselho Tutelar de Campinas analisa o caso. Segundo o conselheiro Moisés Sesion da Costa, o Conselho Tutelar e o Centro de Atenção Psicossocial (Caps) já tinha feito visitas à casa onde o menino morava, mas ouviu apenas “relatos de fatores de média vulnerabilidade”, como brigas. Não havia relato de maus-tratos, tortura e cárcere privado.

O conselheiro disse que nunca havia se deparado com caso com essa gravidade. Ele disse que vai apurar se houve falha do Conselho Tutelar pela gravidade do caso.

Denúncia anônima

Menino ficava neste tambor
DIVULGAÇÃO/POLÍCIA MILITAR.

De acordo com os policiais do Copom que atenderam a ocorrência, tudo começou a partir de uma denúncia anônima, de que havia uma criança trancada num cômodo de uma residência no Jardim das Andorinhas, dentro de um tonel e que estava amarrada.

Os agentes, então, foram ao local e entraram na residência. Ao vasculhar o imóvel, encontraram a criança em um cubículo e, conforme a denúncia, dentro de um tambor, amarrada. O menino ficava debaixo de sol, por longos períodos, sem água e alimentação. Por isso, estava desidratado e desnutrido. Segundo os agentes, o garoto pesa cerca de 25kg.

Aos policiais, o garoto disse que, quando sentia fome, comia as próprias fezes. Depois que respondeu as perguntas dos agentes, pediu, aos prantos, para ser adotado porque não aguentava mais essa vida.

Conforme as informações iniciais, o pai e a irmã, que são usuários de drogas, prendiam o garoto com frequência para saírem para beber em bares da cidade. A mãe já tinha abandonado a família anteriormente.

O garoto foi retirado da casa e, em seguida, atendido pelo Samu. Logo depois dos primeiros socorros, foi encaminhado ao Conselho Tutelar da cidade.

Informações R7.