MP denuncia vereador Jairinho por torturar filha de ex-namorada


Menina era filha da então namorada do vereador. Foto Tânia Rêgo/Agência Brasil.

O Ministério Público do Estado do Rio de Janeiro (MPRJ) denunciou nesta sexta-feira (30), por tortura, o vereador Jairo Souza Santos Junior, o Dr. Jairinho. Entre os anos de 2011 e 2012, ele teria submetido a filha de uma namorada, então com quatro anos, a intenso sofrimento físico e mental, como forma de castigo pessoal.

O documento encaminhado à 2ª Vara Criminal de Bangu, na zona oeste da capital, relata que o vereador mantinha, à época, um relacionamento amoroso com a mãe da vítima e aproveitava-se do fato para, nas oportunidades em que se encontrava sozinho com a criança, torturá-la física e mentalmente. No documento, o MPRJ informa que “o denunciado batia com a cabeça da vítima contra diversos lugares, chutava e desferia socos contra a barriga da criança, além de afundá-la na piscina colocando seu pé sobre sua barriga, afogando-a, e de torcer seu braço”, diz a denúncia.

Ainda como forma de castigo, o vereador, que está atualmente em prisão temporária decretada pela Justiça por suspeita de atrapalhar as investigações que apuram a morte do menor Henry Borel, de 4 anos, afirmava para a menina “que ela atrapalhava sua mãe e que a relação do casal seria mais fácil sem ela no meio”, demonstrando o ódio que o denunciado nutria pela criança, que, no seu entendimento, atrapalhava o seu relacionamento amoroso.

A denúncia pede que, caso o denunciado seja posto em liberdade, compareça mensalmente ao juízo, no prazo e nas condições fixadas pelo juiz, para justificar atividades, seja proibido de se aproximar e manter contato com a vítima e seus familiares, em especial, os parentes que figuram como testemunha nos autos, e seja proibido de se ausentar do município sem prévia comunicação ao Juízo.

Jairinho foi incurso nas sanções penais do artigo 1º, inciso II c/c o parágrafo 4º, inciso II, do artigo 1º, todos da Lei 9.455/97 e n/f do artigo 71, do Código Penal.

Inquérito

O inquérito foi aberto pela Delegacia da Criança e Adolescente Vítima (DCAV) há cerca de um mês e reuniu laudos médicos da época das agressões contadas pela vítima e analisados por peritos do Instituto Médico Legal (IML) na época do crime. Ela tinha 4 anos de idade.

Além das provas documentais, os policiais ouviram o depoimento da vítima, que atualmente é adolescente e está com 13 anos. Após a morte de Henry, a família resolveu contar tudo o que aconteceu à polícia.

Trio suspeito de homicídio capturado com armas e drogas


Foto: Divulgação SSP.

Três suspeitos de participação em um homicídio foram capturados, na manhã desta sexta-feira (30), no município de Una, por integrantes do 3º Pelotão da 71ª Companhia Independente da Polícia Militar (CIPM/Canavieiras).

Segundo informações da comandante da unidade, major Poliana Fernandes Alves Viana, o crime ocorreu na quinta-feira (29). “Uma denúncia anônima indicou que eles estariam, eu uma casa, no bairro de Marcel Ganem. Fomos até o endereço e conseguimos localizá-los”, contou a oficial.

Os militares cercaram o local e visualizaram um dos homens saindo armado. “Os PMs anunciaram a abordagem, ele tentou correr, mas acabou alcançado com mais dois comparsas que estavam no imóvel”, acrescentou a oficial. Com eles foram apreendidos dois revólveres calibre 38, munições, um tablete de maconha e 12 porções da mesma erva, 20 papelotes de cocaína, uma balança e 87 pedras de crack.

O trio e todo o material foram apresentados na 7ª Coordenadoria Regional de Polícia do Interior (Coorpin).

Polícia desarticula quadrilha em Itambé


Deflagrada pela 21ª Coordenadoria Regional de Polícia do Interior (Coorpin) de Itapetinga, a Operação Archy cumpriu mandados contra integrantes de um grupo criminoso envolvido com homicídios, tráfico de drogas e roubo, em Itambé, na manhã desta quinta-feira (29).

O coordenador da Coorpin/Itapetinga, delegado Antônio Roberto Gomes Júnior, explica que a ação pretende desarticular a quadrilha, liderada por um homem, que já foi identificado e está sendo procurado. “Temos seis prisões expedidas contra esses criminosos e vamos localizá-los”.

As diligências realizadas no bairro Felipe Archy, naquela cidade, resultaram no cumprimento da ordem de prisão contra dois suspeitos e na apreensão de quatro aparelhos celulares, além de uma porção de droga.

“Um deles participou de duas tentativas de homicídio, enquanto o outro é suspeito de envolvimento no roubo de uma loja de departamento, de onde foram subtraídos mais de 50 celulares”, explicou o coordenador. A dupla está à disposição da Vara Criminal.

O delegado ainda acrescentou que equipes da Coordenadoria estiveram em Vitória da Conquista, no intuito de prender outros suspeitos. “As diligências e investigações continuam”, destacou.

Polícia Civil intercepta táxi que transportava armamento para facção criminosa em Ilhéus


Um taxista, de 43 anos, foi preso em flagrante, na noite de quarta-feira (28), por policiais da 7ª Coordenadoria Regional de Polícia do Interior (Coorpin), sediada em Ilhéus. O homem estava transportando armas e munições de Irecê para aquela cidade.

Uma pistola ponto 50, carregada, além de mais de 200 munições de diferentes calibres foram apreendidas, na ação policial. De acordo com o coordenador da 7ª Coorpin/Ilhéus, delegado Evy Paternostro, o homem entregaria o material aos integrantes de uma organização criminosa, naquele município. “Com essa prisão conseguimos interromper o fluxo de abastecimento de armamento nessas quadrilhas”, afirmou Paternostro.

Após ser autuado em flagrante, o suspeito permanece custodiado na unidade da Polícia Civil, onde aguarda ser transferido para o sistema prisional. Conforme apurado, o taxista já tinha uma condenação por furto qualificado. “Ele foi preso em São Paulo por subtrair malas e objetos de passageiros de um vôo”, informou o delegado.

O resultado da apreensão será encaminhado para o Departamento de Polícia Técnica (DPT), onde vai passar por perícia. “Com esse material fora de circulação, contribuímos para a diminuição dos crimes letais praticados por esses grupos”, concluiu o coordenador.

Ronda Maria da Penha captura agressor foragido em Itabuna


Um homem com mandando de prisão preventiva por ameaça, lesão e injúria contra uma ex-companheira foi capturado por policiais da Ronda Maria da Penha (ORMP). O flagrante aconteceu, na terça-feira (28), durante patrulhas ostensivas, no município de Itabuna.

O criminoso atuava de forma irregular, como mototáxi, no bairro de Mangabinha. “Há oito dias ele tentou esfaquear uma das nossas assistidas. Ela segue acompanhada pela ORMP, com medidas preventivas”, detalhou a comandante da Ronda de Itabuna, tenente Nalygia Feitosa dos Anjos Lacerda.

De acordo com a delegada Ivete Silva Santana Oliveira, titular da Delegacia Especializada no Atendimento à Mulher (DEAM) da cidade, local onde o criminoso foi encaminhado, essa é a quarta denúncia realizada pela vítima contra o mesmo agressor. Ele também responde processo por danos materiais.

Operação da PF contra Tráfico Internacional de Drogas cumpre mandados na Bahia


A Polícia Federal deflagra nesta quarta-feira (28/4) a operação Tanque Reserva, com o objetivo de dar cumprimento a mandados judiciais decorrentes de investigação sobre organização criminosa especializada no tráfico internacional de drogas com ramificações no Estado da Bahia.

Estão sendo cumpridos cinco mandados de busca e apreensão e um mandado de prisão temporária nos municípios de Salvador, Dias D’Ávila, Simões Filho e Barreiras.

A operação é um desdobramento das prisões e da grande apreensão realizada no último dia 5/4, em Santo Estêvão, quando quase uma tonelada de cocaína foi encontrada em fundos falsos de três caminhões-tanque que tinham como destino Salvador.

A partir da análise do material apreendido naquela oportunidade e com o aprofundamento das investigações, foi possível constatar o envolvimento de pessoas ligadas à empresa transportadora, proprietária dos caminhões, que a usavam para a prática criminosa.

Os investigados irão responder pelos crimes de tráfico de drogas e associação para o tráfico.

Polícia elucida latrocínio de taxista de Itabuna


Uma ação conjunta da 6ª Coordenadoria Regional de Polícia do Interior (Coorpin/Itabuna) com a Delegacia Territorial (DT) de Itajuípe resultou, nesta segunda-feira (26), na prisão de um dos suspeitos de envolvimento no latrocínio do taxista Amintas Feitosa de Moura Ferreira.

Segundo informações policiais, o suspeito foi preso em Inema, distrito de Ilhéus, sendo identificado como Jarbas Silva Júnior, que confessou participação no assassinato. O crime teria sido em pagamento a dívida de drogas dele com David Sena, outro suspeito de executar o taxista, que morreu um dia após o latrocínio.

O crime ocorreu no último dia 19, na zona rural de Itajuípe, depois que os suspeitos solicitaram uma corrida ao taxista, no centro de Itabuna. A vítima foi torturada, asfixiada e teve o veículo roubado. Objetos pessoais e uma quantia em dinheiro também foram subtraídos.

O carro foi encontrado incendiado, no município de Itapitanga. Um homem acusado de atear fogo no veículo, na tentativa de ocultar provas do crime, já havia sido preso pela Polícia Militar.

“Desta forma, a Polícia Civil acredita que elucidou completamente este crime bárbaro, que chocou toda a população grapiúna”, ressaltou o coordenador da 6ª Coorpin/Itabuna, delegado André Aragão Lima.

Polícia Federal desarticula organização criminosa especializada em ataques contra caixa eletrônicos


A Polícia Federal deflagrou, na manhã de hoje (23/4), a operação Pesca Urbana, para desarticular organização criminosa especializada na prática de furtos em terminais de autoatendimento de agências bancárias da Caixa Econômica Federal em diversos estados do País.

A execução da operação tem o emprego de 60 policiais federais, que cumprem seis mandados de prisão e 14 mandados de busca e apreensão, nas cidades de São Paulo (SP) e Vitória da Conquista (BA), além de medidas cautelares para sequestro de bens da organização criminosa. O grupo é investigado pelas unidades da Polícia Federal em Caxias do Sul e Sorocaba e teria praticado ações criminosas em vários estados do Brasil, atuando de forma “nômade”, mas com base no estado de São Paulo.

As investigações em Caxias do Sul iniciaram em janeiro de 2021, a partir da ação da organização criminosa contra nove agências da Caixa Econômica Federal na Serra Gaúcha. Na sequência, o grupo prosseguiu no Rio Grande do Sul com ataques a agências da Caixa Econômica Federal nas regiões da Grande Porto Alegre e do litoral gaúcho, e, posteriormente, em outros estados.

Em Sorocaba, as investigações tiveram início a partir da prisão em flagrante de um homem, em agosto de 2020. Posteriormente, no decorrer da investigação, foram realizadas outras prisões em flagrante de quatro homens e duas mulheres em ataques contra a Caixa Econômica Federal nos municípios paulistas de Americana (21/11/2020), Alumínio (24/12/2021) e Sorocaba (18/03/2021).

Nos meses de março e abril de 2021, com o andamento das investigações, oito homens e três mulheres integrantes da organização foram presos em flagrante em Vitória da Conquista, na Bahia, e nas cidades de Igarassu e Recife, em Pernambuco.

A ação de hoje visa à prisão de membros da organização criminosa e a apreensão de novos elementos de provas, bens adquiridos com o produto dos crimes e outros a serem identificados com a análise do material arrecadado, para cobrir os prejuízos gerados pelas condutas ilícitas.

Os investigados responderão pela prática dos crimes de furto qualificado (pena de reclusão de 2 a 8 anos, e multa), organização criminosa (pena de reclusão de 3 a 8 anos, e multa) e outros que venham a ser identificados na sequência das investigações.

Polícia prende suspeito de envolvimento na morte de taxista, em Itabuna


Corpo do taxista morto em Itajuípe é enterrado em Itabuna.

Um homem suspeito de participação na morte do taxista Amintas Feitosa de Moura Ferreira, de 71 anos, foi preso na tarde desta quinta-feira (22), na cidade de Itapitanga, no sul da Bahia.

O acusado identificado como Bruno Santos foi ouvido no início da noite de hoje, no Complexo Policial de Itabuna, pelos delegados que investigam o crime.

Bruno Santos, um dos suspeitos do homicídio de Amintas Feitosa de Moura Ferreira,

De acordo com a polícia, o suspeito confessou ter participação no crime, mas negou ter matado o motorista, e informou ainda os nomes de dois homens envolvidos no assassinato.

Através de imagens de câmeras de segurança a polícia chegou até dois suspeitos, que aparecem circulando nas proximidades de um ponto de táxi, no centro comercial de Itabuna, onde o taxista trabalhava. A vítima aparece e logo os dois homens vão ao encontro dele, conversam e saem juntos.

“Não é comum o crime de latrocínio, o agressor torturar a pessoa para obter o objeto. Vendo as imagens a gente acredita que foi premeditado, que não foi de forma aleatória”, disse o delegado Luciano Medeiros.

Após um cortejo, o corpo do taxista foi enterrado na tarde desta quinta, em Itabuna. Amigos, familiares e colegas de trabalho estiveram presentes no sepultamento. Eles cobraram justiça pela morte de Amintas.

“Não vai trazer a vida dele, mas queremos esclarecimentos disso e a punição para os responsáveis”, disse Eduardo Cardoso, presidente do Sindicato de Taxistas de Itabuna.

Bahia: Polícia Militar resgata cão que teve órgão genital cortado


PMs, moradores de Ondina e integrantes de uma ONG conseguiram auxílio em uma clínica veterinária.

Guarnições da 12ª Companhia Independente da Polícia Militar (CIPM/Rio Vermelho) resgataram um cachorro, na manhã desta quarta-feira (21), que teve seu órgão genital cortado. O animal foi amarrado e abandonado na praia do bairro de Ondina, em Salvador.

Os militares chegaram até o cão, após ligações para o Centro Integrado de Comunicações (Cicom), via telefone 190. Um pescador informou que visualizou o momento da agressão.

De imediato e contando com apoio de moradores da região e de integrantes de uma ONG, o animal, apelidado de “Guerreirinho”, foi levado para a clínica veterinária Vital Dog, no bairro de São Cristóvão. No local, o cão recebeu o atendimento médico necessário e segue internado.

“Estamos indignados com total crueldade e trabalhando para identificar o autor”, afirmou a comandante da 12ª CIPM, major Érica Patrícia Santos Silva. A oficial ressaltou ainda o comprometimento dos moradores, dos integrantes de uma ONG e dos responsáveis pela clínica. “A união realmente fez a força nesse caso”, completou.