Mega-Sena sorteia nesta quarta-feira prêmio de R$ 3 milhões


Imagem ilustrativa

 

A Mega-Sena pode pagar um prêmio estimado em R$ 3 milhões nesta quarta-feira (5), para quem acertar as seis dezenas do concurso 2.286.

O sorteio será realizado a partir das 20h (horário de Brasília), no Espaço Loterias Caixa, localizado no Terminal Rodoviário do Tietê, na cidade de São Paulo.

As apostas podem ser feitas até as 19h (horário de Brasília) nas casas lotéricas credenciadas pela Caixa em todo o país ou pela internet.

Segundo a Caixa, o valor do prêmio, caso aplicado na poupança, renderia mais de R$ 3 mil por mês. O volante, com seis dezenas marcadas, custa R$ 4,50.

Lotofácil

De acordo com a Caixa, começaram a valer, nesta semana, as alterações na Lotofácil. A partir de agora, os sorteios passam a ser diários, de segunda-feira a sábado.

Ceará bate o Bahia de novo e é bicampeão da Copa do Nordeste


A ‘Lampions League’ volta a ser do Vozão cinco anos depois, também de maneira invicta. O Alvinegro cearense venceu o Bahia em Salvador por 1 a 0, gol de Cléber Bonfim. Foram duas vitórias nas finais, 4-1 no agregado, coroando o técnico Guto ‘Gordiola’ Ferreira e o atacante Vinícius como destaques.

Com o bicampeonato do Ceará, o futebol cearense marca sua dominância na Copa do Nordeste desde o seu retorno em 2013. Agora, são dois títulos do Alvinegro e mais um título do Fortaleza, totalizando três conquistas de oito possíveis. E essas conquistas vieram todas nos últimos seis anos – em 2015, 2019 e 2020.

Vídeo:

 

Covid-19: Saúde de Ilhéus alerta para o cuidado com os idosos e atendimento precoce


Do total de 154 óbitos por Covid-19, 78,5% são de idosos.

 

Durante a reunião do Comitê Operacional de Emergência (COE) de enfrentamento à pandemia do coronavírus, a Secretaria Municipal de Saúde (Sesau) da Prefeitura de Ilhéus alertou para a necessidade de todos redobrarem os cuidados para a prevenção da Covid-19, principalmente em relação aos idosos e pessoas com comorbidades. O atendimento e internamento precoces, logo no início da apresentação dos sintomas, de idosos, pessoas com comorbidades, inclusive os jovens e adultos saudáveis, sem doenças crônicas, também são medidas que devem ser levadas a sério, pois podem salvar muitas vidas, é o que destacou o órgão da saúde do município de Ilhéus.

Os mais atingidos pela Covid-19 são pessoas com 60 anos ou mais, principalmente com doenças associadas, como as cardiovasculares e diabetes, conforme dados apresentados pela Sesau. Do total de 154 óbitos por Covid-19 divulgados no boletim até o último dia 3 (terça-feira), 78,5% são de idosos, sendo que do total de óbitos, a faixa etária com maior registro de falecimentos foi das pessoas de 60 a 89 anos, com 105 falecidos.

“As observações demonstram que os idosos estão se infectando dentro de casa e, quando buscam atendimento, estão chegando tardiamente, com mais de 8 dias de apresentação dos sintomas. Pessoas que estão em circulação acabam levando o vírus para dentro de casa e contaminando os idosos. Todo cuidado é pouco. Por isso, além da adoção de medidas rigorosas de prevenção e higiene, se houver apresentação de sintoma gripal, por mais leve que seja, é preciso buscar o atendimento Covid-19 no início dos sintomas e sair de circulação social, com o isolamento domiciliar. O internamento precoce pode salvar muitas vidas. É preciso consciência”, explicou o médico infectologista Gustavo Cunha.

As orientações transmitidas pelas organizações de referência em saúde reforçam a necessidade de transformar o comportamento social com a aplicação do distanciamento de outras pessoas, o que antes requer uma mudança de pensamento. O infectologista Gustavo enfatizou que realizar a correta e frequente lavagem das mãos com água e sabão, fazer o uso das máscaras de proteção, uso do álcool em gel 70% e nas superfícies de contato, bem como o distanciamento social de pelo menos dois metros, são as medidas preventivas e os meios para se proteger da contaminação pelo coronavírus.

Na reunião do COE, os números apresentados informam que dos 78,5% que faleceram por Covid-19, 37 foram de pessoas na faixa etária de 60 a 69 anos, 35 falecimentos de pessoas de 70 a 79 anos, 33 falecidos com idade de 80 a 89 anos, 15 óbitos de pessoas entre 90 a 99 anos e 1 falecido acima de 100 anos. Os outros 21,5% dos óbitos correspondem a 33 falecimentos, sendo 4 de pessoas entre 30 a 49 anos, 12 óbitos de pessoas com 40 a 49 anos e 17 óbitos foram de pessoas entre 50 e 59 anos.

MEC autoriza ensino à distância para cursos de educação profissional técnica


Por causa da pandemia do coronavírus, o Ministério da Educação autorizou o ensino à distância até 31 de dezembro deste ano para alunos matriculados em instituições federais de ensino médio técnico e profissional. A portaria nº 617, publicada nesta terça-feira (4) no Diário Oficial da União, também autoriza a suspensão das aulas presenciais.

E, deixa claro, que as instituições de ensino que optarem pela suspensão das aulas presenciais “deverão repô-las integralmente, para cumprimento da carga horária total estabelecida no plano de curso aprovado”. Para isso, poderão alterar os calendários escolares, inclusive os de recessos e férias. Em junho, uma portaria semelhante autorizou que as universidades federais mantivessem as aulas a distância até o fim deste ano.

Essa portaria, como explicou a diretora de Políticas e Regulação de Educação Profissional e Tecnológica, do Ministério da Educação, Marilza Machado Gomes Regattieri, permite que as instituições de ensino possam refazer o planejamento das atividades pedagógicas neste segundo semestre. “Essa portaria permite organizar da melhor forma o planejamento das atividades pedagógicas, mas ela não permite que se deixe de cumprir com a carga horária e com as competências previstas no plano curricular. Ou seja, o aluno não pode ser prejudicado”, disse.

“A portaria vem atuar contribuindo com uma maior possibilidade de assegurar aos estudantes o desenvolvimento de aprendizagens ao longo desse período de uma forma segura e que promova uma interação com a escola, colegas e professores”, completou. A medida abrange cerca de 600 mil alunos, de 1.500 instituições de ensino.

Uma dessas escolas é o Instituto Federal de Brasília. “Essa volta às aulas tem o objetivo de evitar o retrocesso de aprendizagem e resgatar o vínculo do estudante com seus professores e a escola”, disse Luciana Massukado, reitora da instituição.

E para garantir a inclusão digital dos estudantes para as atividades acadêmicas não presenciais, o Instituto Federal de Brasília lançou um edital com medidas de apoio a recursos tecnológicos de informação e de comunicação. Por exemplo, chips de acesso à internet e tablets para estudantes em situação de vulnerabilidade socioeconômica. “O isolamento social não pode ser confundido com isolamento educacional. Vamos preservar vidas, mas sem deixar de educar”, complementou a reitora.

A portaria do Ministério da Educação estabelece que as instituições federais de ensino médio técnico e profissional que optarem por substituir as aulas presenciais por atividades não presenciais deverão ficar responsáveis por definir as atividades curriculares, disponibilizar ferramentas e materiais aos estudantes e acompanhar o desenvolvimento dos alunos e a realização de eventuais avaliações.

Os estudantes de cada curso, conforme o documento, deverão ser comunicados sobre o plano de atividades definido para o período, com antecedência de, no mínimo, 48 horas da execução das atividades.

“Essa portaria ela vem atuar contribuindo com uma maior possibilidade de assegurar aos estudantes o desenvolvimento de aprendizagem ao longo desse período de uma forma segura e de uma forma que também promova a interação com a escola, com os colegas, com os professores, que é tão importante e que, certamente, a gente também está sentindo falta”, completou a secretária do Ministério da Educação.

Pesquisa com alunos e professores do ensino superior

Para entender a percepção de alunos e professores sobre a nova rotina de aulas e estudos em função da pandemia, o Ministério da Educação ampliou o prazo de pesquisa com a comunidade acadêmica. Quem quiser participar, tem, agora, até o dia 14 de agosto, para responder ao questionário on line.

A pesquisa começou em julho. Podem participar, alunos e professores de todas as instituições de ensino superior das redes pública e privada que estavam matriculados ou lecionaram no primeiro semestre deste ano em cursos presenciais.

Se você é professor do ensino superior, poderá responder ao questionário neste endereço eletrônico. Se você é aluno de qualquer instituição do ensino superior, poderá clicar no link para responder ao questionário. Alunos e professores também receberam o questionário por e-mail cadastrado junto à instituição de ensino.

Vídeo: Passa de 70 o número de mortos por explosão gigantesca em Beirute


Uma explosão gigantesca em armazéns no porto de Beirute matou mais de 70 pessoas, feriu mais de 2.750 e provocou ondas de choque que estilhaçaram janelas, danificaram edifícios e fizeram estremecer o chão da capital libanesa nesta terça-feira (4).

Autoridades disseram que o número de mortos deve crescer, à medida que equipes de emergência escavam os destroços para resgatar pessoas e retirar os corpos. Foi a mais poderosa explosão em anos a atingir Beirute, que já sofre com uma crise econômica e com a pandemia do novo coronavírus.

O ministro do Interior do Líbano afirmou que informações iniciais indicavam que material altamente explosivo, apreendido anos atrás, estava armazenado no porto e havia explodido.

Israel, que já travou diversas guerras contra o Líbano, negou qualquer tipo de envolvimento e ofereceu ajuda.


“O que estamos testemunhando é uma enorme catástrofe”, afirmou o diretor da Cruz Vermelha no Líbano, George Kettani, à rede Mayadeen. “Há vítimas e mortos por toda parte”.

Horas após a explosão, que aconteceu pouco depois das 18h (horário local), um incêndio ainda ardia no distrito portuário, projetando um brilho alaranjado no céu noturno, enquanto helicópteros sobrevoavam e sirenes de ambulância soavam por toda a capital.

Confira o vídeo com vários ângulos da explosão em Beirute: 

Uma fonte da área de segurança disse que vítimas foram levadas para tratamento fora da cidade pois os hospitais de Beirute estavam lotados de feridos. Ambulâncias da Cruz Vermelha do norte e do sul do país e do vale do Beca, no leste, foram chamadas para ajudar.

A explosão foi tão grande que alguns moradores de Beirute, onde ainda estão vivas as memórias dos bombardeios pesados durante a guerra civil que durou entre 1975 e 1990, pensaram estar passando por um terremoto. Pessoas atordoadas, feridas e chorando andavam pelas ruas procurando parentes.

“Eu prometo que esta catástrofe não passará sem que os culpados sejam responsabilizados”, disse o primeiro-ministro, Hassan Diab, em pronunciamento ao país. “Os responsáveis pagarão o preço”, disse em um discurso televisionado, acrescentando que os detalhes do “perigoso depósito” que explodiu seriam tornados públicos.

O ministro do Interior disse ao canal de televisão Al Jadeed que nitrato de amônio era armazenado no porto desde 2014.

Imagens da explosão compartilhadas por moradores da cidade nas redes sociais mostram uma coluna de fumaça subindo do porto, seguida por uma enorme explosão, provocando uma bola de fogo e uma nuvem branca no céu. Pessoas que filmavam o incidente a partir de edifícios altos a 2 quilômetros do porto foram arremessadas para trás pela onda de choque.

Não ficou imediatamente claro o que causou o foco de incêndio inicial que provocou a explosão.

O ministro da Saúde do Líbano disse que ao menos 78 pessoas foram mortas e que mais de 2.750 ficaram feridas. A Cruz Vermelha libanesa disse que centenas de pessoas foram levadas a hospitais.

O governador do porto de Beirute disse ao canal Sky News que uma equipe de bombeiros que estava combatendo o incêndio inicial havia “desaparecido” após a explosão.

O presidente Michel Aoun convocou uma reunião de emergência do Conselho Supremo de Defesa. O primeiro-ministro pediu um dia de luto na quarta-feira.

O poderoso movimento libanês do Hezbollah disse que todas as forças políticas do país devem superar a “dolorosa catástrofe” depois da explosão.

Um navio da força-tarefa marítima da ONU no Líbano que estava atracado no porto de Beirute foi danificado, e alguns militares da força de paz ficaram feridos na explosão, disse a Força Interina das Nações Unidas no Líbano (Unifil).

Após reunião Sindipoc solicita a nomeação de concursados


O Sindicato dos Policiais Civis do Estado da Bahia (SINDPOC), esteve reunido na última quarta-feira (29) com o Secretario de Relações Institucionais do Governo do Estado, Jonival Lucas para tratar das pautas da categoria. Durante a reunião, foi possível discutir sobre as questões relacionadas à Pandemia, no qual o sindicato solicitou a intermediação da Serin para abertura de diálogo com o Secretário de Segurança Pública para que os pleitos sejam atendidos.

O Presidente do SINDPOC, Eustácio Lopes, também solicitou do Governo do Estado a nomeação dos concursados de 2018, aprovados e aptos para exercerem suas funções, assim ampliando o quadro de servidores que poderão atuar diretamente no combate à Pandemia, já que muitos servidores estão afastados por serem do grupo de risco, ou estarem em licença médica devido infecção pela covis-19.

“A mobilização do SINDPOC junto ao Secretário Jonival Lucas, veio como cenário positivo, pois nesta terça-feira (04), foi publicado no Diário Oficial do Estado a convocação dos aprovados para tomarem posse em suas respectivas áreas”, pontua o presidente do SINDPOC Eustácio Lopes.

Mesmo com a convocação sendo realizada, o SINDPOC alerta que ainda não é o efetivo necessário para atender as necessidades de todas as Delegacias do estado. Foram convocados 162 novos servidores para cargos como o de Delegado, escrivão e investigador.

Participaram da reunião a vice-presidente, Ana Carla Souza, diretor Agrimaldo Souza, Kelly Costa, coordenadora executiva de Articulação Social da Serin, Marivaldo Dias, assessor especial da Serin.

Vereador Paulo Carqueija propõe castração gratuita para animais de cuidadores de baixa renda


Vereador Paulo Carqueija.

 

O vereador Paulo Carqueija, solicitou por meio de requerimento à Mesa Diretora da Câmara Municipal de Ilhéus, que encaminhe ao Poder Executivo, ofício que trata da obrigatoriedade do município disponibilizar castração gratuita para todos os cães e gatos em estado de abandono, sob os cuidados de tutores com baixa renda e de entidades que zelam pelo bem-estar animal.

O vereador chama aatenção da Prefeitura para a sala de cirurgia do Centro de Zoonose de Ilhéus que encontra-se desativada.

Segundo Carqueija, é necessário realizar uma força-tarefa com as secretarias de Saúde e Assistência Social, utilizando os próprios equipamentos, em busca ativa com equipe do Centro de Zoonose para realizar as castrações em bairros e distritos, utilizando a dependência de algumas unidades escolares que estão sem aula, levando em conta os protocolos de segurança para evitar aglomeração.

Secretaria da Saúde da Bahia realiza processo seletivo simplificado para contratação de 30 técnicos de nível superior


A Secretaria da Saúde do Estado da Bahia (Sesab) vai contratar, para a função temporária de técnico de nível superior, 30 profissionais das áreas de ciências jurídicas (28) e administração (2). Para ambos os cargos, a remuneração alcança R$ 2.729,78, já incluída a gratificação de função, todas com lotação em Salvador, além de auxílio transporte e alimentação. Ainda poderá ser acrescido percentual variável de insalubridade a depender da unidade de trabalho.

As inscrições ocorrem exclusivamente pela internet, no site selecao.ba.gov.br, no período de 18 a 24 de agosto de 2020. A convocação dos aprovados está prevista para 24 de outubro de 2020. O edital foi publicado no Diário Oficial do Estado da Bahia desta terça-feira (4) e há vagas reservadas para pessoas com deficiência (5%) e negros (30%).

Os aprovados terão direito a contrato de dois anos, podendo ser renovado por igual período. Para todas as funções temporárias será ofertada, de forma facultativa, a assistência médica do Estado somente para o titular, mediante contribuição mensal.

Para ter acesso ao edital completo, clique aqui.

MPF pede que pastor pague R$ 300 mil por prometer falsa cura da Covid-19


O Ministério Público Federal (MPF) ajuizou uma ação civil pública pedindo que o pastor Valdemiro Santiago e a Igreja Municipal do Poder de Deus paguem pelo menos R$ 300 mil de indenização por terem divulgado uma cura falsa da Covid-19. O pastor evangélico vendeu sementes de feijão em seu canal no YouTube e afirmou que, se fossem cultivadas, elas curariam o coronavírus.

Valdemiro chegou a citar o caso de um fiel cuja recuperação plena da doença usando os feijões estaria comprovada por um atestado médico. Os vídeos foram publicados em maio. Ele chegava a cobrar R$ 1 mil pelas sementes.

A informação sobre o tratamento foi desmentida pelo Ministério da Saúde, que também é alvo da ação do MPF por ter removido de site a mensagem de alerta contra os anúncios enganosos de Valdemiro. Segundo o órgão, a publicação, feita após pedido do MPF, ficou no ar por pouco tempo e foi removida “sem explicações”. Na ação, o MPF pede que a Google Brasil, responsável pelo YouTube, seja obrigada a preservar a íntegra dos vídeos (já removidos da plataforma a pedido do MPF) e forneça os dados cadastrais do usuário que os publicou para que sejam usados na instrução processual.

Com informações da Ascom MPF.

Força-tarefa montada pela Prefeitura intensifica fiscalização nas praias de Ilhéus


A Prefeitura de Ilhéus intensificou as ações para o cumprimento das medidas restritivas que visam impedir o avanço do novo coronavírus (Covid-19) na cidade. Equipes do setor de Fiscalização de Posturas, Fiscalização Ambiental e Urbanismo, efetivo da Guarda Civil Municipal (GCM), com apoio das 68ª, 69ª e 70ª Companhias Independentes de Polícia Militar (CIPM), Companhia Independente de Policiamento Especializado (Cipe Cacaueira) e Companhia Independente de Polícia de Proteção Ambiental (CIPPA) reforçaram o trabalho realizado na faixa litorânea durante o final de semana.

De acordo com o prefeito Mário Alexandre, o decreto publicado no último dia 21 de julho permite o acesso às praias, contudo exige o respeito às normas de higiene, com uso de máscara de proteção, item obrigatório. “Desde o início da pandemia, todo o aparato da Prefeitura esteve a serviço da comunidade para conter o avanço da Covid-19. Realizamos esse trabalho integrado para que a população tenha consciência da importância do distanciamento social, tomando os cuidados necessários. A colaboração de cada um é fundamental para que possamos frear o índice de contaminação no nosso município”, destacou.

O decreto nº 56, de 31 de julho de 2020 autoriza a prática de sinuca, tênis, tênis de mesa, atletismo, beach tennis, futevôlei, surf e badminton, desde que seja atendido o distanciamento mínimo de um metro e meio entre os praticantes, e em ambiente externo, para evitar aglomerações exposições ao vírus. O comandante da GCM, Leonardo Bandeira, reforçou que a gestão atua no sentido de garantir o bem da coletividade, com fiscalização na orla de forma rotineira, além de agir em observância às normas preventivas de contágio publicadas nos decretos municipais.

O trabalho executado no último final de semana compreendeu a extensão do litoral Sul, das praias do Cristo e da Avenida, no centro e do Marciano, na zona norte. Segundo Bandeira, mais de 20 peladas foram desfeitas e grupos foram dispersos nas praias e em festas realizadas em alguns bairros da cidade.