Prefeitura de Ilhéus continua cadastramento no Bolsa Família


Secretaria de Desenvolvimento Social

A Prefeitura de Ilhéus, através da Secretaria Municipal de Desenvolvimento Social, permanece com o processo de cadastramento, recadastramento e desbloqueio de cartões dos beneficiários do Programa Bolsa Família, do Governo Federal. Os interessados devem se dirigir à sede da secretaria, localizada na Rua Mário Alfredo, s/n, centro, sempre de segunda a sexta-feira, no período das 7 às 15 horas.

O Bolsa Família atende hoje, em Ilhéus, 21.764 famílias, com transferência de renda para cadastrados com renda per capita inferior a R$ 70 por mês. Na secretaria, são atendidas diariamente cerca de 120 famílias da zona urbana e 60 da zona rural. O coordenador do programa em Ilhéus, Fernando Reis, alerta que as famílias devem estar com os documentos exigidos para a aquisição do benefício em dia, caso contrário o cadastro pode ser bloqueado ou não se realizar.

(mais…)

Ferry transportou mais de 238 mil passageiros


O Sistema Ferry Boat transportou 238.521 passageiros e 30.168 veículos, até quarta- feira passada (13). A travessia Salvador-Itaparica é operada pelas embarcações Anna Nery, Maria Bethânia, Ivete Sangalo, Rio Paraguaçu e Pinheiro no sistema bate e volta. Os pedestres contaram também com 13 lanchas, que fizeram, até a manhã desta quarta- feira, a travessia do Terminal de Bom Despacho para o Terminal de São Joaquim e vice-versa.

Ao apresentar o balanço da operação no feriado de Carnaval, o diretor executivo da Agerba, Eduardo Pessoa, ressaltou o esforço realizado pelo interventor do Estado na TWB Bahia, Bruno Cruz, sua equipe e os funcionários da empresa para apresentar um bom serviço, e voltou a garantir que até o final do mês de março, quando as outras duas embarcações estarão totalmente recuperadas, sete ferries estarão realizando a travessia.

Ilhéus: Festejo sem salário?


Prefeitura alega não ter dinheiro para pagar servidores, mas anuncia realização de festa.
Prefeitura alega não ter dinheiro para pagar servidores, mas anuncia realização de festa.

Servidores municipais de Ilhéus estão revoltados com o anúncio da prefeitura em realizar o chamado Aleluia Fest.

Tal evento, que supostamente terá vasta programação artística e que deverá ser realizado no período da semana santa, daí o nome, vai custar aos cofres públicos, segundo foi anunciado oficialmente pelo Paranaguá, algo em torno de R$ 600 mil.

Os servidores, em especial os da Educação, que estão sem receber os salários de dezembro e o décimo terceiro, estão inconformados com a notícia.

“Quer dizer que dinheiro para realizar festa eles tem, mas para pagar nossos salários não”. Questionou indignado um professor através das redes sociais.

Quinze vítimas do desabamento em Costa do Sauípe ainda estão internadas


DO CORREIO

palco

Das 49 pessoas que ficaram feridas no desabamento da estrutura metálica de uma tenda no Complexo de Costa do Sauípe, no município de Mata de São João, 15 ainda permanecem internadas. Segundo a TV Bahia, entre elas, há um homem que está internado em estado grave no Hospital do Subúrbio. As outras 14 vítimas estão em hospitais particulares.

Na tarde desta quinta-feira (14) foi enterrado no cemitério Quinta dos Lázaros, em Salvador, o corpo de Zilmar Neri dos Santos, 19 anos. Ele morreu na tarde de quarta-feira (13) depois de se ferir no acidente. Zilmar ficou preso embaixo da estrutura e morreu durante o resgate do Serviço de Atendimento Médico de Urgência (Samu).

“O paciente foi encontrado sob as ferragens e estava lúcido. Quando foi retirado das ferragens, ele apresentou rebaixamento de consciência. O pessoal ainda tentou reanimar, mas ele foi a óbito no local, provavelmente, por hemorragia interna”, diz Ana Gabriela, coordenadora de plantão do Samu. A vítima ainda não havia sido identificada, pois estava sem documentos.

(mais…)

Sem mudanças por enquanto


wagner

Segundo informações da coluna Raio Laser, o governador Jaques Wagner dificilmente vai realizar a reforma do seu secretariado, como muitos dos seus partidários desejam.

De acordo com a publicação, Wagner optará em fazer pequenas mudanças, sempre que achar necessário, mas que preferirá “não envolver energia em mudanças que alterem a correlação de forças dos partidos que o apoiam para não gerar novos descontentamentos na base”.

O governador, sempre que é questionado sobre o assunto, lembra que a melhor forma de resolver a situação foi apresentada pelo PCdoB, que acomodou quadros que estavam sem posição em cargos de terceiro escalão.

Anatel dá quatro meses para melhorias na telefonia fixa


telefone-fixo

A expectativa é de que a partir de junho os consumidores contem com um serviço de telefonia fixa de melhor qualidade. A Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) publicou nesta quinta-feira o novo “Regulamento de Gestão de Qualidade da Prestação do Serviço Telefônico Fixo” que exige que em 120 dias as empresas apresentem melhor desempenho.

Uma das obrigações das operadoras é realizar pesquisa de satisfação dos clientes, além de cumprir os indicadores técnicos. O número de erros em conta, um dos maiores problemas enfrentados pelos usuários, não poderá ser superior a 2,5 para cada mil.

Os call centers das companhias de telefonia fixa precisarão ser melhores ou contar com mais postos e mais habilitados, porque a meta será de 95% para o atendimento das ligações feitas pelos usuários. O gerente de Acompanhamento da Qualidade da Telefonia fixa, Marco Antonio Santana Gomes, disse ainda que chamadas para as centrais têm que ser atendidas em até 20 segundos e que quando o consumidor optar por falar com os atendentes, não poderá esperar mais do que 60 segundos

(mais…)

Funcionários intoxicados têm alta médica em Ilhéus, diz hospital


Do G1

Os 15 funcionários da empresa de lâmpadas GDE que deram entrada no Hospital de Ilhéus, na quarta-feira (13), com sintomas de intoxicação receberam alta da unidade de saúde no mesmo dia.

De acordo com informações da unidade hospitalar, as vítimas são funcionários da empresa de lâmpadas GDE, com matriz em São Paulo e filial em Ilhéus, e chegaram ao hospital se queixando de vômitos e náuseas. O G1 entrou em contato com a empresa e até às 09H48 desta quinta-feira (14), a empresa não havia se posicionado sobre o assunto.

O hospital disse também que, de acordo com relatos dos internados, a empresa estava fechada durante o carnaval, e quando os funcionários retornaram para o trabalho, eles foram surpreendidos por um cheiro muito forte, causado pela tinta que foi utilizada na pintura do estabelecimento. A partir de então, eles começaram a passar mal e foram encaminhados para o hospital.

O PT e a sucessão de Wagner


O clima de disputa na base do governo baiano vem levando o presidente do PT, Jonas Paulo, a dar declarações fortes. Em relação à exposição e possível aceitação do vice-governador, Otto Alencar (PSD), principalmente no interior, Jonas afirmou taxativo: “Temos nomes que têm uma aceitação tal qual oa dele”.

“O PT deu demonstração de generosidade e de compreensão de seu papel ao abrir mão de disputar as eleições da Assembleia Legislativa, o TCE (Tribunal de Contas do Estado) e a UPB (União dos Municípios da Bahia), mesmo sendo o partido que tinha nomes inquestionáveis”, disse Jonas.

Segundo ele, a sigla é a maior em número de deputados estaduais, federais, vereadores e prefeitos na Bahia, o que justifica a indicação. Além disso, há uma avaliação positiva em relação aos possíveis candidatos. “Temos bons nomes que têm projeções maiores do que os (pré-candidatos) da nossa base”, afirmou, numa referência a uma pesquisa. São citados nos bastidores, Marcelo Nilo (PDT), Otto Alencar (PSD) e Lídice da Mata (PSB).

Caminhão que jogou dejetos na rua não era da Embasa


No último dia 11 de fevereiro, veiculamos uma matéria onde foi denunciado que um caminhão da Embasa teria jogado dejetos no meio da via pública no bairro do Savóia.

Em contato com a nossa Redação, a Assessoria de Imprensa da Embasa esclareceu que o citado veículo não tem nenhuma ligação com eles e sim pertencente a particulares, pois, segundo informado, os caminhões da empresa são plotados.

Trabalhadores em educação decidiram não iniciar ano letivo


ASCOM APPI

Paralisacao 1

Em assembleia realizada na manhã desta quinta-feira (14), no auditório do IME-Centro, os trabalhadores em educação da rede municipal de Ilhéus decidiram, por unanimidade, que não iniciarão o ano letivo de 2013, caso não seja apresentada pelo governo municipal uma proposta de negociação satisfatória do pagamento dos salários do mês de dezembro.

A presidente da APPI  Enilda Mendonça, explicou que o secretário de Administração da Prefeitura de Ilhéus, Ricardo Machado, foi informado por diversas vezes sobre a deliberação da categoria na assembleia anterior com relação ao indicativo de paralisação caso não fosse apresentada uma proposta de negociação. No entanto, até o início da assembleia o governo municipal não teria apresentado qualquer proposta de negociação.

A diretoria da APPI estará buscando nova reunião com o governo municipal na tentativa de negociar o pagamento dos salários de dezembro. Uma nova assembleia será realizada na próxima terça-feira (19), às 8 horas da manhã, quando será discutido sobre a possível proposta de acordo apresentada pelo governo e avaliação da categoria.

Os trabalhadores em educação decidiram ainda que não participarão da jornada pedagógica da rede municipal, prevista para acontecer de 18 a 20 de fevereiro, caso não sejam iniciadas as negociações com a categoria. A diretoria da APPI vai discutir com o governo municipal, além do pagamento dos salários de dezembro, também a quitação do 13º salário dos servidores contratados.

Ainda na assembleia, a presidente da APPI informou sobre o pedido de apuração feito pelo sindicato junto ao Ministério Público Federal do Trabalho solicitando a revogação do decreto 006/2013, assinado pelo prefeito Jabes Ribeiro, demitindo os concursados. A apuração já foi iniciada e a audiência está marcada para o próximo dia 18 de fevereiro, às 15 horas, na sede do Ministério Público, em Itabuna. Enilda Mendodnça adiantou que não será aceito que nenhum servidor concursado seja demitido de forma ilegal, como aconteceu. De acordo com a presidente da APPI, os argumentos apresentados pelo prefeito para demitir os concursados não se justificam, o que se confirma como uma ação ilegal do governo municipal que deve ser revogada pelo Ministério Público Federal do Trabalho.