Concurso da Anvisa tem 50 vagas com salário de R$ 16,4 mil


Fachada do edifício sede da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa).

Estão abertas as inscrições para o concurso público para a seleção de 50 especialistas em regulação e vigilância sanitária para a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa). A remuneração é de R$ 16,4 mil. Todas as etapas serão realizadas em Brasília.  O valor da taxa de inscrição é R$ 160, e poderá ser feita até o dia 16 de fevereiro.   

As provas objetivas e discursiva estão previstas para o dia 21 de abril, no turno da tarde.  A divulgação do resultado final nas provas objetivas e de resultado provisório na prova discursiva está prevista para o dia 21 de maio. O certame será realizado pelo Centro Brasileiro de Pesquisa em Avaliação e Seleção e de Promoção de Eventos (Cebraspe).

O concurso terá duas etapas. A primeira será composta por provas objetivas e prova discursiva, de caráter eliminatório e classificatório, e pela avaliação de títulos, de caráter classificatório. A segunda etapa corresponde ao curso de formação, de caráter eliminatório e classificatório.

As 50 vagas contemplam especialistas em regulação e vigilância sanitária em quatro áreas. Podem se candidatar pessoas formadas em nível superior nos cursos de engenharia química, química, bioquímica, engenharia de materiais, engenharia mecânica, engenharia agronômica, farmácia, biologia, enfermagem, odontologia, biomedicina, fisioterapia, veterinária, análise de sistemas, ciência da computação, processamento de dados, sistemas de informação, informática, engenharia da computação, engenharia de sistemas e engenharia de redes.

Confira o edital do concurso da Anvisa.

Programa Acelera Itabuna deixará a cidade com 80% de suas ruas com infraestrutura básica


A Prefeitura de Itabuna tem avançado com as obras do Programa Acelera Itabuna (PAI) – o futuro começa aqui, executando o maior Programa de Reestruturação Urbana que Itabuna já viu em toda a sua história. O objetivo é levar para ruas de barro (poeira e lama) a tão sonhada pavimentação CBUQ (asfalto quente) e será por meio desse programa que a cidade passará a ter 80% de suas ruas com infraestrutura básica.

“Será motivo de muita alegria ter uma cidade com a maior parte de suas ruas com infraestrutura básica e olha que são poucas as cidades do Brasil que conseguem chegar nesse nível. Para isso, trabalhamos o planejamento do PAI durante dois anos e sabemos que foi um sacrifício econômico e de prioridades, porque Itabuna tem muitas necessidades”, comentou a secretária Sônia Fontes, titular da Secretaria de Infraestrutura e Urbanismo (SIURB), responsável pela execução do Acelera Itabuna.

Para ela, a sensibilidade e consciência do prefeito Augusto Castro (PSD) foi fundamental para priorizar a melhoria da qualidade de vida das pessoas, de modo a melhorar o acesso de comunidades que tinham 50 ou até 40 anos aguardando melhorias.

“Itabuna tem cerca de duas mil ruas e um saldo de 464 ruas que nunca receberam nenhum tipo de infraestrutura. O Programa Acelera Itabuna contempla, principalmente nessa primeira fase, 36 comunidades com um total de 255 ruas pavimentadas e um detalhe: ruas que nunca haviam recebido asfalto” informou a secretária Sônia Fontes.

Ainda de acordo com a titular da SIURB, nesse primeiro momento serão pavimentadas 255 ruas. “Mas estamos trabalhando para que por meio de outra operação de crédito outras 10 comunidades também sejam beneficiadas. Então, ficará muito pouco para se fazer depois”.

O Programa Acelera Itabuna começou a ser implantado pela zona oeste da cidade e mudou completamente a estrutura urbana das comunidades de Ferradas, Nova Ferradas, Nova Esperança, o acesso aos condomínios residenciais Jubiabá e Gabriela.

“Em algumas ruas que não eram de barro e que não estavam no cronograma de trabalho, a Prefeitura está fazendo alguns reparos porque tinham uma necessidade e precisavam de uma atenção do poder público, como é o caso da microcomunidade do Fernando Gomes”, informou a secretária Sônia Fontes.

As comunidades em que as obras estão atualmente em andamento são: Nova Itabuna, Campo Formoso, Urbis IV, Sinval Palmeira e também no entorno do Morumbi.

A expectativa é de que as obras dessas comunidades que são ligadas à BR-415 sejam concluídas até o final deste mês, se não houver muita chuva. “Essa é uma região que chamamos de Região 3. Ainda faltam algumas comunidades, mas o grande eixo está pronto. É importante lembrar que nesta mesma região seguiremos o eixo ao longo da BR-101, que contempla os bairros Santa Clara, Jardim Primavera, Jaçanã, Novo Jaçanã, São Lourenço e o restante do Manoel Leão”, acrescentou a titular da SIURB.

Ilhéus em estado de emergência: Chuva intensa desencadeia deslizamentos e inundações


Terminal Urbano ficou alagado.

A intensa tempestade que assola Ilhéus nesta madrugada de terça-feira (23) causou grandes transtornos à comunidade local. Inúmeras vias e ruas ficaram completamente alagadas, além de diversos deslizamentos de terra terem sido registrados. Comunicamos que vários leitores do Blog Agravo relataram dificuldades em entrar em contato com a Defesa Civil através do número de telefone (73) 97400-7521 (WhatsApp), divulgado pela prefeitura de Ilhéus.

Av. Petrobras.

Diversos vídeos estão viralizando nas redes sociais, exibindo imagens impressionantes dos alagamentos. Infelizmente, até mesmo a recém-inaugurada UPA – Unidade de Pronto Atendimento, situada na movimentada Avenida Esperança, não escapou das águas, sendo completamente inundada.

No último domingo, a Defesa Civil emitiu um alerta sobre a previsão de chuvas intensas, informando que o volume de precipitação poderia chegar a 206 mm nos próximos cinco dias.

Av. Soares Lopes.

Em decorrência dessas condições climáticas adversas, a prefeitura de Ilhéus decidiu suspender o receptivo ao transatlântico MSC Seaview, que estava programado para atracar no Porto do Malhado hoje, terça-feira (23).

Conforme informações do governo municipal, todas as equipes da Prefeitura de Ilhéus, incluindo a Defesa Civil e as secretarias municipais, assim como as forças de segurança, estão atuando incansavelmente nas ruas para prestar assistência à população ilheense.

Inscrições abertas para o Sisu 2024, Uesc oferece 1.746 vagas


Os candidatos que desejam ingressar nos cursos disponibilizados pela Universidade Estadual de Santa Cruz (Uesc), devem realizar as inscrições por meio do Sistema de Seleção Unificado (Sisu) 2024, a partir desta segunda-feira, 22 de janeiro, até as 23h59 (horário de Brasília) do dia 25 do mesmo mês, através Portal Único de Acesso ao Ensino Superior (https://sisualuno.mec.gov.br/).

A Uesc, que é a primeira colocada entre as universidades estaduais baianas e segunda entre todas da Bahia, atrás apenas da Universidade Federal da Bahia (Ufba) no Ranking Universitário Folha (RUF) de 2023, oferece 1.746 vagas distribuídas nos 34 cursos de graduação presenciais nesta edição do Sisu.

Dentre os cursos de Bacharelado ofertados pela Uesc estão: Administração, Agronomia, Biomedicina, Ciências Biológicas, Ciências Contábeis, Ciência da Computação, Ciências Econômicas, Comunicação Social, Direito, Enfermagem, Engenharia Civil, Engenharia de Produção, Engenharia Elétrica, Engenharia Mecânica, Engenharia Química, Física, Geografia, Línguas Estrangeiras Aplicadas às Negociações Internacionais, Medicina, Medicina Veterinária, Matemática e Química.

A cartela de cursos de Licenciatura da Universidade inclui: Ciências Biológicas, Ciências Sociais, Educação Física, Filosofia, Física, Geografia, História, Letras, Matemática, Pedagogia e QuímicaDe acordo com o reitor Alessandro Fernandes de Santana, o curso de Psicologia, aprovado pelo Conselho Universitário (Consu), terá a implantação de sua primeira turma a partir de 2025. Acesse o site da Uesc para mais informações sobre a seleção.

A inscrição para o Sisu é gratuita e realizada, exclusivamente, pela internet, por meio dos serviços dedigitais do Governo Federal (gov.br). A edição terá somente uma etapa de inscrição de candidatos às vagas ofertadas pelas instituições participantes para todo o ano. Serão oferecidas vagas de cursos com início previsto das aulas tanto para o primeiro quanto para o segundo semestre de 2024, de acordo com os TAs assinados pelas instituições de ensino superior que aderiram à seleção.

Para participar do processo seletivo do Sisu 2024, é necessário que o candidato tenha participado da edição de 2023 do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), bem como não ter zerado a prova de Redação, conforme a Portaria MEC n. 391/2002, e não tenha participado do Enem 2023 na condição de treineiro – candidato que não concluiu o ensino médio e participa do exame para fins de autoavaliação.

Novidades – Em 2024, o Sisu seguirá as alterações estabelecidas na nova Lei de Cotas. Assim, todos os candidatos inscritos no Sisu serão classificados conforme o seu desempenho no Enem, primeiramente na modalidade de ampla concorrência. Em seguida, é prevista a reserva de vagas ofertadas pela Lei de Cotas e pelas políticas de ações afirmativas das instituições de ensino. O objetivo é beneficiar, sem distorções, os candidatos realmente demandantes de política compensatória para acesso ao ensino superior.

Todas as instituições de educação superior participantes do Sisu 2024 seguirão os dados de distribuição de vagas conforme os percentuais atualizados do Censo 2022, realizado pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). A oferta de vagas reservadas observará a proporção de estudantes de escolas públicas, de baixa renda, pessoas com deficiência, pretos, pardos, indígenas e, conforme a atualização da Lei de Cotas, de quilombolas.

Resultado – O resultado do processo seletivo será divulgado no dia 30 de janeiro, pelo Portal Único de Acesso.

Lista de espera – Diferentemente dos anos anteriores, em 2024, a lista de espera poderá ser utilizada durante todo o ano pelas instituições de educação superior participantes para preenchimento das vagas eventualmente não ocupadas na chamada regular. O candidato que não for selecionado na chamada regular poderá manifestar interesse em participar da lista de espera no período de 30 de janeiro a 7 de fevereiro, também pelo Portal Único de Acesso.

Matrícula 2024: Estudantes do Ensino Médio já podem solicitar a vaga pela internet


Na reta final para a Matrícula 2024, a rede estadual de ensino realiza nesta segunda (22) e terça-feira (23), a matrícula para estudantes novos que buscam vaga no Ensino Médio, Educação de Jovens e Adultos (EJA) Médio e Educação Profissional e Tecnológica. Se encaixam no perfil, estudantes oriundos de escola particular ou de outras redes e aqueles que interromperam os estudos e desejam voltar a frequentar a escola estadual. A solicitação deve ser realizada de forma on-line, por meio de qualquer aparelho que esteja conectado à internet, a exemplo de tablets e celulares. Basta acessar o Portal do Governo (ba.gov.br).

Acesse o Guia Rápido para Matrícula- (https://estudantes.educacao.ba.gov.br/matriculasdaredeestadual).

Estudantes ou responsáveis com dificuldade em solicitar a matrícula pela internet deverão manter contato através dos canais de atendimento 0800 71 5353 ou 71 4020-5353 ou solicitar atendimento presencial na escola estadual mais próxima.

Prazo para entrega de documentos – Após efetuar a solicitação de matrícula pelo Portal do Governo (ba.gov.br), o estudante ou seu responsável deverá entregar a documentação na unidade escolar em até cinco dias. Os documentos necessários são: original do histórico escolar; original e cópia do RG ou da certidão de registro civil e do CPF; e comprovante de residência. Serão necessárias também cópias do RG e CPF da mãe do estudante e/ou do responsável legal. É importante observar que a confirmação da matrícula acontecerá mediante a entrega da documentação exigida.

Serviço
O quê: Matrícula para estudantes novos do Ensino Médio
Quando: dias 22 e 23 de Janeiro
Onde: Portal do Governo (ba.gov.br)
Contato para entrevistas: 71 3115 9026

Moradores da Conquista comemoram um ano do abandono de obra pela Prefeitura de Ilhéus



Uma rua que antes era pavimentada e que era o principal acesso ao bairro da Conquista, em Ilhéus, há mais de um ano se tornou intransitável, com esgoto a céu aberto, invadindo as casas e causando sérios prejuízos e transtornos para a comunidade. Assim é a rua São Francisco, no bairro da Conquista, onde a Prefeitura de Ilhéus iniciou uma obra a mais de um ano e simplesmente abandonou o serviço, deixando a via abandonada e intransitável.

Para chamar a atenção das autoridades, os moradores realizaram no último sábado um aniversário de um ano de abandono, com direito a bolo, festa e parabéns. O que seria uma comemoração, virou um pedido de socorro. A comunidade explica que por conta do abandono, na rua já não circulam carros, não entram ambulâncias do SAMU, não chega carros do gás, coleta de lixo e nem o serviço dos Correios. “Estamos vivendo um pesadelo desde que a Prefeitura de Ilhéus iniciou os serviços e nos abandonou. A gente não aguenta mais isso”, disseram os moradores.

Convidado pela comunidade por estar sempre presente e constante na luta pela recuperação da rua, denunciando o abandono e cobrando o início imediato das obras, o vereador Augustão falou do desrespeito do prefeito com a comunidade. Segundo ele, há indícios de que os recursos tenham sido enviados pelo Governo do Estado e desviado para outras finalidades. “Nós já entramos em contato com o Governo do Estado para que explique a situação e exija o início imediato dos serviços”, adiantou o vereador.

Os moradores informaram que antes da destruição da rua a via funcionava normalmente e era bastante movimentada. “Mas há um ano que estamos vivendo nesse transtorno, sem ter o direito de ir e vir. Às vezes o pessoal da Prefeitura chega aqui, faz uma enganação dizendo que vai fazer a obra, mas depois some. Por isso é que tomamos a iniciativa de fazer o aniversário de um ano de abandono dos serviços para denunciar a situação e cobrar do poder público alguma providência”, relataram os moradores.

Embarcação naufraga e deixa ao menos 5 mortos na Baía de Todos-os-Santos


 

Embarcação naufraga e deixa mortos na Baía de Todos-os-Santos — Foto: TV Globo/Reprodução.

Cinco pessoas morreram após um barco virar na noite de domingo (21), na cidade de Madre de Deus, na Região Metropolitana de Salvador.

A embarcação fazia o trajeto da Ilha Maria Guarda para o município, que fica em uma região turística que registra alto movimento neste período do ano. O naufrágio aconteceu por volta das 22h, quando os passageiros voltavam de uma festa.

Primeiro a chegar em barco retirou 12 pessoas da embarcação: ‘muita gente em pânico.

Testemunhas afirmaram que a embarcação, que tem capacidade para 10 pessoas, estava lotada. Ainda não se sabe a quantidade total de pessoas presentes.

Ainda segundo testemunhas, uma possível discussão entre os passageiros teria gerado uma confusão. Os passageiros teriam corrido para um dos lados da embarcação, que virou.

Segundo informações da Marinha do Brasil, as vítimas que morreram são quatro adultos e uma criança. Elas foram identificadas como:

Yan Kevellyn de Souza Santos, de 22 anos;

Flaviane Jesus dos Santos, de 29 anos;

Jonathan Miguel de Jesus Santos, de 7 anos;

Caroline Barbosa de Souza, de 17 anos;

Rosimeire Maria Souza Santana, de 59 anos.

Outras seis pessoas foram levadas para o Hospital Municipal de Madre Deus. Duas já tiveram alta, três foram levadas para Salvador e uma aguarda transferência para uma unidade de saúde também na capital.

A Marinha informou que será instaurado um Inquérito sobre Acidentes e Fatos da Navegação (IAFN) pela CPBA, para apurar as causas e circunstâncias do acidente.

Informações do G1/Bahia.

Nota de Pesar


O Blog Agravo manifesta profundo pesar pelo falecimento do policial civil Udson da Silva Belém, vítima de infarto, ocorrido no final da manhã deste domingo (21), na cidade de Canavieiras.

Neste momento de despedida, o site Agravo presta as sinceras condolências aos familiares e amigos por esta inestimável perda, rogando a Deus que, na sua infinita misericórdia, conforte a todos.

O velório acontece no SAF, na Conquista, e o sepultamento será nesta segunda-feira (22), às 10h, no cemitério São João Batista, na Barreira.

Defesa Civil alerta: previsão de 206 mm para os próximos 7 dias a partir deste domingo (21)


Foto divulgação.

A Defesa Civil de Ilhéus emite um alerta à população devido à previsão de chuvas intensas para os próximos sete dias, a partir de hoje, domingo (21), podendo chover até 206 mm, de acordo com o INMET (Instituto Nacional de Meteorologia) e o CEMADEN (Centro Nacional de Monitoramento e Alertas de Desastres Naturais).

Alerta-se para os riscos de deslizamentos de terra, alagamentos ou inundações nas áreas vulneráveis de Ilhéus. Por isso, a Defesa Civil já vem realizando trabalhos preventivos durante toda a semana, como a colocação de lonas, vistorias em áreas de risco e orientação às famílias. Além disso, segue monitorando as áreas com maior vulnerabilidade.

Diante da possibilidade, a Prefeitura de Ilhéus orienta os moradores a permanecerem atentos em suas residências, observando indícios como desagregação de solos em encostas, sinais sonoros, fissuras e rachaduras nos imóveis. Equipes da Secretaria de Infraestrutura e Defesa Civil e a Secretaria de Promoção Social estarão de plantão para atender quaisquer eventualidades.

A Defesa Civil tem atuado por meio de monitoramentos constantes, aferindo os índices de chuvas precipitadas, bem como realizando previsões a curto e longo prazo. Em caso de emergência, a população pode acionar a Defesa Civil pelo número: (73) 97400-7521 (WhatsApp) ou ligar para o Corpo de Bombeiros pela Central 193.

Começam nesta sexta-feira inscrições para o concurso unificado


Foto ilustrativa.

Começam nesta sexta-feira (19) as inscrições para o Concurso Público Nacional Unificado. O certame vai selecionar, de uma só vez, 6.640 servidores para 21 órgãos públicos federais.

No ato da inscrição, feita exclusivamente pelo aplicativo Gov.br, será gerada uma Guia de Recolhimento da União (GRU), único mecanismo de pagamento que valerá para o concurso. O prazo segue até 9 de fevereiro.

As provas serão aplicadas no dia 5 de maio em 220 cidades, distribuídas em todos os estados e no Distrito Federal. A taxa de inscrição será R$ 60 para vagas de nível médio e R$ 90 para vagas de nível superior.

Estão isentos candidatos que integram o Cadastro Único para Programas Sociais (CadÚnico) e que cursam ou cursaram faculdade com apoio do Fundo de Financiamento ao Estudante do Ensino Superior (Fies) ou do Programa Universidade para Todos (ProUni), assim como doadores de medula óssea.

O Ministério da Gestão e da Inovação em Serviços Públicos, responsável pela condução do concurso, recomenda leitura cuidadosa dos editais, “potencializando as trajetórias profissionais e acadêmicas dos candidatos“.

Em nota, a pasta destacou que a proposta é democratizar o acesso aos quadros federais e permitir que candidatos alinhem suas vocações às oportunidades oferecidas.

Um dos destaques do certame é a possibilidade de utilizar as listas de classificação também para a ocupação de vagas em cargos temporários, sendo que, se o candidato aceitar um cargo temporário, continuará na lista de espera dos outros cargos. O concurso terá validade de 12 meses, podendo ser prorrogado por mais 12 meses.

“Pessoas aprovadas para cargos que, porventura, não sejam o da primeira opção selecionada no momento da inscrição, continuarão em lista de espera para o principal posto desejado”, reforçou o ministério.