Polícia cumpre mandado de prisão por estupro de vulnerável


Policiais da Delegacia Especial de Atendimento à Mulher (Deam) de Jequié cumpriram, na quinta-feira (29), um mandado de prisão temporária por estupro de vulnerável contra um homem de 22 anos, que tinha um relacionamento com uma criança de 11. Juntos, eles tiveram um filho, cuja morte causou o início das investigações.

Em maio, um bebê de 50 dias de vida foi encontrado morto dentro de uma casa, naquele município. Como a mãe era uma criança, a Deam passou a apurar também a maneira com que ela engravidou. Assim, chegou à informação de que ela tinha um relacionamento com um adulto, que não foi encontrado durante as investigações – um dos motivos pelos quais foi pedida a sua prisão. O mandado foi expedido pela 1ª Vara Criminal de Jequié no último dia 13.

Segundo a apuração da Deam, o homem alegou que, apesar de a vítima ter 11 anos, tinha compleição física de adolescente e mentiu a idade. Ainda que o relacionamento fosse consentido, a situação e um eventual desconhecimento da lei não o isentam de responder pelo crime, conforme explica a titular da unidade, delegada Grazielle Quaresma.

“Tais atitudes não o eximem das penalidades da lei, ao alegar não ter conhecimento da idade real da garota, ou o fato da família da vítima ter consentido o relacionamento, para namorar uma menor de idade desde os 10 anos”, disse.

De acordo com o atendimento do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu), o bebê morreu de causas naturais. Posteriormente, o laudo do Departamento de Polícia Técnica (DPT) declarou que a causa foi indeterminada.

Suspeito de agredir um homem até a morte é preso em Ilhéus


Policiais do Núcleo de Homicídios da 7ª Coordenadoria Regional de Polícia do Interior (Coorpin) com sede em Ilhéus prenderam, na quarta-feira (28), um suspeito de agredir um homem até a morte, no mês de maio, naquela cidade.

A Polícia Civil não divulgou o nome do preso.

Conforme relatou o delegado Helder Carvalhal, a vítima era usuária de drogas e foi espancada após o suspeito atribuir-lhe o roubo da sua arma. “O homem foi atingido com pauladas e abandonado na porta da casa da mãe. A vítima chegou a ser socorrida, mas não resistiu”, detalhou Carvalhal.

Além desse caso, o homem também é autor de uma tentativa de homicídio, em 2018. Na ocasião, o suspeito efetuou disparos de arma de fogo contra a vítima, no bairro Nossa Senhora da Vitória, depois de um desentendimento.

O delegado ainda acrescentou que o suspeito é conhecido como uma espécie de “pistoleiro”, naquela cidade. “Estamos apurando se ele tem envolvimento em outros crimes”, destaca. Ele será encaminhado ao Presídio Regional Ariston Cardoso.

Preso na Paraíba suspeito de envolvimento na morte de Marielle Franco


Marielle Franco, vereadora do Rio de Janeiro, foi assassinada em 2018.

 

Foi preso na Paraíba, nesta quarta-feira (28), um homem suspeito de envolvimento na morte da vereadora Marielle Franco e do motorista Anderson Gomes. A prisão foi realizada pela Polícia Civil da Paraíba, que apontou Almir Rogério Gomes da Silva como sendo pertencente a uma milícia do Rio de Janeiro. Segundo a polícia paraibana, o grupo foi citado pela viúva do capitão Adriano Magalhães da Nóbrega, morto na Bahia e suspeito de envolvimento no assassinato da vereadora, ao falar sobre quem teria matado Marielle.

“A prisão foi realizada por policiais da Delegacia de Repressão ao Crime Organizado (Draco), no município de Queimadas/PB. O alvo estava na companhia de outro homem, que também foi preso. O nome do alvo principal está no site www.disquedenuncia.org.br, do Rio de Janeiro. Ele já foi denunciado pelo Ministério Público do RJ, que pediu a condenação do investigado com base no assassinato de Eliezio Victor do Santos Lima, em outubro de 2018”, detalhou, em nota, a Policia Civil da Paraíba.

De acordo com o delegado Diego Beltrão, da Draco, as investigações descobriram que Almir cometeu outro assassinado no Rio de Janeiro, no dia 3 de junho, o que pode ter sido o motivo para ele fugir para a Paraíba.

“Parte dos milicianos ligados ao homem capturado em Queimadas hoje foi presa em operações policiais naquele estado. Mas ele, que é um dos chefes desse grupo, conseguiu escapar dessas investidas. Trata-se de um criminoso muito perigoso, com indícios fortes de que estava traficando drogas e planejando ataques a instituições financeiras no nosso estado”, disse o delegado.

Segundo a nota da Polícia Civil da Paraíba, autoridades policiais do Rio de Janeiro já tomaram conhecimento da prisão e confirmaram a periculosidade do criminoso. “É um dos chefes de milícia mais procurados aqui no Rio de Janeiro”, declarou o delegado Henrique Damaceno, de acordo com a nota.

O suspeito capturado em Queimadas será levado sob escolta policial até o Rio de Janeiro, onde deverá responder pelos seus crimes. Marielle e Anderson foram mortos no dia 14 de março de 2018, emboscados no carro onde estavam, no bairro do Estácio, na região central do Rio. Estão presos e aguardam julgamento pelos assassinatos o sargento reformado da Polícia Militar Ronnie Lessa, e o ex-PM Élcio Queiroz.

 

Pai mata filho após discussão sobre “comportamento familiar”


Jerzley Guedes, 32 anos, assassinado com tiro no peito pelo pai.

Um homem de 50 anos acabou preso em flagrante após ser acusado de matar o filho com um tiro no peito, na madrugada desta quarta-feira (28/7).O Corpo de Bombeiros Militar tentou socorrer a vítima, identificada como Jerzley Guedes, 32 anos, mas o homem não resistiu aos ferimentos. Ele era profissional de informática.

O caso aconteceu em Ceilândia Sul, Distrito Federal.

As investigações sobre a morte de Jerzley Guede apontam que o principal desfecho para o fim trágico foi uma discussão banal entre a vítima e o seu pai, Marcelo Machado Guedes, de 50 anos.





Segundo o delegado-chefe da 15ª Delegacia de Polícia (Ceilândia centro), Antônio Dimitrov, responsável pela investigação, o que foi apurado até o momento é que Jerzley convidou o pai para tomar vinho em casa. Num determinado momento, eles iniciaram uma discussão banal em razão de comportamento familiar.

“Os ânimos se exaltaram. O filho tirou a arma do cofre, e a discussão continuou a se acirrar. Jerzley deixou a arma sobre uma mesa, a esposa dele saiu para pedir ajuda e ouviu o disparo. Quando voltou, o pai estava pedindo perdão para o filho”, explicou o investigador.

Marcelo matou o filho, e, após atirar, ficou ao lado do corpo, próximo a uma poça de sangue. De acordo com informações obtidas pela reportagem e que constam na ocorrência policial, o pai da vítima colocou a arma no chão assim que os PMs chegaram no endereço. Ele acabou preso em flagrante.

De acordo com Antônio Dimitrov, após ser preso em flagrante, o pai da vítima foi levado para a unidade policial e permaneceu em silêncio.

Informações do Jornal Metrópoles.

Agressor que espancou mulher com bebê é preso em Gandu


Homem agride companheira com bebê no colo na Bahia — Foto: Reprodução/Redes Sociais.

Filmado agredindo a companheira com um bebê recém-nascido, um homem identificado como João Pedro Barreto, de 20 anos, teve o mandado de prisão preventiva cumprido por policiais da Delegacia Territorial (DT) de Gandu, nesta terça-feira (27). O caso ocorreu na localidade do Jericó, situada na zona rural.

O vídeo da agressão havia sido gravado pelo pai do homem, na tentativa de intimidá-lo, e circulou nas redes sociais. A equipe da unidade começou a apuração do caso, analisou as imagens e ouviu testemunhas. O titular da DT/Gandu, delegado Thiago Campos, solicitou a prisão preventiva do suspeito e iniciou as buscas para localizar o agressor.

“Ele apresentou-se na unidade policial acompanhado de um advogado, onde foi submetido aos procedimentos de praxe e ficará custodiado à disposição da Justiça”, explicou o delegado.

A vítima foi retirada do local onde residia e está sendo acompanhada pelo Conselho Tutelar. O agressor deve responder pelos crimes de lesão corporal e ameaça contra a companheira e o genitor. “As investigações foram concluídas e nos próximos dias o inquérito policial será encaminhado”, concluiu o titular.

Durante as diligências, as equipes ainda flagraram uma situação de maus tratos a animais na residência de familiares do agressor, em Lauro de Freitas. Dois cães foram resgatados do imóvel e encaminhados para atendimento veterinário. Essa ação contou com o apoio de policiais da 27ªDT/Itinga.

Policia Civil elucida homicídio na Av. Litorânea em Ilhéus


Leonardo confessou o homicídio.

O Núcleo de Homicídio da Polícia Civil de Ilhéus agiu rápido e apresentou na delegacia de polícia um homem identificado como Leonardo da Silva Oliveira, 33 anos, com passagens por furto, furto qualificado e violência doméstica.




Leonardo foi preso em flagrante e confessou que matou um homem de prenome Vinícios, vulgo Zoião,  por volta das 19 na Av. Litorâneas. Segundo testemunhas, o homicida e a vítima brigaram em bar na mesma avenida, quando desferiu um golpe de faca no pescoço da vítima, que correu para a frente do SAMU aonde acabou caindo sem vida.

Atuado em flagrante, o homicida encontra-se a disposição da Vara do Júri da comarca de Ilhéus.

Homem é morto na Av. Litorânea em Ilhéus

 

Homem é morto na Av. Litorânea em Ilhéus


Homem veio a óbito em frente a sede do SAMU. Foto Blog Agravo.

No início da noite desta segunda-feira (26), um homem ainda não identificado foi morto na Av. Litorânea, zona norte de Ilhéus.

As informações preliminares, são que o homem foi vítima de arma branca. O Departamento de Polícia Técnica foi acionada pela Polícia Militar, e já está no local realizando o levantamento cadavérico.

Mais informações a qualquer momento.




 

Policia Civil elucida homicídio na Av. Litorânea em Ilhéus

Homem que tentou matar três pessoas em Ilhéus é preso pela Polícia Civil


Crimes ocorreram no mesmo bairro, em diferentes datas. Uma das vítimas foi atingida por 21 tiros. Os ataques eram motivados pelo tráfico.

Com três mandados em aberto expedidos pela 1ª Vara do Júri da Comarca de Ilhéus, um homem de 23 anos foi preso, na manhã de quarta-feira (21), por policiais da 7ª Coordenadoria Regional de Polícia do Interior (Coorpin), com sede naquele município.

O suspeito identificado como Felipe Henrique Carvalho Gomes, vulgo Pipito, é acusado de praticar três tentativas de homicídio, no bairro Nossa Senhora da Vitória. Em um dos crimes, em agosto de 2020, um homem foi atingido por 21 disparos de arma de fogo. No mês setembro, o suspeito tentou matar a irmã dessa vítima.




O delegado Helder Carvalhal de Almeida, do Núcleo de Homicídios da 7ª Coorpin/Ilhéus, explicou que os ataques tem relação com disputas de traficantes daquele bairro. “O suspeito agia em retaliação a ação de outras quadrilhas”, afirmou.

O homem está custodiado na sede da Coordenadoria, de onde seguirá para o sistema prisional. “Sabemos que um comparsa dele já foi preso no final de 2020, pela Polícia Militar. Vamos continuar atuando para efetuar outras prisões”, acrescentou o delegado.

7ª Coorpin/Ilhéus fecha o cerco contra traficantes da região


Foto divulgação PC.

Um revólver calibre 38, oito munições, 71 porções de maconha, 60 gramas de crack, centenas de embalagens para acondicionar drogas, uma balança e a quantia de R$315, em espécie, foram apreendidos durante uma operação da Delegacia Territorial (DT) de Ibirapitanga, na segunda-feira (19).

O material estava em um ponto de venda e distribuição de drogas, no bairro Brasília. Um homem foi preso em flagrante e autuado por tráfico. Um adolescente, de 16 anos, que também estava no imóvel, foi ouvido e liberado. O resultado da apreensão deve ser periciado no Departamento de Polícia Técnica (DPT).

O coordenador da 7ª Coordenadoria Regional de Polícia do Interior (Coorpin/Ilhéus), delegado Evy Paternostro, informou que essas ações têm como objetivo localizar os pontos de venda de drogas e prender traficantes que atuam naquela região. “Estamos com investigações avançadas para desarticular essas quadrilhas. Vamos agir em diferentes cidades, com o intuito de tirar esses criminosos de circulação”, relatou Paternostro.

Ainda no curso das diligências no bairro Brasília, na manhã de terça-feira (20), um suspeito de roubo teve o mandado de prisão cumprido pelas equipes policiais. Ele estava com uma ordem judicial em aberto, que havia sido expedida pela Comarca de Jitaúna. O homem deve ser encaminhado ao sistema prisional.

Vídeo: PM agride e arrasta advogado algemado pelo chão


O advogado Orcélio Ferreira Silvério Júnior foi agredido por policiais do GIRO (Grupamento de Intervenção Rápida Ostensiva) – braço do Batalhão de Choque da Polícia Militar de Goiás – , na tarde desta quarta-feira (21/7), nas imediações do terminal Praça da Bíblia, em Goiânia.

Vídeos mostram que o jurista levou uma série de tapas, socos e é arrastado pelo chão, mesmo estando algemado às costas, após tentar interceder por um homem em situação de rua, que também foi agredido pelos agentes.



Nas imagens é possível ver que o advogado foi segurado pelos demais policiais, no chão, enquanto um deles desferia os golpes. Populares gritaram e tentaram impedir as agressões contra os homens, no entanto, sem sucesso. O pai do advogado, que aparece de camiseta branca no vídeo, se desespera com a situação.

Vídeo: