A disputa política pela vice de Marão


Por Jamesson Araújo.

Fotomontagem Blog Agravo.

Apesar das convenções municipais estarem longe e o atual momento ser delicado por conta da pandemia, partidos da base do prefeito Mário Alexandre, estão se movimentando para indicar o vice na chapa para a eleição de 5 de outubro deste ano.

Depois do PSB, agora chegou a vez do PSL colocar um nome na sugestão de vice, com direito ao apadrinhamento da deputada federal e líder do partido da Bahia, Dayane Pimentel. O nome escolhido pelo PSL, é o da advogada Rúbia Carvalho.

Nos bastidores dos assessores do prefeito, o nome de Rúbia é bem avaliada, goza de prestígio e boa aceitação junto à população e ao prefeito. Mas dificilmente o PSL vai indicar o vice, por estar na oposição ao governador Rui Costa (PT).

Segundo assessores do prefeito, o  vice vai sair  de um partido de esquerda, que esteja tanto na base municipal como também na base estadual e em total sintonia com o governador.

Há pelo menos um mês, o prefeito Mário Alexandre falou ao Blog Agravo que o governador Rui Costa (PT) irá indicar seu vice. Esse é o compromisso selado entre os dois.

O único partido de esquerda, que se encaixa nesses quesitos no momento, é o PSB do ex- deputado Bebeto Galvão. Curiosamente, um dos nomes mais fortes para a vice de Mário, o advogado Marcos Flávio,  saiu do PSDB para o PSB e se coloca como uma opção.

Dentro do PSB, o nome de Marcos Flávio não é unanimidade, já que é considerado da cozinha do prefeito. O partido tem nomes de filiados antigos como opção;  o advogado Edson Silva, do ex-vereador Jailson Nascimento, além do presidente da sigla Diego Messias.

“Quem tem que indicar é o PSB e não Mário colocar um nome dentro do partido, e ele mesmo escolher o nome”, colocou um membro do PSB em conversa com o Blog Agravo.

Se Marcos Flávio não é unanimidade dentro do PSB, no grupo do prefeito o nome é o que mais agrada. Não só ao grupo, mas também ao prefeito Mário Alexandre.

Mas temos que invocar a famosa frase de Magalhães Pinto, “Política é como nuvem. Você olha e ela esta de um jeito. Olha de novo e ela já mudou”.

PSB e Marão muito próximos de anunciar uma aliança eleitoral


Prefeito Mário Alexandre com o presidente do PSB, Diego Messias, que tem seu nome cogitado para uma vice na chapa eleitoral entre o PSD e PSB.

No início de março deste ano, o Blog Agravo trouxe a informação da aproximação entre o PSB, de Bebeto Galvão, e o prefeito de Ilhéus, Mário Alexandre (PSD). Segundo informações colhidas pelo Blog Agravo, o acordo político está fechado e espera o momento certo para ser anunciado.

O PSB está na base do governador Rui Costa, e consequentemente pode indicar o vice na chapa de Mário. Nos bastidores já se ouve falar em prováveis nomes filiados que o PSB tem à disposição para compor a chapa.

O nome que aparece bem na lista é o do presidente do PSB-Ilhéus e técnico de Polícia Civil, Diego Messias. Professor universitário em duas faculdades da cidade, além de vice-presidente adjunto do Sindpoc (Sindicato dos Policiais Civis do Estado da Bahia), graduado em Economia e em Direito, com especialização em Gestão Pública, Diego traria uma dimensão técnica à chapa de Mário Alexandre, atraindo ainda os votos do eleitorado que defende investimentos na área da juventude e da segurança pública da cidade.

Outro nome que está à disposição, e que surpreendeu o meio político pela articulação foi do advogado e ex- vereador Marcos Flávio, que no apagar das luzes do prazo determinado para filiação pelo TSE, trocou o Podemos pelo PSB. A ida de Flávio para o PSB, um dos homem de confiança do prefeito, é mais que um indicativo que o PSB já fechou com Mário.

Outro nome ventilado é do ex-presidente da Câmara e irmão do ex-prefeito Jabes Ribeiro, Joabs Ribeiro. Mas uma fonte do PSB em conversa com o Blog Agravo, afirmou que o nome de Joabs não é colocado na questão, não tem a aprovação do grupo do prefeito, além de não ter também o apoio do grupo político que comanda o PSB de Ilhéus.

Apesar do discurso oficial, há quem diga que Joabs tenha seguido o caminho do PSB para acompanhar o amigo e atual presidente da Câmara, o vereador Cesar Porto, que vai concorrer à eleição pela legenda.

Outro nome cotado é do advogado, ex- vereador, e ex- servidor do TCM, Edson Silva. Figura bastante conhecida e querida, foi controlador do município de Ilhéus.

Abaixo a matéria do Blog Agravo em março deste ano.

Chamou atenção !

Chamou atenção !


Prefeito Mário Alexandre e Bebeto Galvão.

Nesta terça-feira (03) durante a entrevista do prefeito de Ilhéus, Mário Alexandre (PSD) ao programa O Tabuleiro, do radialista Vila Nova, chamou atenção o número de vezes que o prefeito citou positivamente o nome do ex-deputado federal e presidente do PSB em Ilhéus, Bebeto Galvão.

O Blog Agravo apurou que existe uma conversa entre o PSB e o PSD para uma aliança visando apoio à reeleição de Marão. Uma fonte do PSB confirmou que existe a conversa, mas salientou que faltam muito detalhes para o fechamento. Já por parte do PSD, uma fonte fidedigna afirmou que as conversas estão bem avançadas.

Vale lembrar que os vereadores do PSB já integram a base governista no legislativo ilheense.

Durante a entrevista o prefeito Mário falou da verba empenhada pelo ex-deputado Bebeto na ordem de 28 milhões para reforma da Central de Abastecimento do Malhado, mas lembrou que devido ao contingenciamento do orçamento do governo federal, apenas R$ 900 mil foram liberados para a requalificação.

Confira a entrevista do prefeito na íntegra:

Ao Vivo na Rádio Ilhéus FM 105.9, discutindo os avanços nas áreas da saúde, educação e infraestrutura, além de apresentar importantes avanços do desenvolvimento que Ilhéus vive hoje. #OrgulhonoPeitoTrabalhoNasRuas 👏🏼

Posted by Mário Alexandre on Tuesday, March 3, 2020

 

Vereador pode trocar de partido em Ilhéus


Vereador Juarez ( MDB)

O vereador Juarez Barbosa deve deixar em breve o MDB, e ir para o PSB. Segundo informações colhidas pelo Blog Agravo, as conversas entre Juarez e o presidente do PSB, Bebeto Galvão, têm se intensificado.

O PSB que já tem dois vereadores, Nino Valverde e Fabrício Nascimento, vem formando uma proporcional forte com o intuito de eleger 3 vereadores.

Em contato com a redação do Blog Agravo, a executiva do PSB negou que esteja conversando com Juarez para filiação. Mas afirmou que nada impede uma futura conversa.

Na lista de favoritos na legenda, está o engenheiro florestal, Maurício Galvão, filho do ex-deputado Bebeto Galvão, que vem ganhando apoio de lideranças importantes da cidade.

Como se pode ver, a disputa da eleição proporcional dentro do PSB será forte.

Matéria atualizada às 11:50

Ilhéus: Cacá Colchões assume presidência do Partido Progressista


Vice- Governador, João Leão, e novo presidente do PP-Ilhéus, Cacá Colchões.

Na manhã deste sábado, 01, Cacá Colchões tomou posse como Presidente da Executiva Municipal do Partido Progressista de Ilhéus.

A cerimônia contou com as presenças do vice-governador da Bahia, João Leão, do deputado federal, Cacá Leão, dos deputados estaduais , Eduardo Salles e Rosemberg Pinto, dos presidentes dos Partidos Bebeto Galvão (PSB), Ednei Mendonça (PT) , Rodrigo Cardoso (PCDoB) e Paulo Moreira (PL), dos vereadores Tarcísio Paixão (Progressita), Aldemir Almeida (Progressista) e Makrisi (PT), além de lideranças de várias cidades do sul da Bahia.O deputado estadual, Rosemberg Pinto, acredita que Ilhéus precisa dar oportunidade para Cacá . “Você merece sim, além de ser presidente municipal do Partido, colocar o seu nome à disposição da população de Ilhéus”.

Bebeto Galvão elogiou a conjuntura política dos progressistas e lembrou a Cacá. “ Você chamou para si o desafio de unir os partidos e de construir uma unidade programática suficiente capaz de governar essa cidade”.

O evento foi prestigiado por muita gente.

O deputado estadual, Eduardo Salles, rendeu elogios a Cacá. “Ele se preparou, estudou e conhece cada canto dessa cidade. Cacá esperou o momento certo na vida dele. É uma pessoa família, uma pessoa que se identifica com a população mais carente. Cacá não é o candidato da elite, é o candidato do povo”.

Cacá Leão, deputado federal, enfatizou que se os recursos aplicados pelo governo do Estado fossem feito por um governo comprometido, Ilhéus estaria melhor. Para o deputado, Cacá Colchões reúne todas as condições para governar a cidade.

O vice-governador, João Leão, foi categórico ao dizer que “o prefeito de Ilhéus é Rui Costa”. Leão reafirmou o compromisso que ele e os deputados progressistas têm com Ilhéus e enalteceu as características pessoais de Cacá. “ Ele é como um filho para mim. Um homem íntegro, família, trabalhador e que conhece as necessidades da cidade. A presidência municipal do nosso partido está bem representada”, concluiu o vice-governador.

O Secretário-Geral dos Progressistas, Jabes Ribeiro, enfatizou a experiência política de Cacá adquirida, principalmente, quando foi um vice-prefeito atuante. Afirmou também não ter dúvidas que o novo presidente municipal irá agregar muito neste novo cargo.

Por indicação do novo presidente, o partido renovou completamente sua comissão executiva, indicando pessoas de confiança para trabalhar ao lado de Cacá.

Em seu discurso, Cacá Colchões destacou a geração de emprego e renda através do incentivo ao turismo, aos microempreendedores e a atração de novos investidores. O novo presidente destacou , também, que sua posse representa um novo momento político na história dos progressistas em Ilhéus. “Fiz questão de escolher uma equipe jovem, comprometida e acima de tudo determinada, para que, juntos, possamos lutar por uma Ilhéus melhor”, finalizou o novo empossado.

Eleição em Ilhéus, um jogo político complexo


Eleições 2020 em Ilhéus.

O xadrez político visando às eleições em Ilhéus, vem sendo movimentado tanto na esfera municipal quanto na estadual. O ex-prefeito e atual secretário estadual do PP, Jabes Ribeiro, vem tentando articular uma junção entre o PT ilheense e o PSB, que daria maior musculatura ao seu candidato à prefeitura de Ilhéus, Cacá Colchões.

Perguntado pelo Blog Agravo, o ex-prefeito afirmou, “Estamos conversando com todos os partidos da base, exceto o PSD por razões óbvias”.

Segundo informações colhidas pelo Blog Agravo, Jabes tenta aglutinar dois dos principais partidos que estão na base do governador, PT e PSB, que forçaria, na visão de alguns analistas políticos, uma reorganizada no tabuleiro político.

O PP inibiria uma interferência e preferência do governador por alguns candidatos, principalmente ao prefeito Mário Alexandre (PSD).

O PP seria capaz de tudo para derrotar o inimigo político, Mário Alexandre (PSD)?

Há quem diga, que em caso de beco sem saída, uma composição com o candidato carlista (DEM) seria inevitável. O flerte entre PP e DEM continua às escondidas, longe da base do governador.

Por outro lado, o PT  vem dialogando com o PSD, mas exige para início de conversa, que o prefeito Mário Alexandre readmita todos os servidores da Prefeitura de Ilhéus admitidos entre 5 de outubro de 1983 e 5 de outubro de 1988 e demitidos no início de 2018. Uma dificuldade enorme para uma aliança!

Como se pode ver, o PT por incrível que pareça, neste momento vem sendo o fiel da balança, para os dois principais candidatos da base do Governador, encabeçada pelo PP e pelo PSD.

Dentro do PT, principalmente os pré-candidatos a vereadores, defendem uma candidatura própria, até mesmo para fortalecer a eleição proporcional do partido, que faz contas para eleger dois a três vereadores em outubro. Caso a candidatura própria não dê certo, outra preferência explicita dos filiados é uma aliança com o PP e uma negativa ao PSD.

O que vai fazer o PT ?

Neste momento tudo é articulação e conversa. Daí pode brotar o que o eleitor menos esperar, até traição ao projeto político do governador!

Ilhéus: Partidos da base conversam para ter candidatura única e de oposição a Mário Alexandre


Na foto durante o cortejo;  Nilton Cruz, Mauricio e Bebeto Galvão, Ednei Mendonça, John Ribeiro, e Josenaldo do PC do B.

Os principais partidos da base do Governador Rui Costa, estão conversando e tentando amadurecer uma aliança com candidatura única, e de oposição ao também integrante da base do governador, o prefeito Mário Alexandre (PSD).

Estão participando das conversas, os partidos e consequentemente seus pré-candidatos a prefeito; PP ( Cacá Colchões ), PSB ( Bebeto Galvão ), PT ( Nilton Cruz), PC do B ( Rodrigo Cardoso ).

Durante a Lavagem das escadarias da Catedral, os pré-candidatos caminharam juntos durante o trajeto do cortejo e chegaram a segurar uma faixa feita por servidores demitidos, chamando o prefeito de traidor. O único que não participou foi Cacá Colchões, devido ao falecimento da sua sogra, e foi representado pelo presidente do PP, John Ribeiro.

Segundo informações, os articuladores e entusiastas da união são o presidente do PT, professor Ednei Mendonça, e o ex- deputado Bebeto Galvão.

Segundo apurou o Blog Agravo, apesar de demonstrar que o grupo está unido e disparando forte críticas ao prefeito Mário Alexandre, paralelamente, pelo menos dois partidos, estão mantendo canal aberto e dialogando, e não descartam uma futura aliança.

Pesquisas de consumo interno prometem mexer com o futuro do grupo até 05/08 – Último dia para as convenções destinadas à escolha das coligações e dos candidatos a prefeito, vice-prefeito e a vereador.

Sindicalista Alessandro Lebrão articula pré-candidatura a prefeito de Uruçuca


O presidente da Força Sindical Bahia, Emerson Gomes, o deputado federal Mário Negromonte Jr. (PP), e Alessandro Lebrão.

Começa a tomar corpo a pré-candidatura do sindicalista Alessandro Lebrão à prefeitura de Uruçuca. Motivado pelo sentimento de renovação do cenário político que o Brasil vive há alguns anos, Lebrão reúne apoios locais e deve ter ao seu lado figuras carimbadas da política baiana, como o ex-congressista e suplente de senador, Bebeto Galvão, o presidente da Força Sindical Bahia, Emerson Gomes, o deputado federal Mário Negromonte Jr. (PP), e o deputado estadual Alex Lima (PSB), vice-presidente da Assembleia Legislativa.

De acordo com Lebrão, sua pré-candidatura nasce num cenário de escassez de lideranças jovens em Uruçuca, que “pensem a atividade política como um meio de levar e garantir benefícios à comunidade que representa, como saúde, educação, acesso ao lazer e à cultura, e não de beneficiar pequenos grupos”.

Filiado ao PSB, o sindicalista vem recebendo propostas para mudar de partido, como a feita por Negromonte Jr., para que se filie ao PP. No entanto, qualquer mudança nesse sentindo precisa ser discutida com o grupo, sinaliza. O certo, assegura Lebrão, é que continuará na base de apoio ao governador Rui Costa.

Ilhéus: Prefeito Mário Alexandre se reúne mais uma vez com o PSB


Filho de Bebeto (esquerda) pode ser secretário do prefeito Mário Alexandre.

Na última semana a cúpula do PSB ilheense, se reuniu novamente com o prefeito de Ilhéus, Mário Alexandre (PSD). A pauta da conversa continua sendo a participação mais ativa do partido no governo.

A proposta do prefeito é colocar o PSB em uma secretaria, mas depois da aprovação da reforma administrativa.

Segundo informações, o PSB quer comandar duas secretarias, e um dos nomes listados internamente no partido como provável secretário, é o do filho do ex- deputado federal Bebeto Galvão, Maurício Galvão.

Vale lembrar que o Blog Agravo  deu com exclusividade informações da primeira reunião entre o prefeito e a direção municipal do PSB.

Marão convida PSB para ocupar secretaria na nova estrutura administrativa


Reunião da cúpula do PSB/Ilhéus durante essa semana. Foto redes sociais.

O prefeito Mário Alexandre convidou o PSB para participar do governo municipal com a indicação de nomes para ocupar uma secretaria municipal na nova reforma administrativa. Segundo informações, o PSB vem se reunindo, inclusive com a presença do ex-deputado federal Bebeto Galvão, e debatendo como será a ocupação de espaço.

Atualmente o PSB comanda a secretaria de Agricultura e Pesca, que será extinta na nova reforma administrativa. Mas segundo dirigentes do partido, os cargos foram entregues em dezembro de 2018, e a continuidade de Valmir se deve a vontade do prefeito.

Em entrevista ao radialista Vila Nova, o prefeito afirmou que espera a aprovação da reforma para continuar as conversas políticas. Apesar das especulações em torno do nome de Bebeto Galvão ocupar uma secretaria municipal, o Blog Agravo apurou que as chances são zero.

Entramos em contato com o presidente do PSB/Ilhéus, Diego Messias, que confirmou o convite do prefeito, mas afirmou que nada está definido. Segundo ele, é preciso saber do prefeito o que ele quer, além dos os projetos e postura do governo, para o PSB definir.

Messias também lembrou que o PSB quer ter candidatura própria para prefeito em 2020, e dificilmente abrirá mal desse projeto político. Questionado sobre quem seria o nome para prefeito, o presidente afirmou que ainda não se sabe.