Bahia, Pará e Rondônia disputam título de melhor amêndoa de cacau do Brasil


A quinta edição do “Concurso Nacional de Cacau Especial do Brasil – Sustentabilidade e Qualidade” registrou número recorde de inscrições. Foram 98 amostras oriundas de seis estados, sendo o Amazonas e o Tocantins estreantes na disputa pelo título de melhor amêndoa de cacau do país. Após a primeira fase de avaliação, 20 amostras foram classificadas para as etapas finais da competição. Agora, produtores dos estados do Pará, Bahia e Rondônia buscam a colocação nas categorias varietal (uma única variedade genética de cacau) e mistura (blend de variedades).

O Concurso Nacional de Cacau Especial tem o objetivo de incentivar a melhoria da qualidade e da sustentabilidade na produção de cacau no Brasil, divulgando o fruto a partir dos chocolates especiais e promovendo este segmento junto ao consumidor. Os prêmios desta edição somam R$ 60 mil. O montante será dividido entre primeiro, segundo e terceiro colocados nas duas categorias.

A participação dos estados do Amazonas e do Tocantins nas inscrições deste ano permitiram que o setor tivesse um recorte mais amplo sobre o perfil de qualidade de cacau entre os produtores brasileiros. “Quanto mais estados aderirem ao projeto do Concurso Nacional, mais a gente consegue contribuir com a pauta de colocar o Brasil como referência internacional de cacau de qualidade”, destaca Cristiano Villela, diretor científico do Centro de Inovação do Cacau (CIC), entidade organizadora do evento, juntamente com a Comissão Executiva do Plano da Lavoura Cacaueira (Ceplac), Associação Nacional das Indústrias Processadoras de Cacau (AIPC) e Associação Brasileira da Indústria de Chocolates, Amendoim e Balas (Abicab).

Graças ao arranjo entre CIC e Ceplac na elaboração do Concurso Nacional, este ano três cacauicultores brasileiros figuram entre as 50 melhores amêndoas de cacau do mundo. Os vencedores nacionais da edição nacional passada foram automaticamente classificados para disputar o título de melhor cacau do mundo no Cacao of Excellence Awards, a mais prestigiada competição global de cacau.

Representando o Brasil, Luciano Ramos de Lima, de Ilhéus-BA, Miriam Aparecida Federrici Vieira e Robson Brogni, de Medicilândia-PA, concorrem agora ao prêmio máximo. Os vencedores do certame internacional serão conhecidos em Amsterdã, durante cerimônia que acontecerá em fevereiro no evento Chocoa 2024, na capital holandesa. “Pelo segundo ano consecutivo conseguimos emplacar três brasileiros entre os finalistas mundiais. Isso mostra a importância do Concurso Nacional de Cacau Especial, ressalta a relevância do nosso trabalho, ao mesmo tempo que impulsiona aprimoramentos na qualidade do cacau brasileiro, elevando o Brasil ao patamar internacional como um produtor de cacau de qualidade superior”, analisa Cristiano.

Avaliação

As fases de avaliação do V Concurso Nacional de Cacau Especial do Brasil incluem análise físico-química das amêndoas não-torradas e análise sensorial do cacau em forma de líquor (massa de cacau) feita por um júri técnico dentro do CIC. Por último, um júri externo formado por convidados especiais realiza uma avaliação às cegas do sabor do cacau na forma de chocolate 70%. Entre os avaliadores desta edição estão o empresário Alexandre Costa, da Cacau Show, o chef confeiteiro Lucas Corazza e Marcos Palmeira, ator que volta a protagonizar a telenovela “Renascer”, filmada no sul da Bahia.

Sustentabilidade

O Concurso Nacional de Cacau Especial do Brasil avalia também as condutas de produção dos participantes. Essa avaliação é feita com base no Currículo de Sustentabilidade do Cacau, documento que é referência de sustentabilidade para produtores de cacau, técnicos e instituições na busca pela melhoria contínua da produção atrelada à redução dos impactos negativos oriundos da atividade. No ato de inscrição, os produtores respondem a um questionário sobre produção sustentável e, na etapa final, recebem a visita de auditores em suas propriedades para verificar as informações declaradas. “Os produtores precisam estar atentos ao seu enquadramento nos critérios de sustentabilidade definidos pelo currículo. Precisamos trabalhar a qualidade do nosso cacau, mas mantendo o foco em um modelo de produção sustentável. E, desta forma, contribuir para a melhoria da reputação do cacau brasileiro”, destaca o diretor científico do CIC.

Os vencedores serão anunciados no dia 24 de novembro durante cerimônia realizada em Ilhéus, Sul da Bahia. A premiação é uma iniciativa conjunta da cadeia de cacau, patrocinada pela Associação Nacional das Indústrias Processadoras de Cacau (AIPC), Mondelēz International – Cocoa Life, Nestlé – Cocoa Plan, SEBRAE, Secretaria de Desenvolvimento Agropecuário e da Pesca do Estado do Pará (SEDAP-PA), Associação Brasileira da Indústria de Chocolates, Amendoim e Balas (Abicab), Cacau Show, Dengo Chocolates, GS1 Brasil, Sistema FAEB/SENAR-BA, Harald Chocolates e Newe Seguros. O Concurso é organizado e executado pelo Centro de Inovação do Cacau (CIC), em parceria com a Comissão Executiva do Plano da Lavoura Cacaueira (Ceplac), AIPC e Abicab.

Sobre o CIC

Inaugurado em março de 2017, o Centro de Inovação do Cacau (CIC) é uma iniciativa do Parque Científico e Tecnológico do Sul da Bahia que realiza avaliações de amêndoas de cacau e chocolate. Trata-se de um laboratório dedicado para fazer análises físicas, químicas e sensoriais, prestando serviços a produtores de variados portes, além da indústria processadora de cacau.

Conheça os finalistas de cada categoria:

VARIETAL

Agropecuária Sempre Firme (Aurelino Leal-BA) Variedade: BN34

André Luiz Vicente (Nova União-RO) Variedade: CCN51

Angélica Maria Tavares Lima Fernandes (Itabuna-BA) Variedade: Catongo

Deoclides Pires da Silva (Jaru-RO) Variedade: CCN51

José Batista de Souza (Medicilândia-PA) Variedade: Manaus 15

Leomar Silva Vieira (Medicilândia-PA) Variedade: Alvorada 03

Lídia Rosa Santos Souza (Uruará-PA) Variedade: Ponta Verde

Marina Oliveira Paraíso Martins (Ilhéus-BA) Variedade: VB1151

Miriam Aparecida Federicci Vieira (Medicilândia-PA) Variedade: Alvorada 01

Rubens Dario Froes Costa De Jesus (Ibirapitanga-BA) Variedade: PH16

MISTURA

Ademir Venturin (Medicilândia-PA)

Deoclides Pires da Silva (Jaru-RO)

Francisco Pereira Cruz (Novo Repartimento-PA)

Geraldo Lopes da Silva (Cabixi-RO)

Gilmar Batista de Souza (Uruará-PA)

Joao Rios de Sousa (Novo Repartimento-PA)

Lídia Rosa Santos Souza (Uruará-PA)

Odair Jose Alves dos Santos (Novo Repartimento-PA)

Robson Tomaz de Castro Calandrelli (Nova União-RO)

Waldemar Polycarpo da Silva Neto (Ilhéus-BA)

Quem será o próximo prefeito de Ilhéus ?


Por Jamesson Araújo

Estamos a menos de um ano da eleição municipal em Ilhéus, que decidirá quem será o próximo prefeito. Muitos amigos me perguntam sobre as possibilidades dos pré-candidatos, e sempre respondo que a eleição é imprevisível, assim como o futebol, onde o inesperado prevalece. No entanto, já é possível identificar os favoritos neste momento. Isso não significa que eles vão vencer, mas sim que estão na disputa.

Apesar da rejeição do governo de Mário Alexandre (PSD), ele será o fiel da balança nessas eleições. Mas tudo vai depender de como ele escolherá seu pré-candidato. Na base do governo estadual, pelo menos dois nomes despontam nas pesquisas internas de diversos grupos políticos: o vice-prefeito Bebeto Galvão (PSB) e o vereador Augustão (PT). No entanto, é improvável que o prefeito abrace a candidatura desses políticos. Minha aposta é que haverá uma grande ruptura na base do governo estadual, o que pode resultar na vitória da oposição. Se houver mais de uma candidatura da base, as chances do governo estadual eleger seu candidato serão reduzidas.

Mas cada eleição é única, e dificilmente teremos algo semelhante à eleição de Jerônimo a nível municipal. A eleição de 2024 pode afetar a de 2026 e atrapalhar os planos do atual prefeito Mário Alexandre de se tornar um congressista. No confronto entre oposição e situação, muito dependerá das jogadas políticas e da leitura de Marão. Primeiro, o prefeito está tentando melhorar a imagem de seu governo para direcionar o apoio de toda a base em seu escolhido.

O vice-prefeito Bebeto Galvão está correndo para construir sua candidatura, conversando com os partidos da base, e tem avançado bastante. No entanto, enfrenta poderosos inimigos dentro do governo, que terão um papel importante na decisão final. O apoio e a imposição do PSB em nível estadual serão determinantes para respeitar a leitura das pesquisas. As trocas de farpas entre o grupo de Bebeto e o secretário Bento Lima podem resultar em um rompimento por parte do governo municipal. Na minha leitura, Bebeto prefere ser traído do que ser o traidor, pois a população sempre abraça o traído!

O vereador Augustão enfrenta o desdém do PT, que não o vê como um candidato alinhado à cúpula partidária nem ideologicamente. Resta a Augustão buscar um partido de esquerda para lançar sua candidatura, mas isso pode ser um desafio. Atualmente, Augustão está bem posicionado e será uma figura importante na eleição, podendo ser a grande surpresa. No entanto, ele precisará expandir sua influência para a zona sul, já que sua base eleitoral está concentrada na zona norte.

Alguns podem questionar sobre os nomes de Marcos Flávio, Adélia Pinheiro, entre outros. Falarei sobre eles quando se destacarem como candidatos competitivos ao longo da campanha eleitoral. Neste momento, isso não está acontecendo.

Do outro lado da moeda, temos os candidatos da oposição: Valderico Júnior (União Brasil), Jabes Ribeiro (PP) e Cacá Colchões (PP). Por enquanto, vou me concentrar nesses três nomes que estão bem posicionados nas pesquisas. A oposição está trabalhando em uma união, onde há um acordo de que o candidato mais competitivo será o cabeça de chapa. Assim, existem pelo menos três possíveis formações de chapa: Jabes na cabeça e Valderico como vice, Valderico na cabeça e Jabes como vice (embora seja difícil) e, por fim, o nome de Jabes seria substituído pelo empresário Cacá Colchões.

O ex-prefeito Jabes tem se gabado de liderar a corrida eleitoral em Ilhéus, mas é importante lembrar que ele possui um alto índice de rejeição, o que é compreensível para alguém que governou a cidade por quatro vezes. No entanto, Jabes enfrenta um problema de identidade política. Embora esteja na oposição ao governo estadual e municipal, ele insiste em elogiar figuras importantes da política governista. Será que Jabes ainda sonha em se aliar à situação? Seria possível que ele indicasse um vice ou até mesmo se juntasse ao candidato de Mário?

O fato é que o ex-prefeito tem navegado em águas tranquilas, mas em breve isso chegará ao fim. Valderico Júnior tem adiado sua pré-campanha, preferindo se especializar em gestão pública através de cursos na capital do país. Talvez isso esteja beneficiando o ex-prefeito, já que Junior ainda não começou a campanha oficialmente, mas mesmo assim é lembrado com muita frequência pelos eleitores.

A verdade é que a eleição pode ter várias configurações, tanto na oposição quanto na situação. Como podemos ver, a resposta para o título deste artigo estar há menos de um ano de ser encontrada!

Sobre o autor: Jamesson Araújo é jornalista, editor do Blog Agravo, com vasta experiência na cobertura política e em campanhas eleitorais.

Após fuga na rodovia, PRF apreende carro recheado de cocaína na BR 101


Policiais rodoviários federais apreenderam na manhã deste domingo (19), 247 Kg de cocaína. A ocorrência iniciou na altura do quilômetro 194 da BR 101, em trecho de Conceição da Feira (BA). Traficante foi preso.

Os PRFs realizavam uma ronda na rodovia, quando avistaram o motorista de um carro GM/SPIN realizando uma manobra brusca ao avistar a viatura. Foram feitas várias tentativas de parada, com o uso dos dispositivos sonoros e de iluminação de emergência (giroflex), porém a ordem foi desrespeitada pelo condutor, razão pela qual os agentes iniciaram um acompanhamento tático e logo em seguida o veículo foi interceptado.

Ao descer da SPIN, o condutor avisou que dentro do carro havia droga. Foi feita uma vistoria no interior do veículo e foram encontradas caixas de papelão contendo dezenas de tabletes de cocaína, que após pesagem totalizaram 247 quilos.

A carga ilícita renderia cerca de 45 milhões de reais ao tráfico de drogas.

Em seguida, o motorista, o veículo e todo o produto ilícito apreendido foram encaminhados para a Polícia Civil de Feira de Santana, para lavratura do flagrante referente ao crime previsto na Lei de Drogas, que prevê de 5 a 15 anos de prisão.

A PRF na Bahia segue firme no enfrentamento ao narcotráfico com ações de fiscalizações ostensivas em todas as divisas do estado, com o objetivo de ‘desmantelar’ toda a logística do crime organizado.

IV Festival de Cultura Quilombola de Itacaré inicia hoje, 17 de novembro



Valorizando a cultura e identidade quilombola. O Conselho Quilombola de Itacaré realiza a quarta edição do Festival, entre os dias 17 a 20 de novembro no município de Itacaré.

Ao longo dos quatro dias do Festival, haverá atividades como uma levada cultural, feira de economia solidária, exposição de fotografia, Conferência Livre de Promoção da Saúde Quilombola e rodas de conversa – tudo regado a muita música, capoeira e manifestações culturais, além da gastronomia ancestral. A programação completa pode ser acessada no @conqui.itacare no Instagram.

No domingo (19), haverá a inauguração da Empresa de Turismo Étnico e Base Comunitária Quilombola de Itacaré, na praia da Coroinha. O feito é um marco para a comunidade quilombola que vê, no turismo étnico, umas das formas de sustentabilidade e geração de renda, além da valorização da cultura e identidade local, consequentemente.

Para Wellington Silva, do quilombo Santo Amaro e presidente no Conselho Quilombola de Itacaré, o Festival traz visibilidade para as comunidades de Itacaré, além de ser uma oportunidade para escoar os produtos feitos por coletivos locais, com o apoio da economia solidária.

“Minha expectativa é uma visibilidade maior para nós, para nossa comunidade, para que nossas raízes e ancestralidade não sejam esquecidas. O festival é uma oportunidade para chamar a atenção das autoridades sobre nossa existência. Nós existimos e estamos aqui!”, acrescenta a quilombola Monaliza Moreira.

O Festival tem como apoiadores a Prefeitura Municipal de Itacaré, o Cesol, a Secretaria do Trabalho, Emprego, Renda e Esporte da Bahia (Setre) e o Ministério da Saúde. A Universidade Federal do Sul da Bahia (UFSB), IF Baiano e a Universidade Estadual de Santa Cruz (Uesc) também estão apoiando o evento com ações pontuais.

Geração de renda e economia solidária

A quilombola Monaliza Moreira lembra da vasta produção das comunidades quilombolas, uma das formas de sustentabilidade e de resistência dos povos ancestrais. “Nossos quilombos são muito ricos, tanto no que se refere aos frutos que plantamos e colhemos para vender e sustentar nossas famílias, quanto ao pescado que podemos pescar e fazer… e isso gera renda em nossas comunidades”, destacou.

Para o prefeito de Itacaré, Antônio de Anízio, contribuir para o fortalecimento das comunidades tradicionais é um dos objetivos da gestão, pois entende a importância desse povo para a cultura, tradição e até mesmo pro turismo do município.

Para o coordenador geral no Cesol Litoral Sul, Thiago Fernandes, o IV Festival da Cultura Quilombola de Itacaré reafirma a identidade dos povos ancestrais e consolida o trabalho de economia solidária desenvolvido na região.

Serviço

O que: IV Festival da Cultura Quilombola de Itacaré
Quando: 17 a 20 de novembro de 2023
Onde: Itacaré-BA
Quanto: gratuito e aberto à população

Polícia Técnica identifica corpo de homem que passou quase 20 anos usando nome do irmão


A Coordenadoria Regional de Polícia Técnica (CRPT) de Teixeira de Freitas descobriu um caso de fraude documental ao realizar a identificação necropapiloscópica (confronto pelas impressões digitais) de um corpo localizado na cidade de Mucuri.

“Recebemos este corpo com uma identidade do Estado do Rio de Janeiro e, imediatamente, solicitamos do Instituto de Identificação Afrânio Peixoto/RJ o envio da ficha papiloscópica do indivíduo para compararmos com as digitais do corpo”, explicou Elson Gonçalves Oliveira Jr, Perito Técnico responsável pela identificação.

Logo após a entrada do corpo no IML, a equipe da CRPT foi informada da possibilidade daquele individuo estar utilizando o nome de outro familiar, desta forma, foram solicitadas também as fichas dos irmãos, confirmando assim que o homem morto em Mucuri utilizava há quase 20 anos o nome de um de seus irmãos.

“Temos por protocolo o processo de identificação biométrica de todos os corpos que dão entrada na nossa regional”, pontuou o Coordenador Eder Amorim ao explicar que quando não é possível a identificação pelas impressões digitais, optam pela odonto-legal ou ainda o DNA.

“Declarar o óbito de um indivíduo traz grandes repercussões, envolvendo seguro, pensões e aposentadorias, por exemplo, portanto, é muito importante confirmar a identidade dos corpos que dão entrada na Polícia Técnica”, finalizou Eder.

O processo de identificação civil, criminal e da necropapiloscopia são atribuições dos profissionais Peritos Técnicos, que constituem parte das atividades fundamentais para o Departamento de Polícia Técnica ao cumprimento de sua missão institucional.

IF Baiano abre 120 vagas para cursos técnicos EAD em Uruçuca


O campus Uruçuca do Instituto Federal Baiano (IF Baiano) está com inscrições abertas para cursos Técnicos Subsequentes ao Ensino Médio na modalidade EAD. O período de inscrição ocorre entre os dias 16 de novembro a 17 de dezembro.

Para participar gratuitamente do processo seletivo, os candidatos precisam ter concluído o Ensino Médio até a data da matrícula, que será divulgada no edital de matrícula em 15 de janeiro de 2024. Serão ofertadas 120 vagas nos seguintes cursos técnicos:

Vendas – 40 vagas

Secretaria Escolar – 40 vagas

Informática – 40 vagas

Os cursos terão duração de um ano, com as aulas online ministradas no período noturno e encontros presenciais às quartas, no IF Baiano – Campus Uruçuca das 18h às 21h.

Os candidatos deverão realizar a inscrição de forma online, através do preenchimento do formulário de inscrição disponível na página do campus Uruçuca. Após o preenchimento, o candidato irá anexar a documentação exigida no edital.

Para os candidatos que não tenham acesso à internet, será disponibilizado também atendimento presencial, de segunda a sexta, das 08h às 12h e das 13h às 17h, para realizar a inscrição no campus, que fica localizado na Rua Dr. João Nascimento – S/N – Centro, Urucuca- Bahia, CEP: 45680-000.

Todas as etapas do processo de ingresso para cursos EAD devem ser acompanhadas nesta página. O detalhamento completo do processo seletivo está disposto no edital.

Para dúvidas, os candidatos podem entrar em contato através do telefone (71) 99345-7955 ou do e-mail: [email protected]

Ingresso de estudantes no IF Baiano em 2024

O IF Baiano possui 14 campi, distribuídos pelo interior da Bahia, nas cidades de Alagoinhas, Catu, Bom Jesus da Lapa, Governador Mangabeira, Guanambi, Itaberaba, Itapetinga, Santa Inês, Senhor do Bonfim, Serrinha, Teixeira de Freitas, Valença, Uruçuca e Xique-Xique. Cada unidade lança seu próprio processo seletivo para preenchimento de vagas em cursos técnicos Integrados e Subsequentes. Para acompanhar outros campi com vagas abertas e os cursos disponíveis, acesse: https://concurso.ifbaiano.edu.br/portal/ingresso-de-estudantes-2024/

Gurita homenageia os 55 anos da Igreja Cristã Maranata com Sessão Especial


 Vereador Gurita.

O vereador Alzimário Belmonte, o Gurita (PSD) pediu a realização de uma Sessão Especial para homenagear os 55 anos da Igreja Cristã Maranata, que acontecerá na próxima sexta-feira, dia 17 de novembro, às 18h, no plenário da Câmara Municipal de Ilhéus. O pedido foi votado e aprovado na 59ª Sessão Ordinária.

De acordo com o edil, a igreja mencionada “possui diversos serviços prestados à comunidade ilheense nas áreas social e religiosa, bem como uma história de amor pelo evangelismo”, justificou Gurita.

No Brasil é celebrado anualmente o Dia da Igreja Cristã Maranata. A data aconteceu pela primeira vez em 31 de outubro de 1967, ocorrendo o primeiro registro da Igreja com o nome de Igreja Cristã Presbiteriana, organizada em Itacibá, com 112 membros.

“Pelo PP não será” diz Jabes Ribeiro sobre pré-candidatura de Dr. Aldemir a prefeito de Ilhéus


Jabes e o vereador do PP, Dr. Aldemir Almeida.

Durante uma entrevista no programa “O Tabuleiro”, da rádio Ilhéus FM, o ex-prefeito de Ilhéus, Jabes Ribeiro, compartilhou sua visão sobre as pré-candidaturas a prefeito que integram o grupo de oposição. Quando questionado pelo radialista Vila Nova sobre a pré-candidatura do médico e vereador do PP, Aldemir Almeida, Jabes foi categórico: “Pelo PP não será”.

Aldemir havia afirmado recentemente na mesma rádio que estava se lançando como pré-candidato a prefeito. Jabes enfatizou que a discussão deve ser realizada internamente. “O Partido Progressista já tem o meu nome e o de Cacá”, ressaltou Jabes.

Ele também revelou que havia conversado com o Dr. Aldemir no início do ano e perguntado se ele tinha intenção de se candidatar, recebendo uma resposta negativa.

Vale lembrar que o vereador Aldemir faz parte da base do governo municipal e se apresenta como uma opção ao prefeito Mário Alexandre na escolha de seu sucessor.

Ouça o trecho que Jabes fala sobre a pré-candidatura de Aldemir:

Trabalhadores da rede municipal rejeitam proposta do executivo


A APPI/APLB realizou hoje (16), em sua sede, uma assembleia para apresentar aos trabalhadores da rede municipal de Ilhéus a proposta do poder executivo de alteração do plano de carreira, cargos e salários do magistério público (Lei 3346/2008).

O texto foi rejeitado, por unanimidade, pela categoria. Também foi referendada, com 2 abstenções, a continuidade de atuação do sindicato na mesa de negociação. Será agendada uma nova reunião com o governo e, logo após, a marcação de outra assembleia.

Polícia Civil indicia envolvidos na morte de líder quilombola Bernadete Pacífico



A Polícia Civil da Bahia, por meio do Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), concluiu o inquérito policial que resultou no indiciamento de cinco pessoas envolvidas com a morte da líder quilombola Maria Bernardete Pacífico, ocorrido em agosto deste ano, na associação do Quilombo Pitanga dos Palmares, no município de Simões Filho, Região Metropolitana de Salvador (RMS). Um sexto envolvido foi indiciado em um segundo inquérito, também concluído pelo DHPP. Os procedimentos foram encaminhados para a Justiça na quinta-feira (9).

A delegada-geral da Polícia Civil, Heloísa Brito, explica que, de acordo com as investigações, dois executores, dois mandantes, um partícipe e um sexto envolvido, que guardou as armas utilizadas no crime e que deu apoio na fuga de um dos atiradores, foram identificados como responsáveis pela morte da vítima, cuja principal motivação foi à retaliação de um grupo responsável pelo tráfico de drogas naquela região. Os cinco primeiros foram indiciados por homicídio e o sexto por posse ilegal de arma de fogo, em outro inquérito policial.

Desde o início das investigações, aproximadamente 80 oitivas foram realizadas e 20 medidas cautelares foram solicitadas e deferidas pelo Poder Judiciário. Também foram analisados 14 laudos periciais, entre os quais os que confirmaram que as armas apreendidas foram de fato utilizadas no crime. Além de reconhecimento dos autores por parte das testemunhas, a autoria também foi confirmada por meio da confissão do executor, que apontou o mandante e a motivação,

Dinâmica das ações criminosas

Conforme apurado, a motivação do crime teve início com a insatisfação de um morador do quilombo com a reprimenda de Bernadete Pacífico acerca da exploração ilegal de madeira praticada por ele naquela região. O homem instigou o crime e auxiliou os executores na ação delituosa.

Ele enviou áudios aos líderes do tráfico, informando que a vítima estaria acionando a polícia para desarticular eventos suspeitos, em um bar na comunidade Pitanga dos Palmares, na área quilombola. Com as informações, um criminoso acusado de liderar o tráfico na região ordenou a morte de Mãe Bernadete aos executores. O homem também facilitou a entrada dos autores no imóvel. Após o crime, um dos envolvidos facilitou a fuga de um dos atiradores e guardou as armas utilizadas no homicídio.

Entre os seis envolvidos, dois encontram-se com mandados de prisão em aberto e, portanto, foragidos. Outro teve a prisão solicitada ao Poder Judiciário. O executor ainda não localizado é fugitivo do sistema prisional e tem condenação por homicídios cometidos em Simões Filho e Madre de Deus. Diligências continuam no sentido de localizar os foragidos. Para colaborar, a população pode fornecer informações sem precisar se identificar, para o Disque Denúncia da Secretaria da Segurança Pública (SSP), ligando 181.

Ouça o áudio: