Serviços poderão ficar mais caros com reforma tributária


Marcelo Camargo/Agência Brasil

A reforma tributária poderá encarecer os serviços em geral. Sem cadeia produtiva longa, o setor se beneficiará menos de créditos tributários e será tributado com uma alíquota de IVA dual, estimada em 27,5%, mais alta que os atuais 9,25% do Programa de Integração Social (PIS) e da Contribuição para o Financiamento da Seguridade Social (Cofins) cobrado sobre empresas com lucro presumido, situação que engloba a maioria das empresas prestadoras de serviço.

Alguns tipos de serviço, no entanto, terão alíquota diminuída em 60%. Na primeira votação, em julho, a Câmara havia concedido a redução para serviços de transporte coletivo, de saúde, de educação, cibernéticos, de segurança da informação e de segurança nacional.

O Senado incluiu na lista os segmentos de comunicação institucional e de eventos. Serviços prestados por Instituição Científica, Tecnológica e de Inovação (ICT) sem fins lucrativos serão isentos. Os serviços de transporte coletivo intermunicipal e interestadual migraram da alíquota reduzida para regime específico, com impostos a serem definidos apenas após a reforma tributária.

O Senado também incluiu agências de viagem, serviços de saneamento e de telecomunicações em regimes específicos, que preveem sistema de coleta e alíquotas diferenciadas. Os senadores proibiram ainda a incidência do Imposto Seletivo sobre os serviços de energia e de telecomunicações.

Na segunda votação na Câmara, na sexta-feira (15), os deputados retiraram os seguintes segmentos dos regimes específicos: saneamento básico, concessão de rodovias, transporte aéreo, microgeração e minigeração de energia, telecomunicações e bens e serviços “que promovam a economia circular”.

Em audiência na Câmara dos Deputados no fim de junho, o secretário extraordinário da Reforma Tributária, Bernard Appy, afirmou que outros elementos deverão compensar as alíquotas mais altas. Primeiramente, ele citou o crescimento econômico decorrente da reforma tributária como fator de geração de empregos e de negócios.

Além da expansão da economia, Appy afirmou que o fim da cumulatividade (tributação em cascata) trará ganhos às empresas de serviços, que poderão usar créditos tributários não aproveitados atualmente. Ele também citou a simplificação do sistema e a redução do litígio e do custo do investimento como fatores que estimularão os serviços. Na cerimônia de instalação da Comissão Temática de Assuntos Econômicos do Conselhão, no último dia 4, o secretário disse que a carga tributária para alguns tipos de serviço cairá de 7% a 13% com a reforma tributária.

Serviços de internet
Assim como para os serviços em geral, as empresas de streaming (exibição de vídeos, filmes e séries) de internet pagarão alíquota maior. O mesmo ocorre com aplicativos de transporte e de entrega de comidas. O Ministério da Fazenda assegura que a redução do preço da energia elétrica compensará esses aumentos, resultando em pouco impacto para o consumidor.

Imposto Seletivo
A reforma tributária institui a possibilidade de criação do Imposto Seletivo, que incidirá sobre produtos prejudiciais à saúde e ao meio ambiente. Na prática, essa tributação atingirá bebidas alcoólicas, cigarros e alimentos com excesso de açúcar ou de sal.

Assim como o IVA dual, a alíquota do Imposto Seletivo será determinada posteriormente à reforma tributária. Para os cigarros e as bebidas alcoólicas, não deverá haver grandes alterações de preços, porque esses produtos há décadas pagam grandes alíquotas de Imposto sobre Produtos Industrializados (IPI), como política de saúde pública.

Para os demais produtos com riscos sanitários e ambientais, o Imposto Seletivo resultará em encarecimento. A inclusão dos agrotóxicos e defensivos agrícolas, no entanto, ainda será discutida em lei complementar. Para facilitar a aprovação da reforma tributária pela bancada ruralista, o governo concordou em excluir do Imposto Seletivo os insumos agrícolas, inclusive os agrotóxicos, que se beneficiam da alíquota de IVA reduzida em 60%.

O Senado tinha incluído o Imposto Seletivo sobre armas e munições, exceto as compradas pela Administração Pública. No entanto, na aprovação do último destaque no segundo turno de votações nesta sexta-feira, a Câmara retirou o tributo sobre esses produtos.

Heranças
Atualmente, as heranças e doações no Brasil pagam Imposto de Transmissão Causa Mortis e Doação (ITCMD). Cada estado define a alíquota, mas o imposto médio correspondia a 3,86% em 2022, sem progressividade (alíquotas maiores para heranças maiores) na maioria das unidades da Federação.

A reforma tributária estabelecerá que a alíquota será progressiva, para que as famílias mais ricas paguem mais e também permitirá a cobrança sobre heranças e doações vindas de outros países. Para facilitar as negociações, no entanto, o relator Aguinaldo Ribeiro isentou a transmissão para entidades sem fins lucrativos com finalidade de relevância pública e social, inclusive as organizações assistenciais e beneficentes de entidades religiosas e institutos científicos e tecnológicos. Uma lei complementar definirá as condições para essas isenções.

Cashback
A reforma prevê a possibilidade de cashback, devolução parcial do IVA dual a mais pobres, a ser definido por meio de lei complementar. Ainda não está claro se o mecanismo abrangerá apenas as famílias inscritas no Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal (CadÚnico) ou se abrangerá limite maior de renda, como famílias com renda de até três salários mínimos.

No Senado, o mecanismo foi aperfeiçoado. As famílias mais pobres também receberão cashback na conta de luz e no botijão de gás. Nos dois casos, o ressarcimento ocorreria no momento da cobrança, entrando como desconto na conta de luz ou como abatimento na compra do botijão. Os detalhes serão regulamentados pela lei complementar.

Em audiência pública na Câmara dos Deputados em março, Appy apresentou sugestões sobre como ocorreria essa devolução. Segundo ele, o cashback poderia ter como base o Cadastro de Pessoa Física (CPF) emitido na nota fiscal, com o valor da compra e a inscrição no Cadastro Único sendo cruzadas para autorizar a devolução.

O secretário citou o exemplo do Rio Grande do Sul, que implementou um sistema de devolução do Imposto sobre a Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS) em 2021 a famílias inscritas no Cadastro Único com renda de até três salários mínimos, por meio de um cartão de crédito.

Inicialmente, o governo gaúcho devolvia um valor fixo por família e agora começou a devolver por CPF, com base no cruzamento de dados entre o valor da compra e a situação cadastral da família. Em locais remotos, sem acesso à internet, Appy sugeriu um sistema de transferência direta de renda, complementar ao Bolsa Família.

Fonte: Agência Brasil

Seria Jabes o Santo do pau oco?


Artigo de Makrisi Angeli

Ônibus do transporte escolar abandonados na gestão de Jabes Ribeiro. Foto de 6 de junho de 2016.
Ônibus próprios do transporte escolar abandonados foi rotina na gestão do prefeito Jabes Ribeiro. Foto Jamesson Araújo/ 2016.

Nos últimos 40 anos Ilhéus teve uma sequencia de prefeitos que não pensaram de verdade a projeção do município, mesmo com tantas possibilidades. De terceira cidade da Bahia passamos para a 12ª na economia e 8ª em população.

Neste período ,somente o ex-prefeito, juntamente com seu grupo, esteve no comando da prefeitura por 22 anos. Sendo ele mesmo prefeito por 18 anos e deputado por 4. Importante repetir: Jabes foi prefeito de Ilhéus por 18 anos.

Quais são as principais “marcas” deixadas na memória do povo? Peixe, frango, escadarias, seis e meia, e…??

Porém, o que normalmente as pessoas não sabem ou não lembram é de que por conta do grupo do ex-prefeito Ilhéus passou a ser o MAIOR DEVEDOR trabalhista da Bahia e QUARTO MAIOR DEVEDOR do Brasil; O atual prefeito ELEVOU para a TERCEIRA MAIOR do Brasil;

Os principais planos que todo município precisa para estar organizado, não existem ou estão desatualizados, por exemplo: Não temos Plano Municipal de Saneamento Básico; Não temos Plano de Saneamento, Não temos Plano Habitacional e não temos regulamentação do transporte coletivo, entre outros itens.
Estão desatualizados: Plano Diretor (um dos mais importantes), desde 2015, com o ex-prefeito; o Código de Posturas é de 1974 e assim por diante.

Precisamos romper este ciclo de um gestor ruim fazer o outro ruim querer aparecer como bom e realizar uma gestão organizada de verdade, projetando Ilhéus dentro das diversas possibilidades que temos em mãos.

Makrisi Angeli é ex- vereador e pre-candidato a prefeito.

Bebeto Galvão conclui participação na 2ª plenária do Conselhão de Lula


 


“Um espaço democrático e inclusivo”, assim definiu o vice-prefeito de Ilhéus, Bebeto Galvão, durante o segundo encontro do Conselho de Desenvolvimento Econômico Social Sustentável (CDESS), conhecido como Conselhão. A plenária aconteceu na última terça-feira (12), no Palácio do Planalto, e contou com a participação do presidente Lula, do vice-presidente Geraldo Alckmin e do presidente do BNDES, Aloizio Mercadante.

Na oportunidade, os conselheiros apresentaram os relatórios setoriais contendo os resultados debatidos ao longo do ano. Acompanhado de 15 ministros, Lula discursou sobre a importância da construção do projeto de bem comum, defendendo a aplicação de recursos públicos em áreas-chaves, como agricultura, meio ambiente e energia renovável.


“A nossa inteligência está viva. É humana, é homem, é mulher, é branca, é preta, é baixa, é alta, é gente! E esta gente tem que produzir a solução para esse país”. Conforme Lula, o Brasil ocupa a segunda colocação em Investimento Estrangeiro Direto (IED), ficando atrás apenas dos Estados Unidos, fato que tem garantido uma dinâmica positiva, com impactos na economia, na geração de emprego e no combate às desigualdades.

“O ministro da Fazenda, Fernando Haddad, apresentou o balanço das principais medidas econômicas adotadas, como crescimento do PIB em 3%; inflação mantida no centro da meta, que deve fechar em 4,5%; e taxa de juros em queda gradual. Além desses aspectos, o governo aprovou o novo arcabouço fiscal e a reforma tributária, a despeito de prognósticos negativos apresentados pelos cavaleiros do caos”, explicou Bebeto.

 

expectativa é que o país feche o ano com saldo de dois milhões de empregos gerados no Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged). Os relatórios propuseram ainda ações de proteção à infância e economia do futuro, bem como fortalecimento da agenda ecológica e climática.

Comércio comemora a injeção de mais de R$ 34 milhões com 2ª parcela do 13º do funcionalismo de Itabuna


Comerciantes de Itabuna comemoram a liberação pela Prefeitura da 2ª parcela do 13º salário do funcionalismo público municipal cujo pagamento aconteceu hoje, dia 12, por determinação do prefeito Augusto Castro (PSD). Além da Administração direta, também as fundações de Atenção à Saúde de Itabuna (FASI), que administra o Hospital de Base, e a Marimbeta também seguiram a ordem do Chefe do Executivo.

Houve a injeção na economia da cidade de mais de R$ 34 milhões com repercussões favoráveis ao desempenho do comércio, indústria e setor de serviços, segundo avaliou o presidente da Câmara de Dirigentes Lojistas, Carlos Veloso Leahy. “Essa injeção dos recursos da segunda parcela do 13º do funcio nalismo, representa mais um salário”, afirmou.

“Havia grande expectativa dos empresários quanto às vendas de final de ano. Não tenham dúvida que o aumento das vendas pode ser entre 12% e 13% em relação ao ano passado”, acrescentou. Para Leahy, a decoração natalina está bonita, há bons atrativos aos consumidores e fica a esperança de grande movimentação. “Além disso, tem a campanha promocional da CDL que oferece mais de R$ 60 mil em prêmios”, lembrou.

O presidente da Associação Comercial e Empresarial de Itabuna (ACI), Valdino Cunha, também reconheceu o fato de a Prefeitura ter pago antecipadamente a 2ª parcela do 13º salário e recomendou que as pessoas antecipem suas compras de final de ano. “É importante reconhecer o pagamento antecipado da 2ª parcela do 13° salário do funcionalismo público. É injeção de recursos no comércio da cidade”, expressou.

Ao antecipar a parcela, o prefeito Augusto Castro reiterou seu compromisso com os servidores municipais de Itabuna e reforçou não apenas a valorização dos funcionários públicos, mas também o incentivo às vendas no comércio local durante os festejos do final de ano.

A antecipação do 13º salário, marcou mais um passo da atual Administração Municipal, que desde o início tem se destacado pela rigorosa pontualidade nos pagamentos dos salários, sempre priorizando o funcionalismo público. Essa medida reflete a austeridade nas contas públicas, fortalecendo a estabilidade financeira do município.

Ilhéus vai sediar fábrica de empresa canadense para dobrar produção de energia solar na Bahia


Após cumprir agenda de inaugurações em Ilhéus na última segunda-feira (11), o prefeito Mário Alexandre participou da cerimônia de assinatura de acordo entre o Governo da Bahia e a Homerun Brasil Mineração LTDA, cujo propósito é dobrar a produção de energia solar no estado. O encontro aconteceu em Salvador, com as presenças do governador Jerônimo Rodrigues, do vice-governador Geraldo Júnior e representantes do setor de mineração.

Subsidiária da empresa canadense Homerun Resources Inc., a Homerun Brasil Mineração vai instalar plantas industriais em áreas da Companhia Baiana de Pesquisa Mineral (CBPM), com investimentos que podem ultrapassar o valor de R$ 1,5 bilhão.

A técnica consiste na utilização de areia industrial de uma mina da CBPM, no município de Belmonte, transportada para uma primeira unidade de processo fabril, em Ilhéus, para ser transformada em sílica de alta pureza. O material será processado em Aratu, para a produção de um componente da placa solar, que permite dobrar a produção de energia fotovoltaica na Bahia.

“Ilhéus novamente se destaca como um importante polo de desenvolvimento econômico e sustentável da Bahia. Esse investimento vai gerar emprego, renda, garantir qualidade de vida para o nosso povo e aumentar a produção de energia limpa”, disse Mário Alexandre.

Conforme o governo baiano, a implementação de unidades fabris em quatro áreas de titularidade da CBPM resultará na criação de aproximadamente dois mil empregos. Inicialmente, a expectativa é de que sejam investidos R$ 300 milhões.

‘Ilhéus terá unidade integrada de combate ao crime organizado’, diz Werrner, titular da SSP-BA


Na manhã da última segunda-feira (11), a comitiva do Governo do Estado esteve em Ilhéus para uma série de entregas e inaugurações, começando pela 7ª Coorpin e pela 1ª Delegacia Territorial de Ilhéus. A nova unidade, entregue pelo Governador Jerônimo Rodrigues, foi a 52ª unidade entregue no estado da Bahia, em seu primeiro ano de mandato – dentre unidades das polícias civil, militar e bombeiro militar), que também vem investindo em equipamentos de inteligência, novas viaturas, armamento, equipamentos táticos e de proteção.

Foram investidos mais de 4,5 milhões de reais na construção da sede da 7ª Coordenadoria Regional de Polícia do Interior e da Delegacia Territorial de Ilhéus. o complexo fica situado na Avenida Esperança e conta com espaço para acolhimento de vítimas, recepção, atendimento, salas para delegados titular e substituto, investigação, reconhecimento, entre outros espaços.

Logo após a entrega da 7ª Coorpin e da 1ª Delegacia Territorial de Ilhéus, a comitiva seguiu para mais duas entregas, da UBS (Unidade Básica de Saúde) Tipo III e da Policlínica, que atenderá dez municípios do sul da Bahia e estão localizadas junto do Hospital Regional Costa do Cacau, criando ali, um importante complexo de saúde básica.

Devido a agenda do governador, os presentes na entrega das unidades de segurança se pronunciaram já na nova Policlínica. Marcaram presença no evento, além do governador Jerônimo Rodrigues e do prefeito de Ilhéus, Mário Alexandre, o vice-prefeito de Ilhéus, Bebeto Galvão, secretários estaduais, deputados, prefeitos e vice-prefeitos da região, vereadores, secretários, autoridades das Forças de Segurança Pública e demais autoridades.

Um dos secretários estaduais presentes foi Marcelo Werrner, responsável pela Secretaria de Segurança Pública, que enfatizou a relevância que o governo Jerônimo tem dado à segurança pública no estado. Ele ressaltou a necessidade de uma integração sólida entre os municípios, o governo estadual e o governo federal para estruturar uma política de segurança pública eficiente. Além disso, anunciou a instalação de uma unidade de combate ao crime organizado em Ilhéus, como forma de fortalecer ainda mais a segurança na região. “A Secretaria de Segurança Pública está totalmente integrada, não só com a municipalidade, mas também com o governo federal. Tanto é que há um alinhamento entre as Forças de Segurança Estadual, a Polícia Federal e a Polícia Rodoviária Federal e em breve, estaremos aqui instituindo uma unidade integrada de combate ao crime organizado, situada em Ilhéus, fortalecendo ainda mais a segurança da região”, disse Werrner.

A Delegada-Geral da Polícia Civil da Bahia, Heloisa Brito, aproveitou a oportunidade para apresentar a estrutura da nova unidade em Ilhéus. Ela destacou a importância de contar com um governo estadual que valoriza a segurança pública e, principalmente, os servidores. “Hoje é um dia de muita alegria para a nossa Polícia Civil. Já foram 52 unidades entregues neste programa revolucionário [do governo do Estado]. Essa unidade abriga uma Coordenadoria e uma Delegacia e tudo foi pensado para oferecer um local mais acolhedor para o cidadão que nos procura; em razão disso, nós temos um atendimento individualizado, uma estrutura mais confortável, além do respeito e reconhecimento ao que temos de mais importante, que são os nossos servidores policiais. Por isso, criamos um local digno para que eles possam exercer as suas atividades e, pensando nisso, trouxemos também para essa unidade, uma sala que vamos utilizar para capacitação contínua deles. Pensamos que é importante esse processo de capacitação contínua, acreditamos que a melhoria dos nossos serviços vem do conhecimento adquirido”, falou a delegada.

Durante o evento, o governador Jerônimo reforçou o compromisso do Governo do Estado em garantir o aperfeiçoamento da segurança pública em toda a Bahia. Ele ressaltou que, apesar de preferir investir em equipamentos de educação e cultura, é necessário garantir que o crime organizado não tenha acesso a armamentos superiores aos das forças de segurança, como a Polícia Militar e a Polícia Civil. Jerônimo também anunciou que novas delegacias e pelotões da PM serão construídos e entregues em 2024, além da contratação de mais policiais e bombeiros.

Já o prefeito Mário Alexandre também destacou a importância da entrega da 7ª Coorpin e da 1ª Delegacia Territorial de Ilhéus. Ele ainda ressaltou que contar com um aparelho de segurança pública como esse demonstra o compromisso do governo da Bahia com a segurança da população local. O prefeito agradeceu o apoio do governador Jerônimo e sua equipe e enfatizou que o governo municipal trabalha para garantir mais qualidade de vida e tranquilidade para o povo de Ilhéus, mas que sem a parceria estabelecida há anos com o governo estadual, seria impossível atender todas as necessidades da população.

A entrega do novo equipamento de segurança em Ilhéus foi marcada pelo comprometimento dos representantes presentes em fortalecer a segurança pública na região, por meio da integração entre os diferentes níveis de governo e do reconhecimento dos servidores que atuam na área. Essa união entre os poderes estadual e municipal é considerada fundamental para tornar Ilhéus um dos melhores lugares para se viver, garantindo a segurança e a tranquilidade da população.

Prefeito Augusto Castro inaugura mais uma edição do Natal Luzes nesta terça feira


Avenida do Cinquentenário ganhou luzes do Natal. Foto: Pedro Augusto.

A Praça Olintho Leone, no centro de Itabuna, vai ser transformada em um espaço de lazer e entretenimento para todas as famílias que vão visitar a decoração do Projeto Natal Luzes e Sonhos que será inaugurado a partir das 17h30min desta terça-feira, dia 12, pelo prefeito Augusto Castro (PSD).

As luzes do Natal serão acesas durante solenidade que também contará com a participação dos secretários municipais, líderes empresariais e da população que é a convidada de honra do prefeito e da Fundação Itabunense de Cultura e Cidadania (FICC) para o evento que marca o início das festividades de fim de ano na cidade.

A decoração já toma conta da Avenida do Cinquentenário, com luzes em hastes metálicas com estrelas e objetos geométricos com temática natalina. A Praça Olintho Leone está sendo preparada para a festa de abertura.

Pela programação elaborada pela FICC, Papai Noel e sua família estarão na praça fazendo a alegria da criançada do dia 12 a 22 das 17 às 20h. No dia 16 terá programação infantil na Praça Olintho Leone, às 16h, com a trupe de UZ BANANOIDIS, enquanto no dia 17, às 16h, a dupla Pirulito e Paçoca.

O Sindicato do Comércio Atacadista e Varejista (SINDICOM), definiu que as lojas vão funcionar em horário especial até o Natal. Até sexta-feira, dia 15, o expediente será das 8h30min às 19h. No sábado, das 8h30min às 14h.

Na segunda e terça, dias 18 e 19, o comércio funciona entre 8h30min e 19h. Quarta, quinta e sexta-feira, dias 20, 21 e 22, das 9 às 22h. No sábado, dia 23, das 9 às 18h, enquanto no domingo, dia 24, das 9 às 13 horas.

PF faz operação contra empresa do influenciador Renato Cariani por tráfico


Polícia Federal, o Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (GAECO do MPSP) de São Paulo e a Receita Federal deflagraram, nesta terça-feira, 12/12, a Operação Hinsberg, que tem como objetivo reprimir e desarticular organização criminosa que desviou produtos químicos para produção de drogas.

O controle de insumos químicos e a repressão dos desvios para o tráfico de drogas têm se configurado como ferramenta de inteligência utilizada pela PF na mitigação da produção e oferta de entorpecentes no território nacional.

O influenciador fitness, Renato Cariani, é alvo de mandado de busca e apreensão. Foto redes sociais.

A empresa Anidrol, indústria química de Diadema, na Grande São Paulo, é o principal alvo da PF. O negócio tem o influenciador fitness, Renato Cariani, como sócio. Ele também é alvo de busca.

Mais de 70 policiais federais estão nas ruas para dar cumprimento à 18 mandados de busca e apreensão em endereços situados em São Paulo, Paraná e Minas Gerais.

As investigações revelaram que o esquema abrangia a emissão fraudulenta de notas fiscais por empresas licenciadas a vender produtos químicos em São Paulo, usando “laranjas” para depósitos em espécie, como se fossem funcionários de grandes multinacionais, vítimas que figuraram como compradoras.

Foram identificadas 60 transações dissimuladas vinculadas à atuação desta Organização Criminosa, totalizando, aproximadamente, 12 toneladas de produtos químicos (fenacetina, acetona, éter etílico, ácido clorídrico, manitol e acetato de etila), o que corresponde à mais de 19 toneladas de cocaína e crack prontas para consumo.

As investigações revelaram, ainda, que os envolvidos empregavam diversas metodologias para ocultar e dissimular a procedência ilícita dos valores recebidos, tais como interpostas pessoas e constituição de empresas fictícias.

As pessoas relacionadas aos fatos investigados responderão, cada qual dentro da sua esfera de responsabilidade, pelos crimes de tráfico equiparado, associação para fins de tráfico, bem como pelo crime de lavagem de dinheiro. As penas cominadas podem ultrapassar 35 anos de reclusão.

O nome da operação faz alusão a Oscar Hinsberg, químico que percebeu a possibilidade de converter compostos químicos em fenacetina. Tal substância foi o principal insumo químico desviado.

Augustão pede ao governador a construção de UPAs nas zonas norte e sul de Ilhéus



O vereador Augustão entregou na tarde desta segunda-feira(11) ao governador da Bahia, Jerônimo Rodrigues, um ofício solicitando a construção de duas Unidades de Pronto Atendimento(UPAs), sendo uma na zona norte e outra na zona sul de Ilhéus, oferecendo serviços nas mais diversas especialidades. No documento, o vereador explica que esses novos equipamentos serão fundamentais para garantir mais saúde para a população, facilitar o deslocamento para unidades mais próximas, além de desafogar e melhorar o atendimento nas unidades existentes no município.

Augustão informou que tem acompanhado nos últimos anos os investimentos na área de saúde que vêm sendo realizados pelo Governo do Estado da Bahia em Ilhéus, a exemplo da construção do Hospital Regional Costa do Cacau, o Materno Infantil Dr. Joaquim Sampaio e agora a nova Policlínica. “No entanto, o crescimento dos bairros das zonas Norte e Sul de Ilhéus tem levado a população a solicitar cada vez mais o atendimento médico, tendo que se deslocar para unidades distantes de suas residências”.

Com essas novas UPAs nas zonas Norte e Sul de Ilhéus, segundo o vereador, será possível oferecer mais saúde, serviços e atendimento para a população. “Tenho observado que a atenção básica de saúde não vem atendendo ao nosso povo como deveria. São postos fechados, abandonados, sem medicamentos e muitos sem a menor condição de funcionamento. Essas novas unidades que estamos solicitando serão justamente para garantir mais dignidade e um melhor atendimento para nossa população”, complementou Augustão.

Alta temporada do turismo deve movimentar R$ 155 bilhões no Brasil


O setor do turismo deve faturar na alta temporada – entre novembro deste ano e fevereiro de 2024 – R$ 155,87 bilhões, segundo revela pesquisa da Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC). A entidade diz que esse valor representa aumento real de 5,6%, em relação ao mesmo período da última temporada, sendo a maior movimentação financeira do setor desde o início do levantamento, em 2012.

O turismo foi um dos setores mais impactados pela crise sanitária de 2020 – covid-19. Após um encolhimento de 36,7% naquele ano, o setor vem avançando gradativamente: 22,2% em 2021 e 39,9% no ano passado. No acumulado de 2023 até setembro, o faturamento real do setor avançou 7,9%, segundo o Índice de Atividades Turísticas do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

Para o presidente da CNC, José Roberto Tadros, contribuem para essa recuperação o aumento real de salários, a redução dos juros ao consumidor e a estabilização dos preços. “O otimismo que os números da pesquisa apresentam indica não apenas uma recuperação econômica do turismo, mas também a confiança renovada dos consumidores, impulsionando o mercado de viagens e contribuindo para a geração de empregos em diversas áreas relacionadas ao setor”, afirmou, em nota, Tadros.

Segundo ele, os indicativos positivos para a alta temporada sinalizam a capacidade de inovação e adaptação do setor do turismo, “que está se fortalecendo e se preparando para um período de crescimento consistente”.

Viagens aéreas

O número de passageiros transportados por aviões, um indicador chave da atividade turística, continua em expansão. No terceiro trimestre de 2023, a quantidade de passageiros em voos nacionais atingiu 24,25 milhões, igual ao volume registrado no mesmo período de 2019.

Já nos voos internacionais, o número ainda está 8,3% abaixo em igual período. Durante a alta temporada 2023/2024, os gastos turísticos se concentrarão principalmente em bares e restaurantes (R$ 68 bilhões) e transporte rodoviário (R$ 24,34 bilhões).

Contratação de temporários

Após a eliminação de 469,8 mil postos formais nos sete primeiros meses de 2020 por conta da pandemia de covid-19, o mercado de trabalho no turismo começou uma recuperação gradual. Desde então, foram criadas 612 mil novas vagas. Agora, para esta alta temporada, a CNC estima a criação de 85.795 postos, o maior volume desde 2014.

“Os números refletem o crescimento sólido que o setor vem experimentando. A expectativa de aumento real demonstra a resiliência do turismo diante dos desafios enfrentados nos últimos anos”, afirmou o economista da CNC, responsável pela pesquisa, Fabio Bentes.

O segmento de alimentação deve liderar as contratações, com mais de 45 mil postos gerados, seguido pelo de transportes em geral, com aproximadamente 20 mil, e hospedagem, com nove mil vagas. O salário médio de admissão deverá ser de R$ 1.930, uma alta real de 1,8% em relação a igual período do ano anterior.