Motorista por aplicativo é sequestrado e tem carro roubado


Um motorista por aplicativo foi sequestrado enquanto trabalhava, em Ilhéus, no sul da Bahia, e teve o carro roubado após ser deixado pelos bandidos em uma estrada vicinal perto de Travessão, distrito de Camamu, no baixo-sul do estado.

O crime aconteceu na noite de segunda-feira (13), mas só foi registrado nesta terça-feira (14), na delegacia de Ilhéus.

Segundo o motorista, que não quis se identificar, os suspeitos pediram uma corrida de Ilhéus para Itabuna, que também fica no sul da Bahia. Ele aceitou a solicitação, mas cancelou em seguida.

No entanto, os criminosos entraram em contato pelo chat do aplicativo e pediram para que ele os levassem somente até a rodoviária de Ilhéus. O motorista topou, porém, antes de chegar ao destino final, os suspeitos anunciaram o assalto.

“Eu dentro do carro e o tempo todo uma arma apontada para mim. Passei por momentos de sufoco, de aflição, pensando que eles iam me matar para levar meu carro”, relatou.
“Estou esperando em Deus que eu vou achar meu carro. Já prestei queixa na delegacia de Ilhéus e estou aguardando a ajuda do aplicativo”, complementou.

O motorista disse que já entrou em contato com o aplicativo 99, porém, foi informado de que seria necessário obter uma autorização da polícia para quebrar o sigilo e pegar informações sobre a última corrida que ele fez.

O motorista contou que, além do carro, cartões de crédito e uma quantia em dinheiro, não revelada. Ele disse que andou cerca de cinco quilômetros e conseguiu pegar uma carona até o município de Ilhéus, onde mora.

Por meio de nota, o aplicativo 99 lamentou o ocorrido e explicou que o motorista cancelou a corrida antes de ser aceita. Sendo assim, a viagem foi realizada fora do app, sem os recursos de segurança disponibilizados pela plataforma. Ainda na nota, a empresa disse que está em contato com o motorista para prestar o devido suporte.

Informações do G1 Bahia.

Prefeito Augusto Castro reúne-se com autoridades de segurança para discutir estratégias de combate à criminalidade


Autoridades da segurança pública foram recebidas pelo prefeito de Itabuna, Augusto Castro (PSD), nesta terça-feira, dia 14, para discutir estratégias de combate à criminalidade. No encontro, foi sinalizado o apoio necessário às Polícias Civil e Militar visando coibir ações similares ao episódio da sexta-feira passada.

Naquele dia, uma viatura da Delegacia Especializada de Atendimento à Mulher (DEAM) foi atacada por bandidos em um condomínio popular na zona sudeste da cidade, quando também foi apreendida grande quantidade de drogas. Para mudar o foco, três veículos foram incendiados em diferentes pontos da periferia de Itabuna.

“A segurança pública é um tema que preocupa as autoridades da área de segurança, a Administração municipal e a população como um todo. Por isso, quando se fala em violência, precisamos unir a sociedade”, frisou o prefeito.

“Reunimos as forças de segurança, com o apoio da Guarda Civil Municipal, para definir ações efetivas nas principais localidades onde estão sendo registrados casos de violência e criminalidade”, acrescentou.

O prefeito Augusto Castro citou que em breve o município contará com um grande aliado na prevenção, o sistema de videomonitoramento num projeto com o apoio do Governo do Estado por meio da Secretaria da Segurança Pública. “Ainda este ano nossa cidade vai contar com este sistema, sendo mais uma ferramenta que auxiliará na elucidação de crimes”, completou.

O Comandante do 15º BPM, tenente-coronel PM Ferreira Lopes, destacou que o episódio foi um fato isolado, embora reconheça que trata-se de uma situação delicada por envolver moradias populares. Ele citou que o conjunto habitacional encontra-se ao lado de outro ponto delicado que é o Conjunto Penal de Itabuna.

“É um assunto de solução complexa. Mas, com a união de vários setores da segurança pública daremos uma resposta efetiva a sociedade”, reforçou o comandante. Já o juiz da Vara de Execuções Penais da Comarca de Itabuna, Antônio Carlos Maldonado, destacou que foi bastante produtivo o encontro proposto pelo prefeito Augusto Castro.

“Trocamos informações importantes que, com certeza, auxiliarão nas estratégias de combate à criminalidade”, frisou o magistrado. Segundo ele, por meio de ações processuais houve a redução da população carcerária com a adoção de medidas previstas na Lei de Execuções Penais.

O encontro também contou com a presença da delegada de Polícia Civil Magda Figueiredo, do diretor do Conjunto Penal de Itabuna, Adriano Jácome, e do subcomandante da CIPE Cacaueira, Capitão PM Gérson Barbosa Júnior.

Ainda, o presidente da CDL, Carlos Veloso Leahy, os secretários municipal de Segurança e Ordem Pública, Mariana Alcântara, de Relações Institucionais, José Alcântara Pellegrini, de Transportes e Trânsito, Tales Silva, e o superintendente da Agência de Regulação de Serviços Públicos, Humberto Matos.

Ilhéus: Mulher é presa em hospital por furto e associação criminosa


Hospital São José.

Uma mulher que estava com um mandado em aberto pelos crimes de furto e associação criminosa foi presa, na quinta-feira (9), no hospital São José,em Ilhéus, por investigadores da 7ª Coordenadoria Regional de Polícia do Interior (Coorpin).

Com o cumprimento da ordem judicial, expedida pela comarca de Camacan, a mulher permanece custodiada na unidade de saúde, à disposição da Justiça, aguardando alta médica para ser encaminhada ao sistema prisional.

Criminoso morre em confronto com a Caerc em Ilhéus


Na manhã desta quinta-feira (09), CIPE Cacaueira (CAERC), em conjunto com Cippa e a 68.º CIPM, realizou incursão no bairro da Conquista com intuito de combater a escalada de violência  entre Organizações Criminosas que vem colocando pânico na população ilheense.

Ao se deslocarem para a Rua Santa Inês, com informações de que grupo armado estaria se preparando para atacar uma facção rival, as guarnições foram recebidas com disparos de arma de fogo.

Ao cessar os disparos foi encontrado caído ao chão, ainda com a arma em punho, o meliante com iniciai F.B.S.J, vulgo “Sem Amor”, sendo socorrido para o hospital Costa do Cacau aonde foi constatado o óbito.

Com falecido, foi encontrado um revólver calibre 38 com numeração suprimida, uma pedra de crack, seis munições CBC especial, sendo três deflagradas e 3 picotadas.

Segundo informações policiais, “Sem Amor” tem vasta ficha criminal, contumaz em práticas criminais, como tráfico de drogas, homicídio, porte ilegal de arma em Ilhéus e região.

Ilhéus: Homem morre e outras três pessoas ficam feridas após tiroteio na boca da Barra

Polícia prende avô que estuprou as três netas


O avô acusado de abusar sexualmente de suas três netas foi preso, nesta quarta-feira (8), por policiais do Núcleo da Criança e do Adolescente da 10ª Coordenadoria Regional de Polícia do Interior (Coorpin), de Vitória da Conquista.
“Toda a violência sexual sofrida foi relatada pelas meninas, que tem idades entre sete e doze anos. O abusador ainda aliciava os netos, também crianças e adolescentes, passando filmes com teor pornográficos para assistirem, momento em que os estimulavam a manterem relações sexuais com as crianças, presenciando todo o abuso, a fim de satisfazer a sua lascívia sexual”, relatou a presidente do inquérito, delegada Rosilene Correia.
O mandado de prisão preventiva, expedido pela Vara da Violência Doméstica e Familiar contra a Mulher, foi cumprido na residência do acusado. Ele foi encaminhado para a DT de Vitória da Conquista, onde segue preso à disposição da Justiça.

Ilhéus: Homem morre e outras três pessoas ficam feridas após tiroteio na boca da Barra


Robert Magno Santos, de 27 anos, morreu no local.

Um homem morreu e outros dois ficaram feridos após serem baleados no início da tarde desta terça-feira (7), na praia Boca da Barra, em Ilhéus.

Segundo o delegado Helder Carvalhal, o caso aconteceu por volta das 12h, quando a praia registrava movimento intenso de banhistas. Informações preliminares apontam que homens chegaram em um carro branco e atiraram na direção do trio. Em seguida, fugiram do local.

De acordo com o delegado, um homem, identificado como Robert Magno Santos, de 27 anos, morreu no local. Os outros dois homens foram socorridos e levados para o Hospital Regional Costa do Cacau (HRCC). Não há detalhes sobre o estado de saúde deles.

Segundo informações policiais, outra pessoa também foi alvejada de raspão, e seria um policial militar.

“De acordo com as informações que nós já temos em mãos, são pessoas que já tinham envolvimento [com o crime], tinham passagens aqui pela delegacia, e muito provavelmente a motivação do crime é o envolvimento com o tráfico de drogas”, disse o delegado.

Com esse assassinato, subiu para 61 o número de homicídios em Ilhéus. Já as tentativas de homicídio foram 47.

Helder Carvalhal informou que o caso é investigado pela Delegacia Territorial (DT) de Ilhéus. Os suspeitos de cometerem o crime ainda não tinham sido presos até a publicação desta reportagem.

Informações do G1/Bahia.

Mulheres eram oferecidas em rifas por casa de prostituição em bairro nobre de Salvador


Equipes da Delegacia Especializada de Repressão aos Crimes Contra a Criança e o Adolescente (Dercca) desarticularam uma casa de prostituição no bairro do Itaigara, na noite de quarta-feira (1º), onde mulheres eram negociadas por meio de sorteios de bilhetes virtuais numerados, conhecidos como “rifa”, para realizarem programas sexuais. A responsável pelo esquema foi presa em flagrante.

A ação, que contou com o apoio do Núcleo de Inteligência (NI) do Departamento de Polícia Metropolitana (Depom), teve como objetivo a apuração de denúncias acerca da exploração sexual infanto-juvenil. Conforme as investigações da Dercca, a rifa virtual oferecia além das garotas de programa, uma garrafa de uísque. O esquema era divulgado em um perfil da casa de prostituição, no Instagram.

Apesar de não encontrar crianças ou adolescentes na casa, a titular de Dercca, delegada Simone Moutinho, afirmou a importância de coibir a prática delituosa contra as mulheres. “Elas eram ‘coisificadas’ ao serem tratadas como objetos, negociadas em ‘rifa’ e niveladas a bebidas alcoólicas, além da própria exploração sexual. Encontramos seis garotas de programa no imóvel, que confessaram a atividade naquele local”, explicou.

Os investigadores encontraram mais de R$ 32 mil, € 100 e U$ 277, em dinheiro, além de folhas de cheque. Maquinetas de cartão de crédito, cadernos com anotações sobre a prática delituosa e alguns documentos, que configuraram a exploração sexual das mulheres, também foram localizados no interior da casa.

As investigações terão continuidade com o objetivo de apurar a possibilidade de exploração infanto-juvenil. A proprietária da casa foi autuada em flagrante por exploração sexual de mulheres, passou por exames de lesões e está à disposição do Poder Judiciário.

Vídeo: Escolta do prefeito de SP mata assaltante em frente à casa do político


Câmeras de segurança registraram uma tentativa de assalto em frente à casa do prefeito de São Paulo, Ricardo Nunes (MDB), em Interlagos, zona sul da cidade. O caso aconteceu na manhã desta quarta-feira (1/9). Veja o vídeo:

Autor de latrocínio é preso seis horas após o crime em Ilhéus


Em uma ação rápida, policiais do Núcleo de Homicídios da 1ª Delegacia Territorial (DT) de Ilhéus, prenderam um homem identificado Railan Alves dos Santos, Vulgo Lan, como  autor do latrocínio de Lázaro Aparecido Reis Carvalho, seis horas após o crime, ocorrido na localidade conhecida como Malvinas, naquela cidade, na segunda-feira (30). A vítima teve um relógio e uma sandália roubados.

O corpo de Lázaro Aparecido Reis Carvalho foi encontrado na localidade conhecida como Malvinas, às 04 da manhã, quando os policiais do núcleo especializado deram início às investigações. Seis horas depois, o autor foi identificado e preso pelos policiais, na mesma região.

De acordo com os levantamentos, o homem também é suspeito de furtos nos municípios de Jaguaquara e Jequié. Ele foi conduzido para a o Núcleo na 1ª DT / Ilhéus, onde foi autuado em flagrante por latrocínio e segue à disposição do Poder Judiciário.

Um jovem é assassinado no Brasil a cada 17 minutos, aponta Atlas


O país registrou um crescimento de 35% no total de mortes por causa indeterminada entre 2018 e 2019. O número pode refletir em uma subnotificação dos 45.503 homicídios registrados no país nesse período. De acordo com o Atlas da Violência deste ano, entre os anos de 2009 e 2019, 623.439 pessoas foram vítimas de homicídio no Brasil. Deste total, 333.330 vítimas eram adolescentes e jovens, o que equivale a 53%.

O número representa um jovem morto em território brasileiro a cada 17 minutos.Somente em 2019, 23.327 jovens foram vítimas de homicídios no Brasil, sendo que 93,9% eram homens.

Os dados foram divulgados nesta terça-feira (31) no Atlas da Violência, publicação elaborada pelo Fórum Brasileiro de Segurança Pública em parceria com o Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea) e o Instituto Jones dos Santos Neves (IJSN).

Apesar do número representativo de jovens assassinados, o ano de 2019 teve um recuo de 24,3% nas mortes violentas praticadas contra pessoas com idades entre 15 e 29 anos na comparação com o ano anterior. Segundo o estudo, a taxa de homicídios a cada 100 mil jovens passou de 60,4 para 45,8.

A queda no número de homicídios de jovens é reflexo da diminuição em todos os Estados, exceto o Amazonas, que teve aumento de 5,4% nos assassinatos de pessoas de 15 a 29 anos em 2019 na comparação com o ano anterior.

O Espírito Santo foi o Estado que teve menor redução, caindo 7,7%, enquanto Roraima foi o que mais reduziu, registrando queda de 56,5% na violência letal contra a juventude.

Com relação a taxa de homicídios entre os jovens para um grupo de 100 mil habitantes, o Amapá é o Estado com o pior índice: 101,8. Na outra ponta está o Estado de São Paulo, com o menor índice do país (12,5). A taxa de homicídios entre os jovens no Brasil é de 45,8, conforme os dados de 2019.

Informações do R7.