“Ataques a Marão são fruto de desespero da oposição”, diz Secretário de Comunicação de Ilhéus


Secretário de Comunicação da Prefeitura de Ilhéus, Mauro Alves.

 

Nos últimos dias cresceram nas redes sociais os ataques políticos à gestão e à pessoa do Prefeito Mário Alexandre (PSD), que vai disputar a reeleição.

O Blog Agravo bateu um papo com o Secretário de Comunicação Social de Ilhéus, Mauro Alves, que lembrou que os ataques foram intensificados no momento que duas pesquisas de consumo interno da oposição, mostram o crescimento eleitoral do Prefeito.

O Secretário salientou que esses ataques são estratégicos, políticos, orquestrados por aqueles que já estiveram no poder e nada fizeram.

“A aceitação do governo do Prefeito Mário Alexandre tem aumentado satisfatoriamente, cada vez mais. Consequentemente, os números demostram um crescimento e uma diferença frente à oposição. Ilhéus virou um canteiro de obras e, na história, nunca recebeu tantos investimentos importantes, entre privados e públicos, em tão pouco espaço de tempo como tem recebido nos últimos anos, por articulação do Prefeito Marão com deputados através de emendas parlamentares e, em especial, também por meio do nosso governador Rui Costa”, salientou Mauro Alves.

Prefeitura de Ilhéus adia liberação da última fase do comércio por mudança do cenário Covid na Bahia


Secretaria de saúde de Ilhéus.

 

Diante da recente mudança no cenário da Covid-19 no Estado da Bahia, noticiada na noite da última quarta-feira (5), em que a média móvel de mortes saiu da faixa de estabilidade e passou a ser considerada alta, a Secretaria Municipal de Saúde (Sesau) Prefeitura de Ilhéus recomendou o adiamento da data de liberação da quarta fase do comércio.

“Na última segunda-feira (3), a Sesau apresentou um estudo técnico e analisou o cenário da saúde no Município, onde foram apontados o percentual médio de novos casos diários e a taxa de ocupação de leitos de UTI. Na avaliação, opinou-se pela possibilidade de avanço de mais uma fase do Plano de Ação para reabertura do comércio. Na terça-feira, foram apresentados os protocolos de segurança de alguns segmentos, a fim de garantir maior segurança aos funcionários e consumidores. Contudo, na quarta-feira (5), às vésperas da liberação da nova fase, foi noticiada uma mudança de cenário na Bahia, no que diz respeito à média móvel de mortes no Estado. Diante dessa notícia, o Secretário de Saúde solicitou o adiamento da data da flexibilização, para que seja possível analisar os novos números apontados no Estado e avaliar o novo momento para o avanço”, explicou o Coordenador do Gabinete de Crise e Subprocurador Geral de Ilhéus, Regis Aragão Leite.

O Secretário de Saúde do Município de Ilhéus, Geraldo Magela, disse que “diante dessa mudança no cenário estadual, é necessário que o Município de Ilhéus faça a sua parte, na tentativa de melhorar a estatística regional. Dessa forma, sugeri o adiamento da flexibilização esta semana, para que uma nova análise possa apontar o novo momento para avançar no Plano de Ação do Comércio”.

A Prefeitura de Ilhéus, por precaução, em apoio às ações do Governo do Estado da Bahia, avaliou que se faz necessário o adiamento da abertura da quarta fase esta semana.

Ilhéus: PT empolgado com crescimento da pré-candidatura de Nilton Cruz


Pré-candidato a prefeito Nilton Cruz, e o presidente do PT,Ednei Mendonça.

 

Uma pesquisa de consumo interno feita no final de julho em Ilhéus, trouxe um ânimo ao PT para cenário majoritário.

Apesar de está muito distante do primeiro colocado, o pré-candidato a prefeito Nilton Cruz teve um crescimento significativo ao ponto de mudar o foco de objetivo. Antes se imaginava uma composição em uma vice, mas hoje, dentro do partido, há quem defenda candidatura própria.

Vale lembrar que o nome de Nilton Cruz e o próprio partido PT, é ventilado em articulações estaduais, em uma composição com o prefeito Mário Alexandre (PSD), mas enfrenta grande resistência do diretório municipal.

Ao Blog Agravo, o presidente do PT/ Ilhéus, Ednei Mendonça negou que há resistência de composição a qualquer pré-candidato da base do governador Rui, a exemplo do partido PSD ( Mário Alexandre) e o PP ( Cacá Colchões).

“Até o final do mês vamos decidir nossa vida. Nossa vontade é por candidatura própria”, falou professor Ednei Mendonça ao Blog Agravo.

Bradesco estuda abertura de postos de atendimento no Malhado e Nelson Costa


Na última semana, o Bradesco anunciou o fechamento de 400 agências em todo Brasil. A única afetada com a medida na Bahia, foi a unidade onde funcionava anteriormente o banco HSBC, em Ilhéus, incorporada ao Bradesco em negociação anterior.

Como justificativa para o fechamento da agência, a instituição financeira alegou sua proximidade com uma outra unidade na cidade, sendo a distância entre as duas de 50 metros.

De acordo com o dirigente sindical, Gabriel Nobre, a agência tinha ótimos resultados, números exitosos, porém, o banco optou em encerrar as atividades, sob o argumento da curta distância.

Na manhã da última terça-feira (04), o presidente Rodrigo Cardoso e os diretores Gabriel Nobre e Cristina Sena representando o Sindicato dos Bancários de Ilhéus, participaram de uma reunião com o gerente regional do Bradesco.

Na ocasião, a entidade sindical garantiu um acordo que não haveria nenhuma demissão, confirmando a transferência dos funcionários da unidade fechada para a agência 237.

O representante do banco informou durante o encontro que a instituição está fazendo um estudo mercadológico para avaliar a possibilidade de abertura de novos postos de atendimento em Ilhéus. Um deles seria no bairro do Malhado e outro na Avenida Lotus, no Nelson Costa. Esses postos funcionariam como agências de negócio, sem movimentação financeira, mas contando com caixas eletrônicos, e teriam área pra alocar todos os funcionários.

O Sindicato dos Bancários continuará acompanhando toda a incorporação de perto.

Com Informações do Blog do Chicó

Prefeito assina concessão de uso de terreno à Diocese de Ilhéus para construção de igreja


O prefeito Mário Alexandre assinou na quarta-feira (5) o termo de concessão de direito real de uso de um terreno localizado no Residencial Sol e Mar, no bairro Nossa Senhora da Vitória, para a Diocese de Ilhéus. Na área será construída a Igreja Santa Dulce dos Pobres, primeira santa brasileira canonizada pelo Vaticano.

“Fizemos a concessão do terreno para que possa ser construída a Igreja de Santa Dulce dos Pobres. Esse é um momento ímpar. Agradeço ao padre Zezinho e reforço que estaremos sempre juntos para continuar ajudando os nossos munícipes”, ressaltou o prefeito.

No ato de assinatura, o padre José Nilton Lapa (padre Zezinho) destacou a importância da construção da igreja para a comunidade do Sol e Mar. “Meu agradecimento especial ao prefeito. É uma alegria receber essa concessão. Com o passar do tempo vamos construindo aquele templo para que seja lugar do louvor de Deus e da defesa da vida”. Mário Alexandre também assinou o Atestado de Funcionamento da Fazenda da Esperança, localizada na Estrada do Couto.

A comunidade terapêutica desenvolve trabalho voltado à recuperação de toxicodependentes. “Essa é a concretização de uma parceria que já existe. É uma alegria poder contar com a ajudar do prefeito para continuar levando esperança para aqueles que sofrem com os impactos provocados pelas drogas”, agradeceu Diógenes, representante da comunidade que atua no município desde o ano de 2016. Também participou da reunião o procurador-geral do Município, Jefferson Domingues.

Fogo amigo dificulta guerra urbana contra o coronavírus


Por Luiz Augusto Pereira de Almeida

Os gargalos do planejamento urbano no Brasil, principalmente o déficit de moradias, a precariedade do saneamento básico e os problemas de mobilidade, que tanto afetam a qualidade da vida, ficaram ainda mais evidentes na pandemia da Covid-19. Além disso, transformaram-se em desafios prementes para a retomada das atividades econômicas e adaptação das empresas e pessoas ao chamado “novo normal”.

Questões não atendidas há décadas por políticas públicas precisam agora de respostas urgentes: como manter práticas de higiene, se aproximadamente 20% dos brasileiros não têm acesso a redes de água e metade não conta com esgoto coletado, segundo o Sistema Nacional de Informações sobre Saneamento (SNIS)? Tais problemas concentram-se em áreas densamente povoadas, como favelas e conglomerados de casas em regiões com infraestrutura precária, muitas vezes resultantes de uso e ocupação ilegais do solo, o que permite supor que ainda teremos bolsões nos quais será muito difícil conter o contágio pelo novo coronavírus.

Como evitar aglomerações e o distanciamento social, se a grande maioria das pessoas, principalmente nas grandes cidades, depende do transporte coletivo para ir ao trabalho, à escola, às compras e para toda sua necessidade de locomoção? Somente os trens do Metrô da cidade de São Paulo, segundo a companhia, movimentam 5,92 milhões de passageiros por dia. Outros 8,7 milhões são transportados pelo sistema de ônibus da capital paulista, o maior da América Latina, com uma frota de 14,07 mil veículos, distribuída em 1,3 mil linhas, de acordo com dados da SPTrans.

Tais números reduziram-se no período de quarentena, mas irão voltando paulatinamente à realidade estatística, à medida que forem reabrindo as atividades econômicas. Assim, enquanto não houver uma vacina contra o novo coronavírus e até que seja possível a imunização em massa dos brasileiros, as ruas, as habitações precárias e o transporte coletivo serão caldos de cultura de um dos vírus mais contagiosos de todos os tempos.

Obviamente, nenhum país estava totalmente preparado para enfrentar a Covid-19, que surpreendeu o mundo. Porém, o Brasil, como outras nações emergentes e em desenvolvimento, iniciou sua luta contra a pandemia já perdendo de goleada para seus próprios e crônicos problemas urbanos, resultantes do “fogo amigo” da falta de planejamento urbano e de políticas ineficientes de uso e ocupação do solo, ao longo de décadas. Obviamente, será muito mais difícil virar o jogo.

É como se vivêssemos em outro planeta e não naquele chamado Terra, no qual a ONU indica que 1,4 milhão de pessoas migram para o meio urbano a cada semana. Às vezes, relegam-se até mesmos as nossas próprias estatísticas oficiais. O IBGE divulgou que as 27 capitais do País registraram, em média, crescimento de 0,84% em 2019 e, somadas, têm 50 milhões de habitantes, o equivalente a cerca de 23% da população total do País. Diante do gigantesco déficit habitacional brasileiro e de deficiências crônicas na universalização do saneamento básico, fica muito claro que as políticas públicas e estratégias de planejamento urbano estiveram sempre em descompasso com as demandas relativas à expansão das cidades.

Agora, teremos de continuar lutando contra uma das mais graves pandemias de todos os tempos e retomar as atividades econômicas no contexto do “novo normal”, tropeçando em todos os obstáculos do meio urbano, que é o teatro de operações mais intenso e decisivo na guerra contra o novo coronavírus. Está lançado o desafio para autoridades, empresas, entidades de classe, trabalhadores e toda a sociedade. Chegou a hora, sem mais adiamentos, de mostrar do que, juntos, realmente somos capazes.

*Luiz Augusto Pereira de Almeida é diretor da Sobloco Construtora e membro do Conselho Consultivo do Secovi.

Augusto Castro consegue mais respiradores para Itabuna


Augusto Castro.

 

O ex-deputado e pré-candidato a prefeito de Itabuna, Augusto Castro (PSD) conseguiu junto ao Governo do Estado, através de uma emenda parlamentar de 2018, o atendimento ao pleito de três (3) respiradores que vão atender o Hospital Calixto Midlej Filho e o Hospital Manoel Novaes. Outros três (3) respiradores também solicitados por Augusto para atender ao Hospital de Base Luis Eduardo Magalhães (Hblem) aguardam a autorização da Secretaria de Saúde do Estado.

Os equipamentos chegam essa semana em Itabuna com o objetivo de ampliar a capacidade de leitos pelo Sistema Único de Saúde (SUS) para o tratamento ao Covid-19 no Calixto Midlej e no Manoel Novaes. “Os aparelhos chegam num momento importantíssimo para a população itabunense que está sofrendo com o aumento de casos do vírus na cidade”.

A solicitação foi feita durante uma audiência no início da semana, com o secretário de saúde, Fábio Vilas-Boas e o deputado Federal, Paulo Magalhães. “Nós também pedimos que mais três equipamentos da nossa emenda fossem destinados o Hospital de Base. Estamos só aguardando a autorização da secretaria do Estado”, explicou Augusto.

PM apreende 8 toneladas de maconha em Maracás


Policiais militares da Companhia Independente de Polícia Rodoviária (CIPRv) de Itabuna apreenderam oito toneladas de maconha em um caminhão modelo Mercedes Benz, na BA 026, em Maracás.

A droga foi apreendida, após os policiais militares realizarem abordagem ao caminhão durante a Operação Entardecer Seguro. A maconha estava escondida sob a carga de grama sintética, e segundo o condutor do veículo, recebeu o caminhão carregado em São Paulo com destino a Salvador.

O acusado e o material apreendido foram apresentados na delegacia de Maracás.

“Estamos monitorando as possíveis rotas de movimentação de drogas nas rodovias, intensificando e diversificando os horários das abordagens. Nesse caso a experiência e a técnica dos policiais militares foi essencial para a realização da apreensão, eles desconfiaram do nervosismo do motorista do caminhão e procederam com a busca minuciosa”, afirmou o comandante da CIPRv Itabuna, major PM Brito Júnior.

Policias Civis baianos realizam assembleia virtual e decidem por paralisação de 24h


Imagem divulgação.

 

Nesta quarta-feira, dia 05, as entidades representativas dos policiais civis realizaram uma Assembleia Geral Extraordinária, através do aplicativo Zoom. Mais de 250 servidores, entre delegados, investigadores, escrivães e peritos participaram da reunião remotamente. Entre as pautas aprovadas, a paralisação de 24h marcada para o próximo dia 11 de agosto, com carreata saindo do prédio da Polícia Civil, na Piedade até o prédio da Governadoria, no CAB.

Durante a assembleia, as lideranças sindicais ouviram atentamente as angústias e descontentamentos dos policiais civis quanto ao descaso do Governo da Bahia em relação aos protocolos de segurança em combate ao coronavírus. De acordo com o último boletim publicado pelo SINDPOC, pois a Polícia Civil não vem dando transparência a esses dados, mais de 450 policiais já haviam sido contaminados e foram registradas seis mortes, sendo que o número de pessoas positivas pela Covid-19 não para de crescer e as delegacias se tornaram um local de transmissão.

Diante do quadro, os servidores aprovaram também a expedição de ofícios que serão entregues na Governadoria e na Secretaria de Relações Institucionais (Serin) solicitando a implantação do protocolo de biossegurança para prevenção da Covid-19, liberação dos testes nas unidades policiais e pagamento do adicional de insalubridade. Além disso, será feita uma denúncia junto ao Ministério Público do Trabalho referente à determinação do delegado geral, Bernardino Brito, em proibir a testagem rápida nas delegacias territoriais e sede do DPT.

Latam vai demitir 2,7 mil tripulantes


A Latam anunciou que vai demitir ao menos 2,7 mil tripulantes devido à crise causada pela pandemia do novo coronavírus. A empresa propôs redução permanente dos salários dos funcionários, o que não foi aceito pelos trabalhadores nas assembleias conduzidas pelo Sindicato Nacional dos Aeronautas (SNA).

“As circunstâncias excepcionais causadas pela pandemia resultaram em um colapso na demanda global que não apenas levou a aviação a praticamente uma paralisação, mas também mudou o setor para o futuro próximo”, justificou a empresa em nota sobre as dispensas.

A empresa disse ainda que já tinha, em outras ocasiões, tentado fazer as reduções de salário para manter a sustentabilidade financeira. “Das três empresas que atuam no Brasil é a que remunera mais os tripulantes tanto em voos domésticos quanto em internacionais, por isso, a empresa tem a necessidade de equiparar-se às práticas do setor”, acrescenta a nota da empresa.

Negociação

O presidente do SNA, Ondino Dutra Cavalheiro, disse que a categoria poderia aceitar uma redução temporária, como os acordos que foram feitos com outras empresas do setor aéreo. “Embora a categoria não esteja disposta a fazer uma negociação de redução permanente de salário, a categoria e o sindicato têm disposição, sim, de continuar negociando uma redução de salário e jornada temporária para preservação dos empregos”, enfatizou em transmissão para comentar o anúncio das demissões.

Segundo Cavalheiro, a empresa informou que serão demitidos 315 comandantes, 349 copilotos e 2.058 comissários de voo. Ainda de acordo com sindicalista, houve a adesão de 139 comissários, 33 comandantes e 7 copilotos ao programa de demissão voluntária proposto pela empresa entre 31 de julho e 4 de agosto.

O diretor de relações internacionais do sindicato, Marcelo Ceriotti, expressou uma “tristeza muito grande” pelo desfecho das negociações. “É, talvez, o pior momento na história da aviação para um tripulante ficar desempregado”, ressaltou ao se dirigir à categoria.

Recuperação judicial

O Grupo Latam passa, desde maio, por um processo de recuperação judicial nos Estados Unidos. No início de julho, a filial brasileira também ingressou com o pedido de reorganização financeira com base na lei de falências norte-americana, assim como as afiliadas no Chile, Peru e Equador.

O grupo já conseguiu um financiamento de US$ 900 milhões para ajuda a reorganização financeira da companhia. No Brasil, estão sendo feitas negociações para um financiamento do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES). “Com isso, a Latam está se reestruturando para emergir como um grupo de companhias aéreas mais ágil, resiliente e sustentável”, afirma a nota da empresa.