Ilhéus é a cidade do interior com maior número de leitos de UTI Covid-19


Foi ainda no mês de janeiro que o governo municipal, antevendo a projeção do cenário da pandemia em Ilhéus, se antecipou com as providências necessárias para estruturar a saúde, como a contratualização de novos leitos de UTI SUS junto à Secretaria de Saúde do Estado da Bahia (Sesab) para atender a população na cidade, além da compra de novos ventiladores. O resultado disso é o fato de Ilhéus ser a cidade do interior do Estado com o maior número de leitos, específicos para pacientes com coronavírus, e a primeira a implantar o Centro de Atendimento Covid-19.

Ilhéus hoje conta com 45 leitos de UTI SUS, sendo 29 no Hospital Regional Costa do Cacau (HRCC) e 16 no Hospital de Ilhéus. Mais dez novos leitos estarão disponíveis a partir de segunda-feira (15) no Hospital Vida Memorial, chegando a 55 leitos de UTI Covid-19 SUS. Em se tratando de leitos clínicos, são 18 no HRCC, 11 no Hospital de Ilhéus e 20 no Hospital Vida Memorial. Um total de 49 leitos clínicos específicos para pacientes com coronavírus. Ao todo são 104 leitos Covid-19 – 55 de UTI e 49 clínicos.

Confira quais as principais ações da Prefeitura de Ilhéus contra o coronavírus – O município decretou o isolamento social antes da confirmação do primeiro caso de coronavírus em Ilhéus; em parceria com o governo baiano implantou o primeiro Centro de Atendimento Covid-19 do interior da Bahia com 22 leitos; a secretaria de saúde atendeu mais de 5000 pessoas por telefone com a Central de Atendimento; realizou testagem em massa de profissionais de saúde, de idosos abrigados e servidores públicos; criou o disk denúncia de aglomerações e atividades irregulares em funcionamento; realizou e tem realizado diversas fiscalizações de estabelecimentos, desinfecção de espaços públicos com maior circulação de pessoas, bloqueios  sanitários nos bairros e quarteirões da cidade, barreiras de contenção e realizou antecipadamente a contratualização de novos leitos de UTI específicos para pacientes com coronavírus.

Itabuna: Prefeito Fernando Gomes empossa novos secretários


Foto divulgação.

Na manhã desta sexta-feira (12), o Prefeito de Itabuna, Fernando Gomes, deu posse aos novos secretários municipais de Saúde, Administração e Segurança, Transportes e Trânsito (Sesttran). A cerimônia realizada no gabinete do prefeito reuniu os ex-secretários de Administração, Dinailson Oliveira, da SESTTRAN, Coronel Serpa, a secretária de Governo Maria Alice, e o presidente da Câmara Ricardo Xavier, além dos novos secretários.

Na secretaria de Administração, assume Juliana Matos, advogada e publicitária. Na secretaria de Saúde, o novo titular é Juvenal Maynart, ex-presidente da Fundação de Atenção à Saúde de Itabuna (FASI), e na secretaria de Segurança Transporte e Trânsito, assume Alecsandro Leal, que ocupava a sub-secretaria da SESTTRAN.

A nova secretária de Administração, Juliana Matos, agradeceu a confiança do prefeito Fernando Gomes e falou sobre a responsabilidade de substituir o agora ex-secretário, Dinailson Oliveira (Son). “Nosso intuito é manter o legado deixado por Son, com transparência e muito trabalho”, disse. O novo titular da SESTTRAN, Alecsandro Leal, elogiou o trabalho realizado por Valci Serpa à frente da secretaria, e declarou que seguirá valorizando os servidores municipais e atuando na melhoria do trânsito do município.

O secretário de saúde, Juvenal Maynart, falou sobre a missão de atuar no combate ao novo coronavírus e dos projetos que serão executados já nos próximos dias. “Vamos trabalhar para a inserção das duas academias, a UESC e a UFSB, que vai nos conceder técnicos para construirmos um plano, e unificar essa rede, com a sociedade, o comércio, a Santa Casa”, disse, acrescentando: “Nós vamos fazer uma guerra de melhoria no atendimento aos cidadãos de Itabuna e dos municípios conveniados, para ter um menor número de baixas possível, é uma guerra contra o inimigo invisível. A solução definitiva só terá quando tivermos a vacina, até então teremos soluções paliativas”.

Coronavírus: Aeroporto de Ilhéus volta a receber voos comerciais


Aeroporto Jorge Amado, em Ilhéus.

O Aeroporto Jorge Amado, em Ilhéus, voltou a receber voos comerciais após suspender as atividades por dois meses em função da pandemia da Covid-19. Apesar disso, mesmo com a retomada, o terminal não receberá a quantidade de voos que costumava em dias normais.

Os voos comerciais foram suspensos no dia 11 de abril e retomados na quarta-feira (10). Antes da pandemia, era comum o terminal receber nove voos todos os dias. Agora, serão apenas três: um nas quartas, outro nas sextas e o terceiro aos domingos.

O itinerário dos voos será o mesmo durante o período. Às 16h45, um voo de São Paulo pousa no aeroporto. Esse mesmo voo decola de volta às 17h30.

Uesc divulga informativo sobre a situação da pandemia na microrregião de Ilhéus e Itabuna


Foto divulgação UESC.

A Universidade Estadual de Santa Cruz (Uesc) disponibilizou o quinto boletim epidemiológico sobre a situação da pandemia na microrregião de Ilhéus e Itabuna. O envolvendo informações da Sesab sobre 39 municípios do sul da Bahia.

O documento está disponível no site da Uesc, através do link http://www.uesc.br/covid-19/documentos/informativo-epidemiologico-uesc-10-06-2020.pdf. Além de avaliar a situação Covid-19 em Ilhéus e Itabuna mostra a realidade, até o dia 10 de junho, nos municípios do Sul da Bahia com a taxa de crescimento diário, o coeficiente de incidência em cada município, a letalidade da doença na Região, o índice de isolamento até o dia 10 e outras informações uteis para gestores e profissionais dos diversos setores e atividades.

O boletim é elaborado por uma equipe formada pelos professores/Drs. Pollyanna Alves Dias Costa, Presidente do Comitê de Crise COVID–19 da UESC; Anaiá da Paixão Sevá (DCAA/UESC); Roueda Abou Said(DCAA/UESC); Gesil Sampaio Amarante Segundo (DCET/UESC); Francisco Bruno S. Oliveira, (PPGMC –DCET/UESC) e Ronaldo Lima Gomes (DCAA/UESC).

Prefeitura de Itapetinga decide por suspensão temporária do comércio


prefeito Rodrigo Hagge.

Com o aumento do número de casos confirmados e o enquadramento do município como lugar de contaminação comunitária, a prefeitura decidiu, junto com a CDL e o Gabinete de Crise, suspender as atividades comerciais da tarde do dia 13 ao dia 16 de junho.

Os estabelecimentos comerciais só poderão atender no sistema de Delivery e Drive Thru, assim como já vem acontecendo com bares, lanchonetes e restaurantes.

Apenas os estabelecimentos que oferecem serviços essenciais, como farmácias, serviços de saúde, postos de combustível e lojas de gêneros alimentícios poderão manter o atendimento ao público.

Indústrias também poderão funcionar observando todos os critérios de segurança já explicitados em decreto anterior.

“Reforço que todos devem intensificar as medidas de segurança. Nós reabrimos o comércio como forma de garantir a sustentabilidade da nossa economia, mas é preciso que todos entendam que os cuidados precisam ser redobrados. Devemos continuar em casa quando possível. Quando for essencial sair, devemos ter a atenção com o uso de máscara, a higienização das mãos, a distância recomendada. Só conseguiremos controlar o contágio com o auxílio de todos”, explicou o prefeito Rodrigo Hagge.

ICMS cai 29,8% em maio e Bahia aprofunda medidas emergenciais


O forte impacto da crise sanitária sobre as contas públicas na Bahia está evidenciado pela queda na arrecadação em maio. O Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS), o principal do estado, registrou perda de 29,8% em comparação com o mesmo mês em 2019. O tributo, que incide sobre a circulação de mercadorias e serviços, arrecadou R$ 1,42 bilhão, ante R$ 2,02 bilhões no ano passado. O IPVA caiu 28%, e o ITD, imposto sobre heranças e doações, perdeu 58,6%. O Estado, no entanto, já vinha se preparando para este cenário, e tem aprofundado medidas emergenciais para garantir o funcionamento da administração.

Diante do quadro de incertezas, desde que foram registrados os primeiros casos de contágio local, o governo baiano colocou em prática uma agenda destinada a minimizar as perdas na arrecadação e a reduzir os gastos, com base nas diretrizes do decreto 19.551/20, assinado pelo governador Rui Costa, no dia 20 de março.

“O cenário atual é inédito por envolver crises simultâneas nas áreas da Saúde e da Economia, mas estamos trabalhando, sob a liderança do governador, para preservar o funcionamento do Estado, o que inclui uma série de medidas de redução dos gastos, o redirecionamento das atividades do fisco em função das áreas que mantiveram a atividade econômica e a renegociação de contratos, inclusive os de operações de crédito”, explicou o secretário estadual  da Fazenda, Manoel Vitório. Apenas as medidas de contenção de gastos já contabilizam, até agora, uma economia estimada em R$ 778 milhões, que preserva as despesas voltadas para o combate à pandemia.

Déficit

No entanto, o desafio é maior. Mesmo com os repasses provenientes do Programa Federativo de Enfrentamento ao Coronavírus, que só começaram a chegar esta semana, a Secretaria da Fazenda do Estado (Sefaz-BA) ainda projeta um déficit estimado em R$ 1,5 bilhão, em 2020.  “O pacote de ajuda federal trouxe vetos que, na prática, reduziram seu alcance, o que contribui para prolongar a situação de dificuldade que os Estados já vinham enfrentando antes da pandemia, por conta do fracasso da política do Governo Federal em promover crescimento econômico e geração de emprego”, avaliou Vitório.

“Mais do que nunca, o Estado precisa manter-se em funcionamento. Com o advento da pandemia, cabe aos governos estaduais tarefas fundamentais, a exemplo do enfrentamento dos desafios da saúde, sobretudo na esfera da alta complexidade, da manutenção da paz social e da segurança pública” ressaltou o titular da Sefaz-BA.

Redução de gastos

A partir de março, todos os órgãos do governo foram instados a promover a revisão dos contratos em vigor e das licitações em curso, com vistas à redução dos preços e à determinação de prioridades; a suspender a celebração de novas contratações e de aditivos contratuais e a diminuir os gastos de custeio.

As medidas voltadas para evitar acréscimos nas despesas públicas são monitoradas pela Coordenação de Qualidade do Gasto Público, instituída na Secretaria da Fazenda pela reforma administrativa promovida no início da primeira gestão do governador Rui Costa, em 2015.

Bahia ultrapassa marca de mil óbitos por Covid-19, com 33.891 casos confirmados


A Bahia registra 33.891 casos confirmados de coronavírus (Covid-19), o que representa 19,08% do total de notificações no estado. O boletim epidemiológico ainda contabiliza 14.610 pessoas recuperadas, 1.013 óbitos e 18.268 indivíduos monitorados pela vigilância epidemiológica e com sintomas da Covid-19, o que são chamados de casos ativos.

Os casos confirmados ocorreram em 347 municípios do estado, com maior proporção em Salvador (55,85%). Os municípios com os maiores coeficientes de incidência por 1.000.000 habitantes foram Itajuípe (9.077,16), Ipiaú (8.785,12), Uruçuca (7.797,65), São José da Vitória (7.247,66) e Salvador (6.512,44).

O boletim epidemiológico contabiliza ainda 49.615 casos descartados e 94.080 em investigação. Estes dados representam notificações oficiais compiladas pelo Centro de Informações Estratégicas em Vigilância em Saúde da Bahia (Cievs-BA), em conjunto com os Cievs municipais e as bases de dados do Ministério da Saúde até as 17 horas desta quinta-feira (11).

Na Bahia, 4.845 profissionais da saúde foram confirmados para Covid-19. Para acessar o boletim completo, clique aqui.

Prefeito de Ilhéus solicita ao Governo do Estado melhorias de trafegabilidade em acesso à nova ponte


Av. Marcus Paiva começou a ser asfaltada nesta quarta-feira.

Dando continuidade às obras da nova ponte e visando melhores condições de trafegabilidade, o prefeito Mário Alexandre requereu junto à Secretaria de Infraestrutura do Estado da Bahia (Seinfra) alternativas para o trânsito na região central, com a construção de alça de retorno na altura da Praça Misael Tavares, no bairro Cidade Nova. O serviço viabilizará ao condutor acesso com maior fluidez a outras vias da cidade.

“A Prefeitura realiza um trabalho pontual de engenharia, consolidado em um plano de mobilidade urbana que visa proporcionar trânsito seguro e bem-estar à população”, destacou Mário Alexandre.

Os veículos que transitam da zona Sul à zona Norte, com passagem pela nova ponte, terão essa opção, sem necessariamente concentrar o fluxo na Avenida Soares Lopes. O serviço também contempla a pavimentação da Avenida Vereador Marcus Paiva, que fará a interligação com a Avenida Canavieiras e possibilitará o retorno ao Centro.

Câmara aprova projeto que suspende inscrição de nomes em cadastros negativos


Imagem ilustrativa.

O Plenário da Câmara dos Deputados aprovou na última terça-feira (9) o Projeto de Lei 675/20, que suspende por 90 dias a inclusão de novos inscritos em cadastros negativos como Serasa e SPC. A matéria será enviada à sanção do presidente.

Os deputados rejeitaram o substitutivo do Senado para o texto aprovado pela Câmara há dois meses, segundo o parecer do relator, deputado Julian Lemos (PSL-PB). “O substitutivo aprovado pelo Senado Federal promove impacto sobre as despesas da União, mas não se fez acompanhar da estimativa de impacto requerida pelo mandamento constitucional”, disse.

Segundo o texto aprovado, a suspensão vale apenas para inadimplência registrada após 20 de março de 2020, ou seja, relacionada com as consequências econômicas provocadas pelas medidas de isolamento social usadas no combate ao coronavírus.

A proposta autoriza ainda a Secretaria Nacional do Consumidor do Ministério da Justiça a prorrogar a suspensão das novas inscrições nos cadastros de devedores enquanto durar a calamidade.

O objetivo da suspensão prevista no projeto, de autoria dos deputados Denis Bezerra (PSB-CE) e Vilson da Fetaemg (PSB-MG), é garantir acesso ao crédito pelos atingidos pela pandemia.

A proposta atribui ao Poder Executivo a regulamentação e a fiscalização necessárias, sem prejuízo da aplicação de sanções previstas no Código de Defesa do Consumidor. Se houver cobrança de multa por descumprimento da norma, o dinheiro deverá ser aplicado em medidas de combate à Covid-19.

Linha de crédito
Entre os pontos do substitutivo rejeitado constava a determinação de que bancos públicos ofereceriam linhas especiais de crédito de até R$ 10 mil para a renegociação de dívidas dos consumidores inscritos nos cadastros negativos de consumidores.

Os senadores também propunham que, durante o período da pandemia, os registros poderiam ser feitos em paralelo e valeriam depois do fim da calamidade pública (31 de dezembro de 2020).

Fonte: Agência Câmara de Notícias

Vídeo: Dois são presos após com drogas na BR-116; criança era usada para despistar


Foto divulgação PRF/Bahia.

A Polícia Rodoviária Federal flagrou um casal transportando 35,314 quilos de maconha dentro do veículo. O flagrante ocorreu por volta das 19h30 de ontem (10) na BR 116, região do município baiano de Santa Bárbara.

Na abordagem, os policiais desconfiaram do condutor, que além de apresentar alguns sinais de nervosismo, não conseguia manter coerência nas respostas aos questionamentos feitos pela equipe.

Com a suspeita de que poderia haver algum ilícito, os agentes federais iniciaram as buscas no veículo, quando flagram uma quantidade de maconha escondida dentro de caixas de som que estavam no porta-malas.

Em seguida, o condutor foi novamente questionado, quando indicou outro local que também continha droga escondida: no forro das portas.

Após retirar a droga do carro e realizar a pesagem (35,314 quilos de maconha), os policiais encaminharam o casal e o material apreendido para a Delegacia de Polícia Judiciária local para os demais procedimentos.

Vídeo: