Professor Dorival denuncia obra de escola abandonada pela Prefeitura de Ilhéus


A Escola Municipal Marianne Eckes, no Jardim Savoia, funciona numa casa alugada e em péssimas condições. Enquanto isso, a menos de um quilômetro, a Prefeitura de Ilhéus abandonou a construção do prédio próprio do colégio. A obra deveria ter sido concluída em 2016, no governo anterior. A gestão atual teve quatro anos para finalizar o serviço, mas não fez sua parte. Hoje o terreno está tomado pelo mato.

Nessa quarta-feira, 4, em vídeo publicado nas redes sociais, o professor Dorival Filho, candidato a vice-prefeito da chapa liderada pelo empresário Valderico Junior (DEM 25), denunciou o abandono da construção. Na denúncia, enfatizou que a obra foi orçada em mais de 989 mil reais, com recursos do Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação Básica (FUNDEB).

Ao comentar o caso, Valderico Junior garantiu que no seu governo a educação pública vai ser tratada como a chave mestra para abrir o caminho do desenvolvimento sustentável de Ilhéus.

De acordo com Dorival Filho, o abandono de uma obra tão importante é o tipo de situação que aniquila a confiança das pessoas na política. Por outro lado, ele convocou a população de Ilhéus a renovar sua esperança, confiando seu voto para eleger Valderico Junior prefeito.

Estado decreta férias coletivas para professores da rede estadual de ensino a partir de terça-feira (3)


Foto divulgação.

 

O Governo da Bahia decretou férias coletivas para os professores da rede estadual de ensino, a partir da próxima terça-feira (3). A medida foi publicada, nesta sexta-feira (30), no Diário Oficial do Estado (DOE). De acordo com o decreto, a decisão foi tomada considerando o estado de calamidade pública em todo o território baiano e a situação de emergência, em razão da pandemia decorrente da COVID-19. As férias serão de 30 dias seguidos, até o dia 2 de dezembro. No país, 17 estados concederam períodos de 15 dias de férias para os professores e outros três estados, de 30 dias.

A medida se aplica a 33.391 servidores, sendo professores, vice-diretores e coordenadores pedagógicos do quadro do magistério público estadual; os contratados pelo Regime Especial de Direito Administrativo (REDA), que atuam no exercício das funções do magistério; e os profissionais da Educação que estão no exercício da função de mediador, de intérprete de LIBRAS, de brailista, de instrutor de LIBRAS, de cuidador, de técnico de atendimento de Educação Especial – AEE, de preceptor e de nutricionista, nas unidades de ensino da rede estadual. A exceção é para diretor escolar. O pagamento relacionado ao 1/3 das férias será feito em folha extra.

As aulas na rede estadual de ensino foram suspensas no dia 15 de março e permanecem suspensas, conforme decreto estadual n° 19.586, até o dia 15 de novembro. A data de retorno das aulas ainda não está definida. As aulas só serão retomadas em condições de segurança, a partir da indicação das autoridades de Saúde do Governo do Estado.

Uesc vai manter atividades não presenciais até o fim do trimestre excepcional


Reitor Reito Alessandro.

 

A Uesc vai cumprir o período letivo trimestral excepcional iniciado no dia 5 de outubro com previsão de encerramento no dia 13 de dezembro. A medida foi aprovada na 50ª Reunião Extraordinaria do Conselho de Ensino, Pesquisa e Extensão da Universidade Estadual de Santa Cruz (Consepe/Uesc) que regulamentou, em caráter excepcional e temporário, as atividades de ensino de graduação e pós-graduação, tendo em vista o novo coronavírus SARS-CoV-2 causador da Covid-19.

A medida está se efetivando porque Conselho Universitário (Consu/Uesc) aprovou e publicou a resolução 28/2020, autorizando, enquanto perdurar a pandemia causada pelo novo coronavírus, a manutenção do trabalho remoto administrativo na Universidade e assegurando que as atividades institucionais sejam desenvolvidas em consonância com as orientações governamentais brasileiras e da Organização Mundial de Saúde na adoção de medidas de controle da disseminação do novo coronavírus.

O trabalho remoto administrativo, na Uesc, segue as rotinas estabelecidas pelas chefias imediatas, por meio da utilização dos Sistemas de Informação e Comunicação Institucionais, de modo a configurar efetivo exercício do cargo pelos servidores, excetuando as atividades essenciais na modalidade presencial. Porém, ficam dispensados aqueles servidores que se enquadram em conformidade com o Art. 1 do Decreto Estadual nº 19.528/2020 e o Art. 4 da Resolução CONSU nº 05/2020.

As atividades letivas estão ocorrendo com o uso e desenvolvimento de estratégias de ensino e aprendizagem por meio de formas de ensino não presencial, prioritariamente por processos de educação mediada por Tecnologias da Informação e Comunicação (TIC), recursos educacionais digitais e outras, como alternativas às atividades presenciais para o ensino de graduação e pós-graduação, denominado Ensino Não Presencial.

O reitor, Alessandro Fernandes de Santana salienta que “mesmo com a pandemia, as atividades da Universidade não pararam. Ao contrário, a ação efetiva dos servidores docentes e técnicos administrativos fez com que a Uesc se despontasse como uma instituição que se coloca a disposição dos interessa da sociedade”. Concluiu.

Estado autoriza retorno das atividades letivas nas instituições de Ensino Superior a partir do dia 3 de novembro


O Governo do Estado publicará no Diário Oficial, desta sexta-feira (30), a revogação do Decreto n° 19.586, autorizando a retomada das atividades letivas nas unidades de Ensino Superior públicas e particulares, na Bahia, a partir do dia 3 de novembro. A decisão foi tomada considerando a redução dos índices de contaminação pelo novo Coronavírus no Estado e leva em conta, ainda, a efetividade das ações de prevenção e combate à Covid -19, além de estabelecer protocolos de segurança homologados pelo Poder Executivo Estadual.

 

Caberá a cada instituição estabelecer o seu calendário de retorno às aulas, desde que os protocolos estejam devidamente implementados. Os protocolos objetivam padronizar, sistematizar e normatizar o procedimento de retorno às atividades e aulas e orientam estudantes, professores, colaboradores, pais, responsáveis, prestadores de serviço e visitantes sobre a execução do processo, de modo a assegurar a integridade e a saúde dos mesmos, conforme recomendações da Organização Mundial de Saúde (OMS). Cada instituição deverá seguir as orientações, conforme a infraestrutura e a capacidade de cada uma.

 

Dentre as orientações gerais, estão os protocolos quanto à recomendação para a higienização, por turno, das áreas de uso frequente, como por exemplo, corredores, elevadores, maçanetas, relógio de ponto, portas, pisos, bibliotecas, laboratórios, parques, estacionamentos, salas de aula e salas administrativas. Neste sentido, orienta-se também para que seja garantido o distanciamento mínimo de 1,5 metro entre as pessoas, inclusive nas salas de aulas, onde a ocupação máxima não deve ultrapassar os 50% de sua capacidade.

 

O documento apresenta, ainda, orientações para que haja restrições para o uso de elevadores e disponibilização de dispensadores de álcool gel a 70% em quantidade compatível à estrutura e número de circulantes na instituição de ensino (conforme Lei Estadual nº 13.706/2017). O protocolo prevê a capacitação específica para os trabalhadores sobre os critérios de higienização estabelecidos, bem como dos procedimentos de diluição de produtos de limpeza, seguindo as orientações dos fabricantes, além da garantia de que os trabalhadores responsáveis pela higienização utilizem Equipamentos de Proteção Individual (EPI) adequados para o desempenho de suas funções.

 

Os alunos, trabalhadores, professores, pais e responsáveis, visitantes e prestadores de serviços deverão utilizar, obrigatoriamente, a máscaras para acessar e permanecer nas instituições, que deverão fiscalizar a sua utilização, que só será dispensada em casos específicos, como o de pessoas com Transtorno do Espectro Autista (TEA).

 

Dentre outras coisas, os protocolos de segurança homologados pelo Poder Executivo Estadual determinam que as instituições devem estabelecer horários escalonados de entrada, saída e intervalos das aulas, para evitar aglomerações, e aferir a temperatura de todos que acessarem as mesmas, com o direcionamento para acompanhamento de saúde daqueles com medição igual ou superior a 37,5°C. E fica suspenso o uso de catracas, borboletas ou similares com biometria para o acesso às instituições.

 

Os protocolos também são determinados quanto à utilização de banheiros e de bebedouros coletivos; ao funcionamento de lanchonete e restaurantes, dos laboratórios de aulas práticas, dos núcleos de práticas jurídicas, da clínica escola e da academia escola; dos procedimentos em estágios obrigatórios; e  ao uso de bibliotecas, quadras, piscinas, área de convivência e ambientes de atividades pedagógicas (auditório, laboratórios de informática, sala de estudo individual e em grupo). Também tratam da realização de eventos; do atendimento ao público externo e até mesmo quanto à realização de serviços em salas de aula.

Projeto ENEM 100% promove aulão virtual de Redação nesta sexta-feira (30


Foto feita po ClaudionorJúnior.

 

Redação será o destaque do aulão virtual do projeto ENEM 100%, nesta sexta-feira (30), às 16h. A atividade, que contará com a participação da professora Patrícia Reis, é promovida pela Secretaria da Educação do Estado (SEC), sendo transmitida, ao vivo, pelo canal do Youtube da Educação Bahia (https://bit.ly/2G2kOpt). A ação pedagógica busca auxiliar os estudantes na preparação para o Exame Nacional do Ensino Médio (ENEM) 2020, cujas provas, na versão impressa, serão aplicadas nos dias 17 e 24 de janeiro de 2021 e, na versão digital, em 31 de janeiro e 7 de fevereiro.

Os aulões virtuais do projeto ENEM 100% acontecem todas às terças e sextas-feiras, sempre das 16h às 17h, envolvendo diferentes componentes curriculares, e fazem parte de uma série de atividades lançada pela SEC para fortalecer a aprendizagem dos estudantes que irão prestar o ENEM. Clicando aqui, o estudante tem também à sua disposição uma apostila que pode ser baixada, por aula, e a programação das próximas aulas que serão realizadas.

Ainda no Portal da Educação, o estudante tem acesso a conteúdos preparatórios por meio do projeto Universidade para Todos – Estude em Casa, desenvolvido em parceria com as universidades estaduais (UNEB, UEFS, UESC e UESB). Outra ferramenta é a Plataforma Anísio Teixeira, que contém mais de 10 mil conteúdos digitais educacionais e aulas do Ensino Médio com Intermediação Tecnológica (EMITEC), tendo recebido o aporte de conteúdos construídos com as 12 Instituições de Ensino Superior (IES) públicas na Bahia (UNEB, UEFS, UESB, UESC, UFBA, UFOB, UFRB, UNILAB, UFSB, UNIVASF, IFBAIANO E IFBA).

Os estudantes também podem complementar a preparação para o exame com o “Estude em casa”, programa exibido em parceria com o Canal Futura, da Fundação Roberto Marinho, através da TVE, sempre às 13h e às 15h. Além disso, a emissora leva ao ar o programa “Hora do ENEM”, exibido de segunda a sexta, às 18h.

Estágio no MPF: lançado edital de seleção com vagas para nível médio e superior em unidades na Bahia


 

O Ministério Público Federal (MPF) publicou na última quinta-feira, 22 de outubro, o edital do 22º Processo Seletivo para Estágio na Bahia para estudantes de nível médio ou superior. As pré-inscrições vão de 26 a 30 de outubro e as 19 vagas serão lotadas nas sedes do MPF em Salvador, Barreiras, Campo Formoso, Eunápolis, Feira de Santana, Ilhéus, Irecê, Jequié, Paulo Afonso e Teixeira de Freitas.

O concurso será totalmente à distância, sem a necessidade de apresentação presencial durante o processo seletivo. As provas estão previstas para 14h (horário de Brasília) do dia 22 de novembro e serão realizadas por meio do Sistema Moodle, em ambiente virtual.

Com 20 horas semanais, o estágio oferece uma bolsa mensal de R$590 para nível médio e R$850 para graduandos, além de seguro contra acidentes pessoais e auxílio-transporte (por dia estagiado de forma presencial). Para participar do concurso, o estudante deve estar matriculado em uma das Instituições de Ensino conveniadas, relacionadas no Anexo II do Edital.

Acesse o edital e acompanhe o andamento do 22º Processo Seletivo para Estágio no MPF/BA na página Estagie Conosco.

Pré-inscrições: 26 a 30 de outubro.

Confirmação de inscrições: 26 de outubro a 4 de novembro.

Cursos participantes: médio e superior em Direito, Administração, Arquitetura, Biblioteconomia, Biologia, Ciências Sociais/Antropologia, Comunicação Social (habilitação em Jornalismo, Publicidade ou Relações Públicas) e Informática.

Vagasacesse o edital para verificar a distribuição das 19 vagas mais cadastro de reserva.

Provas: 14h (horário de Brasília) do dia 22 de novembro por meio do Sistema Moodle, em ambiente virtual.

Dúvidas? Ligue para (71) 3617-2273/2265 ou mande e-mail para [email protected]

Projeto ENEM 100% promove aulão virtual de Filosofia nesta terça-feira (27)


Aplicativo de Celular ENEM 2019.

 

Filosofia será o componente curricular do aulão virtual do projeto ENEM 100%, nesta terça-feira (27), às 16h. A atividade, que contará com a participação do professor Antonio César, é promovida pela Secretaria da Educação do Estado (SEC), sendo transmitida, ao vivo, pelo canal do Youtube da Educação Bahia (https://bit.ly/2G2kOpt). A ação pedagógica busca auxiliar os estudantes na preparação para o Exame Nacional do Ensino Médio (ENEM) 2020, cujas provas, na versão impressa, serão aplicadas nos dias 17 e 24 de janeiro de 2021 e, na versão digital, em 31 de janeiro e 7 de fevereiro.

Os aulões virtuais do projeto ENEM 100% acontecem todas às terças e sextas-feiras, sempre das 16h às 17h, envolvendo diferentes componentes curriculares, e fazem parte de uma série de atividades lançada pela SEC para fortalecer a aprendizagem dos estudantes que irão prestar o ENEM. Clicando aqui, o estudante tem também à sua disposição uma apostila que pode ser baixada, por aula, e a programação das próximas aulas que serão realizadas.

Ainda no Portal da Educação, o estudante tem acesso a conteúdos preparatórios por meio do projeto Universidade para Todos – Estude em Casa, desenvolvido em parceria com as universidades estaduais (UNEB, UEFS, UESC e UESB). Outra ferramenta é a Plataforma Anísio Teixeira, que contém mais de 10 mil conteúdos digitais educacionais e aulas do Ensino Médio com Intermediação Tecnológica (EMITEC), tendo recebido o aporte de conteúdos construídos com as 12 Instituições de Ensino Superior (IES) públicas na Bahia (UNEB, UEFS, UESB, UESC, UFBA, UFOB, UFRB, UNILAB, UFSB, UNIVASF, IFBAIANO E IFBA).

Os estudantes também podem complementar a preparação para o exame com o “Estude em casa”, programa exibido em parceria com o Canal Futura, da Fundação Roberto Marinho, através da TVE, sempre às 13h e às 15h. Além disso, a emissora leva ao ar o programa “Hora do ENEM”, exibido de segunda a sexta, às 18h.

Governo prorroga até 15 de novembro decreto que proíbe aulas na Bahia


Aulas nas unidades de ensino das redes pública e privada seguem suspensas em toda a Bahia. O Governo do Estado decidiu prorrogar o decreto nº 19.586, que venceria neste domingo (25), e alterou de 100 para 200 o número máximo de pessoas em eventos.

A prorrogação, que será publicada no Diário Oficial do Estado (DOE) deste sábado (24), vale até o dia 15 de novembro. A publicação também revoga o trabalho remoto de servidores que tenham 60 ou mais anos de idade.

Conforme o decreto, estão proibidas as atividades com público superior a 200 pessoas, como shows, eventos religiosos, feiras, apresentações circenses, eventos científicos e passeatas.

Alunos na bronca com a UESC


Alunos da Universidade Estadual de Santa Cruz (UESC) em contato com o Blog Agravo reclamam da maneira despreparada como a instituição tem lidado com o retorno às aulas de remotas.

Segundo eles, houve um problema com vários alunos da graduação que solicitaram matrícula nas disciplinas. Os alunos tiveram as vagas confirmadas e durante o ajuste, o sistema da universidade retirou as disciplinas desses estudantes.

“Os discentes sinalizaram o erro da matrícula, pois as vagas foram retiradas sem solicitação dos alunos. Alguns colegiados foram solícitos e a situação foi resolvida. Entretanto, outros colegiados fizeram pouco caso da situação e simplesmente deixaram os discentes sem as disciplinas e demoraram em responder os e-mails dos alunos”, informou um dos alunos da Universidade.

De acordo com os relatos, os discentes estão sem suas disciplinas até o presente momento. Os que pertencem ao curso de Enfermagem afirmam que o colegiado foi negligente e tratou com descaso a situação dos alunos.  Segundo as informações, esta não é a primeira vez que o colegiado de Enfermagem lesa seu alunos.

O espaço está aberto para a direção da UESC.

Enade: Cursos da Uesc superam a média nacional em todos os quesitos avaliados


Uesc.

 

Os dez cursos de graduação da Universidade Estadual de Santa Cruz (Uesc), avaliados no Exame Nacional de Desempenho dos Estudantes (Enade), superaram com folga a média nacional, em todos os quesitos avaliados, em suas respectivas áreas. Oito dos dez cursos, obtiveram conceito 4 ou 5 – os maiores na escala do exame – e dois cursos conquistaram o conceito 3.

“Recebo com alegria, porém, não com surpresa, o resultado é um esforço conjunto dos docentes e discentes. Sempre com humildade, o nosso objetivo é continuar elevando os conceitos de qualidade dos nossos cursos de graduação e pós-graduação. Essa é nossa meta e os resultados sinalizam que a nossa Universidade esta avançando”, afirma o reitor da Uesc, Alessandro Fernandes de Santana.

Foram avaliados os cursos de graduação em: Engenharia Civil, com o conceito 5. Engenharia Elétrica, Engenharia Química, Medicina Veterinária, Enfermagem, Agronomia, Medicina e Biomedicina tiveram conceito 4. Já os cursos de Engenharia Mecânica e Engenharia de Produção ganharam conceito 3.

Os dados fazem parte dos resultados divulgados pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), responsável pela aplicação do exame. Os resultados do Enade 2019 foram apresentados em coletiva de imprensa, na sede do Inep, nesta terça-feira, 20 de outubro.

Tendo em vista que o Enade é um dos principais indicadores oficiais de desempenho do Ministério da Educação, que deve ser usado para embasar diagnósticos e planejar políticas públicas para o ensino superior, esse resultado ratifica a excelência dos cursos oferecidos pela Uesc – e, estatisticamente, não deixa margem para opiniões em contrário. O Enade é, também, um dos pilares da avaliação do Sistema Nacional de Avaliação da Educação Superior (Sinaes)