Pré-candidato ao Governo do Estado, ACM Neto recebe o Movimento Juntos Somos + Fortes


“Caso tenha oportunidade de ser governador, a segurança pública terá prioridade”, explicitou ACM na reunião.

Nesta sexta-feira (10), representantes do Movimento Juntos Somos + Fortes se reuniram com o ex-prefeito de Salvador e pré-candidato ao Governo do Estado, ACM Neto, para discutir as propostas do político para a segurança pública na Bahia. A reunião que ocorreu no escritório de Neto em Salvador também a presença do vereador Sandro Bahiense (PATRIOTA).

Durante o encontro, que foi marcado pela entrega da Nota Técnica da Carreira Policial Civil ao pré-candidato a governador, ACM Neto declarou que, caso eleito, a segurança pública no Estado será uma prioridade. “Não há como a gente pensar, reverter esse grave quadro de violência na Bahia sem valorizar os profissionais, as pessoas que estão na linha de frente”, falou o ex-prefeito de Salvador.

Mencionando a necessidade de valorização profissional, ACM Neto afirmou que está aberto disposto a dialogar sobre a regulamentação do salário de nível superior, previsto no parágrafo 1º do artigo 46 da Lei Orgânica da Polícia Civil do Estado da Bahia de nº 11.370/2009 e discutir outras pautas da categoria.

Preso pela CAERC, envolvido em roubos a bancos oferece R$ 30 mil para ser solto


Equipes da Companhia Independente de Policiamento Especializado (Cipe) Cacaueira e do 15º Batalhão de Polícia Militar (BPM) prenderam em flagrante, na quinta-feira (9), um suspeito de crimes contra instituições e financeiras e tráfico de drogas. Sua companheira também acabou autuada. O homem, flagrado com dinheiro e armas, ofereceu mais de R$ 30 mil reais para ser solto.

De acordo com o comandante da Cipe Cacaueira, major Fábio Rodrigo, os PMs tiveram a informação de que um suspeito de participação na explosão de um banco do município de Iguaí, estava no bairro de Nova Serrada, em Itabuna. As equipes foram verificar a informação e encontraram o criminoso, que foi abordado.

O homem estava com duas pistolas calibres 380 e 9 milímetros, além de uma quantia em dinheiro. Para evitar a prisão, o homem tentou subornar os militares e pediu mais dinheiro à sua companheira. Ao chegar no local com o valor, a mulher também acabou presa.

A dupla foi encaminhada à 6ª Coordenadoria Regional de Polícia do Interior (Coorpin/Itabuna).

Aprovado PL que institui programa de incentivo a contratação de mulheres em situação de violência doméstica


O Projeto de Lei nº 119/2021 de autoria do Presidente da Câmara de vereadores Jerbson Moraes (PSD), que institui o Programa de Incentivo a Contratação de Mulheres em situação de violência doméstica no Município de Ilhéus, foi aprovado em Sessão Extraordinária nesta quarta-feira (08), na Câmara Municipal de Ilhéus.

Segundo o vereador, autor do projeto, o objetivo é estimular a contratação de mulheres em situação de violência doméstica, objetivando apoiar a autonomia financeira, por meio de sua inserção no mercado de trabalho. “O programa consiste em mobilizar as empresas e estabelecimentos comerciais, localizados no Município de Ilhéus, a disponibilizarem vagas de emprego com prioridade a essas vítimas de violência doméstica e familiar, por meio da criação do “banco de empregos”, onde as empresas interessadas em participar do programa farão cadastro junto ao Poder Executivo Municipal”, explicou o edil.

A assistência especificada nesta Lei se restringe às mulheres domiciliadas no Município de Ilhéus, na Bahia. Uma das exigências é que o Poder Executivo disponha de departamento específico para o acolhimento das mulheres beneficiadas por esta Lei, cadastro e direcionamento para as empresas previamente cadastradas no programa.

Jerbson explicou que a violência contra a mulher existe em diversas formas – desde assédio moral até homicídio – que se manifesta contra ela simplesmente pelo fato de ser mulher. É uma forma de violência de gênero e esse crime é a maior maneira de violar os direitos humanos da mulher, sua integridade física, psicológica e moral. “Importante frisar, que na maioria das vezes, a violência aqui tratada não é realizada em público – como acontece com os homens, que agem de maneira violenta entre si publicamente, mas sim em âmbito privado. E é uma realidade na nossa cidade”, justificou o parlamentar.

Pesquisas comprovam que grande parte das mulheres vítimas de violência doméstica não procuram ajuda, e as que conseguem romper essa barreira, desistem da ação. Sendo uma das principais razões, o medo de não conseguir sustentar a família por conta própria, já que muitas vezes a mulher depende economicamente do agressor, inclusive no sustento dos seus filhos. Para interromper esse ciclo vicioso é importante reconhecer que essas mulheres estão em situação de vulnerabilidade financeira, sendo necessário que as deem empoderamento por meio da oportunidade do emprego com encaminhamento prioritário, que deverá ocorrer com extrema discrição para que essas mulheres nao cheguem no local de trabalho rotuladas.

Vídeo:

Polícia intercepta fuzil e drogas que tinha como destino Ilhéus


Foto divulgação SSP/Bahia.

Drogas e um fuzil foram apreendidos na BA-502, no KM 14, pelo Batalhão de Polícia Rodoviária (BPRv) durante uma abordagem a um casal em um HB20 de cor branca, que demonstrou nervosismo e os policiais suspeitaram. Na busca pessoal e veicular foram encontrados um fuzil, 100 munições e 10 tabletes de cocaína. A dupla foi presa em flagrante e levada para a Central de Flagrantes de Feira de Santana.

Segundo informações policiais, o casal preso é de Ilhéus e estariam transportando a drogas e a arma para o município do sul da Bahia.

“Três fuzis apreendidos representa uma ação muito exitosa, pois essas armas utilizadas por bandidos quebra a cadeia de produção do tráfico de drogas. Além disso, mostra uma mudança de comportamento na abordagem do policial rodoviário, dando ênfase na abordagem policial para posteriormente a abordagem técnica de trânsito”, destaca o tenente-coronel César Castro, comandante do BPRv.

Presos três envolvidos em ataque a banco em Iguaí


Três homens envolvidos no ataque a uma agência bancária em Iguaí, na madrugada desta sexta-feira (3), foram presos por uma guarnição da Polícia Militar e conduzidos para a Delegacia Territorial (DT), daquela cidade, onde foram autuados em flagrante por roubo.

Com os suspeitos, de 22, 26 e 27 anos, a polícia apreendeu dois veículos com restrição de roubo, usados na ação criminosa. Os carros vão passar por perícia. A agência explodida também foi periciada por equipes do Departamento de Polícia Técnica (DPT).

De acordo com o coordenador de banco de Vitória da Conquista, delegado Elvander Rodrigues Miranda, ao tomar conhecimento do fato, equipes dos Departamentos de Repressão e Combate ao Crime Organizado (Draco) e de Polícia do Interior (Depin) iniciaram as incursões para tentar localizar os suspeitos.

Os flagranteados foram submetidos a exames de lesões corporais e encaminhados ao Complexo Policial de Itapetinga, onde estão à disposição da Justiça, aguardando pela audiência de custódia.

“Seguiremos com as investigações para identificar e prender os outros envolvidos no crime”, ressaltou o delegado Odair Carneiro, titular da Coordenação de Repressão a Crimes Contra Instituições Financeiras do Draco.

Suspeito de envolvimento em morte de casal é preso em Canavieiras


O casal Rafael Luz e Jaqueline Santiago de Jesus, foram mortos no dia 30 de outubro.

Um homem de 28 anos foi preso, na última terça-feira (23), em Canavieiras, pela participação no homicídio de duas pessoas em outubro. A ação foi realizada pela Delegacia Territorial (DT) do município e pela 7ª Coordenadoria Regional de Polícia do Interior (Coorpin/Ilhéus).

As equipes cumpriram mandados de busca e apreensão e de prisão em desfavor de um dos dois suspeitos de envolvimento no crime. A dupla é apontada como responsável por, após uma discussão, perseguir as vítimas com uma motocicleta e atirar contra elas. Na ocasião, foram mortos Rafael Cruz de Macedo, de 33 anos, e Jaqueline Santiago de Jesus, de 30.

“Quando as vítimas se aproximavam de casa, o carona da moto, que cumpre pena de tráfico em liberdade, desferiu dois disparos nas costas de Rafael. Nesse momento, Jaqueline tentou impedir que o executor concluísse o crime, ficando na frente do companheiro. Então, ele desferiu um tiro fatal contra ela. Em seguida, o executor foi até Rafael, que estava caído ainda com vida, e deflagrou mais dois tiros”, explicou o titular da DT de Canavieiras, Renato Fernandes.

Os dois acusados pelo duplo homicídio.

Durante a operação, foram apreendidos objetos que compõem o rol de provas, inclusive a motocicleta utilizada no crime. No cumprimento do mandado, o autor dos tiros, Marlon Niza Júnior, conseguiu fugir e continuará sendo investigado, mas o outro envolvido, Alef Dias Santos, se entregou e está à disposição do Poder Judiciário.

PC e PM localizam dupla que chefiava tráfico em Ibicuí


Com passagens por tráfico de drogas e homicídio, dois suspeitos foram localizados, na noite de quinta-feira (18), após ação conjunta entre as polícias Civil e Militar no município de Ibicuí, Sudoeste baiano. Homens, que controlavam o tráfico de drogas na região, foram encontrados após denúncias anônimas sobre possível esconderijo.

Equipes das Delegacias Territoriais (DTs) de Ibicuí e de Iguaí, além de guarnições da 8ª Companhia Independente da Polícia Militar (CIPM/Itapetinga) seguiram até o bairro de Tancredo Neves, na localidade conhecida como ‘Roça Comunitária do Matadouro’. No local as equipes foram recebidas com tiros pelos criminosos.

Conforme explicou o titular da 21ª Coordenadoria Regional de Polícia do Interior (Coorpin) de Itapetinga, delegado Antônio Roberto Gomes, houve confronto e dois criminosos acabaram feridos. “Ambos foram socorridos para o Hospital de Iguaí, mas um não resistiu. O outro foi levado para o Hospital de Base Luís Eduardo Magalhães, em Itabuna, onde segue custodiado”, disse o delegado.

Com a dupla foram encontrados dois revólveres calibres 38, munições, 16 pedras de crack, sete pinos de cocaína, três trouxas de maconha e um celular.

“O criminoso foi autuado em flagrante por tráfico de drogas e tentativa de homicídio, já que atirou contra as guarnições. Ele segue à disposição da Justiça”, concluiu Antônio.

Empresário foi morto por ciúmes em Ilhéus


O empresário George Carlos de Carvalho Silva tinha 35 anos. Foto redes sociais. 

A Polícia Civil de Ilhéus, por intermédio do Núcleo de Homicídio, está investigando a morte do empresário George Carlos de Carvalho Silva, assassinado na madrugada desta quinta-feira (18), no bairro Nossa Senhora da Vitória, zona sul de Ilhéus.

Segundo informações policiais, George e dois amigos estavam bebendo quando a esposa de um deles, identificado como Thiago Nery, comentou que a vítima estava dando em cima dela.

Ainda segundo uma testemunha presencial, em reação de fúria, Thiago desferiu uma facada no tórax da vítima, atingindo o coração.

A Polícia Civil foi acionada, chegando ao local, encontrou o corpo da vítima no chão, com um único ferimento de faca.

George Carlos tinha 35 anos e era proprietário de uma loja de manutenção de celular no bairro Nossa Senhora da Vitória. O crime gerou grande comoção e pedidos de justiça nas redes sociais.

O Núcleo de homicídio ouviu testemunhas nesta quinta-feira, sendo a principal, o homem que estava bebendo com a vítima e o homicida.

Quatro homens têm mandados cumpridos em Itabuna


Policiais civis de Itabuna prenderam, nesta terça-feira (16), quatro homens no cumprimento de mandados judiciais. Um deles foi preso por investigadores da 6ª Coordenadoria Regional de Polícia do Interior (Coorpin) e os outros três, por equipes da Delegacia de Repressão de Furtos e Roubos (DRFR) do município.

A primeira ação ocorreu no bairro da Mangabinha, onde os policiais localizaram um homem de 26 anos que havia jogado fora sua tornozeleira eletrônica, com o objetivo de fugir do sistema prisional. As investigações da unidade, entretanto, resultaram na recaptura do acusado de roubo, que tem a cumprir uma pena de cinco anos, dois meses e nove dias em regime fechado.

Em seguida, equipes da DRFR cumpriram mais três mandados de prisão, contra dois homens de 25 e um de 26, todos já condenados por roubo majorado pelo concurso de pessoas e emprego de arma de fogo. Eles estavam em cumprimento de regime semiaberto e têm penas entre cinco e seis anos.

De acordo com o coordenador da 6ª Coorpin, Evy Paternostro, as operações demonstram a intensidade do trabalho da Polícia Civil para fazer cumprir a lei. “Os citados foram investigados pela Polícia Civil, denunciados pelo Ministério Público e condenados pela Justiça. Dessa forma, o objetivo das diligências foi o de retirar de circulação indivíduos que já deveriam estar cumprindo suas penas pela prática de crimes contra o patrimônio no Conjunto Penal da cidade”, declarou.

Todos os presos serão submetidos a exame de corpo de delito e aguardarão audiência de custódia no Complexo Policial de Itabuna, antes de serem transferidos para o sistema prisional.

Polícia Federal combate incitação ao crime de racismo e veiculação de ideias nazistas e de supremacia branca


Jovem se autointitulava um “nazista alemão reencarnado” e divulgava vídeos e imagens dos massacres ocorridos nas cidades de Suzano/SP e Columbine/CO/EUA.

A Polícia Federal cumpriu nesta quarta-feira (17/11) mandado de busca e apreensão na residência de um aluno do Instituto Federal do Paraná-IFPR, investigado pela prática de crimes de incitação ao crime de racismo, bem veiculação da cruz suástica, ideais nazistas e de supremacia branca em redes sociais.

Segundo a investigação, o jovem vinha divulgando imagens contendo mensagens depreciativas e imagens de menosprezo acerca do povo Judeu.

Além disso, o jovem se autointitulava um “nazista alemão reencarnado” e divulgava vídeos e imagens dos massacres ocorridos nas cidades de Suzano/SP (2019) e Columbine/CO/EUA (1999), enaltecendo tais atos, praticados por jovens com idade bastante próxima a do investigado.

Após o cumprimento da ordem judicial, o jovem teve seus dispositivos eletrônicos arrecadados pela equipe de investigação e foi ouvido na Delegacia de Polícia Federal de Paranaguá.

Com análise do conteúdo, a Polícia Federal pode concluir as investigações ou mesmo identificar outros envolvidos.

Se comprovada a prática do crime, o jovem será indiciado pela Polícia Federal e poderá sofrer pena de até cinco anos de reclusão e multa, conforme art. 20, parágrafo 1°, da Lei 7.716/1989, além de eventuais outros crimes que possam ser identificados a partir das buscas.