Um jeito único de escrever


Do Pimenta

Eduardo e sua Olivetti

A Bahia perdeu nesta sexta- feira, dia 15 de fevereiro, um dos últimos exemplares de jornalista romântico. Morreu, aos 67 anos, Eduardo Anunciação, que até poucos dias atrás ainda pilotava diariamente sua Olivetti, na qual redigia a famosa coluna “Política, Gente, Poder”, do Diário Bahia.

De óculos ou binóculos, enxergando os bastidores da política, muitas vezes olhando no retrovisor para encontrar a história e sempre fazendo os leitores entenderem melhor o momento presente.

O texto de Eduardo tinha sabor diferente, estilo único, construído à máquina, sem concessões à tecnologia. Suas linhas possuíam charme, criatividade, inventividade.

Jornalista político na essência, Eduardo deixará uma lacuna impossível de ser preenchida, pois tinha características muito próprias e autênticas.

Vai-se um jornalista de um tipo que não existe mais.

Setor da construção civil deve injetar na economia de Ilhéus mais de 300 milhões


Setor emergente que movimenta toda a economia da cidade
Setor emergente que movimenta toda a economia da cidade

O setor da construção civil em Ilhéus deve movimentar, somente este ano, cerca de 300 milhões de reais na economia do município, o dobro do valor registrado em 2012. O anúncio foi debatido durante um encontro da categoria realizado esta semana para avaliar a força do setor na economia local. Nos últimos quatro anos, asseguram os empresários, foram gerados cerca de 6 mil empregos diretos e indiretos e negociados 4 mil imóveis, entre os que já foram entregues e os que estão em fase de construção. O setor vive um momento histórico e hoje mantém, em plena atividade, 15 construtoras. Segundo dados do Cadastro Geral dos Empregados (Caged), do Ministério do Trabalho, este é o segmento privado que mais emprega na cidade. E o melhor: o que menos demite.

Nesta sexta-feira (15), representantes de construtoras, engenheiros, arquitetos, comerciantes e prestadores de serviços, estiveram com o prefeito de Ilhéus, Jabes Ribeiro, para pedir definições mais claras a respeito da política de ocupação do solo no município. “Este é um problema que preocupa a todos os setores da economia local e não apenas aos construtores”, assegura Vicenzo Morelli, diretor da Construtora Morelli. A construção civil movimenta diretamente os serviços de profissionais de níveis superior e médio, lojas de materiais de construção, eletricidade, hidráulica e acabamento, mercado imobiliário, dentre outros. Para os representantes da construção civil, a cidade tem que estar pronta, com políticas públicas bem definidas, para abrigar os investimentos que estão previstos para os próximos anos. E são muitos. “Enxergamos o governo municipal como parceiro e por isso estamos abertos ao diálogo, ao debate franco do que deve ser melhor para o desenvolvimento da cidade”, completou o empresário Roque Lemos, da Cicon.

Benefícios diretos – Roque Lemos lembra que além da iniciativa privada, o próprio governo municipal também termina beneficiado com as intervenções arquitetônicas promovidas na cidade. Como exemplo, ele revela que nos últimos dez anos, a construção de novos prédios no bairro da Cidade Nova, região central de Ilhéus, resultou na transformação de 14 imóveis – a maioria não estava sendo sequer habitada – em 319 apartamentos, cujos proprietários passaram a pagar IPTU, gerando mais renda ao município. “A realidade mudou sem que a Prefeitura tenha mexido em sua estrutura básica de serviço, já que não houve a necessidade de ampliação do sistema de iluminação pública, sistema de esgoto ou de água”, lembra.

(mais…)

Porque o Olodum disse (com razão) que a Bahia virou a terra de Ivete Sangalo


POR FERNANDO CASTILHO

Para quem se acostumou a ver o Carnaval da Bahia como uma festa que junta o talento de artistas nacionais que se dividem em apresentações nos seus trios elétricos onde Carlinhos Brow visita Ivete Sangalo assim como Cláudia Leite recebe Bel Marques e Caetano Veloso divide o microfone com seu amigo Gilberto Gil, não deixa de ser surpreendente a entrevista publicada na edição desta segunda-feira da Folha de São Paulo onde o presidente do Olodum, João Jorge Rodrigues, afirmou que há um monopólio na divisão de recursos na folia da Bahia, que hoje ela é “terra de uma artista só”: Ivete Sangalo.

Rodrigues, que lidera a banda mais internacional da Bahia com apresentações em 37 países, quatro Copas do Mundo e que tocou com os últimos 30 grandes nomes da música mundial, disse que hoje existe um segmento que tem os melhores patrocínios, maior visibilidade, todos os recursos e que desfila entre cordas separando os blocos do povo. E mais: que a capital baiana “é campeã mundial de apartheid”. Sobretudo nos dias de folia.

Mas, por que Rodrigues, um carnavalesco respeitado, com título de Mestre em direito público pela Universidade de Brasília (UnB) resolveu bater de frente com a mais festejada artista brasileira, cantora, atriz, apresentadora de programas de televisão e empresária de sucessos no show bis?

Exatamente por essa ultima característica: Ivete virou, segundo Rodrigues, empresária demais para os verdadeiros interesses do Carnaval da Bahia. E, mais uma vez, por surpreendente que isso possa parecer, ele tem razão.

(mais…)

Ilhéus: Secretaria de Saúde faz seleção pública na surdina


exclusivo

Uma das primeiras ações do prefeito Jabes Ribeiro, quando assumiu o comando do Paranaguá, foi demitir médicos e enfermeiros que atuavam no município, causando sérios problemas para a população que necessita de atendimento médico.

Mas hoje, recebemos a informação de que uma seleção pública foi marcada “na surdina”, já para a próxima segunda-feira, com o objetivo de contratar médicos, enfermeiros e demais quadro de funcionários da saúde.

A pergunta que paira no ar é: Porque não divulgaram com antecedência que haveria a tal seleção?

Tal manobra, subentende-se, foi para privilegiar profissionais de saúde com vínculos ao jabismo.

São coisas da nossa Ilhéus.

 

Deputada reinicia trabalhos legislativos defendendo mais projetos para o interior


ASCOM ÂNGELA SOUSA

as

Garantir cada vez que os municípios baianos sejam incluídos em projetos de desenvolvimento e geração de emprego e renda, melhorando a qualidade de vida do povo e a oferta de oportunidades, além de levar mais obras e serviços principalmente para o interior da Bahia. Esse foi um dos compromissos assumidos pela deputada estadual Ângela Sousa (PSD) durante a abertura dos trabalhos legislativos de 2013, na manhã desta sexta-feira (15), na Assembleia Legislativa do Estado da Bahia (ALBA).

Ângela Sousa cumprimentou o governador Jaques Wagner, destacou os investimentos realizados pelo Governo do Estado em toda a Bahia e ressaltou a importância das ações para o combate à seca que atingiu diversos municípios baianos, além da implementação de políticas para inclusão de jovens e adultos no mercado de trabalho.

Os trabalhos legislativos da ALBA foram reabertos pelo governador Jaques Wagner, que apresentou as ações que estão sendo realizadas pelo governo baiano e as perspectivas para os próximos anos. Após passar a tropa em revista, Wagner disse que espera continuar com a retomada das economias da Europa e dos Estados Unidos e com o crescimento econômico da China, mas é preciso fazer o dever de casa. “Mantivemos o número de empregos e isso é fundamental para o povo. Continuaremos o processo de inclusão social, de investimentos públicos muito forte na Bahia”, complementou o governador.

(mais…)

Temporada de navios ainda traz milhares de visitantes para Ilhéus


SECOM PMI

navio

Ainda é grande o número de turistas que chegam a Ilhéus nos cruzeiros marítimos da temporada 2012-2013. Segundo dados da Secretaria Municipal de Turismo, a expectativa é que 150 mil pessoas desembarquem no Porto do Malhado até 20 de março, quando encerra a temporada. Até lá, estão previstas oito paradas de navios, o próximo no dia 27 deste mês, com seis mil pessoas a bordo.

Os visitantes vêem atraídos pelas belas paisagens e embalados pelos ícones da literatura “amadiana” espalhados pela cidade. Os destinos mais procurados são o centro histórico, o quarteirão Jorge Amado, onde a cidade preservou a casa do escritor, o teatro municipal e o bar Vesúvio, o Bataclan, o mercado de artesanato e as igrejas. Outros locais de interesse dos turistas são as praias e cabanas ilheenses, as fazendas de cacau e o Balneário Tororomba, em Olivença.

Alcides Kruschewsky, secretário de Turismo de Ilhéus, diz que o receptivo dos navios precisa ser trabalhado de forma profissional e em parceria com diversos segmentos do setor turístico. “A falta de recursos não permitiu a realização do receptivo nesta temporada, mas esta é uma lacuna que não permitiremos que se repita”, enfatiza.

(mais…)

Camacan : Policia Rodoviária Federal prende quadrilha que assaltava fazendas da região


BDJkWl9CYAAn1V2.jpg large

A Polícia Rodoviária Federal prendeu no Km 594 da BR 101, no município de Camacan, uma quadrilha que tinha acabado de assaltar uma fazenda às margens da rodovia.

 Com a quadrilha foram achados um aparelho DVD, TV 20 polegadas e a quantia de R$ 557,00.

Há suspeitas de que a quadrilha vinha realizando assaltos em inúmeras fazendas na região.

Todos os presos foram encaminhados à delegacia local.

Bahia : Oposição acusa governo de disfarçar rombo nas contas de 2012


A Tarde

A oposição na Assembleia Legislativa acusa o governo do Estado de ter fechado as contas de 2012 escondendo um rombo superior a R$ 2,1 bilhões, usando recursos de convênios e transferências da União, além de outras medidas, para “maquiar” uma um balanço positivo. O grupo da minoria protocolou uma representação no Ministério Público (MP-BA) contra o governador Jaques Wagner e o secretário estadual da Fazenda, Luiz Petitinga, por improbidade administrativa, tomando como base o relatório fiscal publicado no Diário Oficial do Estado do dia 30/01/2013.

Pela Lei de Responsabilidade Fiscal, os recursos vinculados só podem ser aplicados nas áreas a que são destinados, a exemplo de saúde e educação, mas, segundo o líder da oposição, Elmar Nascimento, isso não foi feito. O líder da bancada governista, Zé Neto (PT), admite que o Estado enfrentou dificuldade com o custeio de pessoal em 2012, mas garante que o fechamento das contas foi feito dentro da legalidade.

Segundo a oposição, mais de R$ 4,9 bilhões que estavam disponíveis para serem aplicados no Estado foram usados para cobrir o rombo de R$ 2,1 bilhões. Assim, foi registrado saldo positivo de R$ 2,8 bilhões. Nesse conjunto teria entrado recurso do Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação (Fundeb), no valor de R$ 433 milhões, além de R$ 41,7 milhões que deveriam ter sido aplicados na Saúde para investimentos na alta e média complexidade.

(mais…)

Porto Sul: Falta de concessão atrapalha início de obras


COM INFORMAÇÕES DO  BLOG PHOTOSSÍNTESE

porto-sul-ilustração

O governador Jaques Wagner não pestaneja em afirmar aos quatro cantos que as obras do complexo intermodal são algumas das prioridades do governo estadual e federal. Mas, por uma questão meramente burocrática, a concessão da área para a construção da retroárea da Bahia Mineração (Bamin) segue como um impasse, contribuindo para que as obras do Porto Sul não saiam do papel.

Mesmo com a licença prévia concedida pelo Ibama, em novembro do ano passado, não há nenhum indício de que as coisas vão começar a andar, contrastando com a situação da Ferrovia Oeste Leste, que teve as obras retomadas.

Além das devidas licenças para que o Porto Sul comece a ser implantado, existem algumas ações que são de plena competência do Estado: A Bamin deve receber do governo estadual o contrato de concessão da área onde a empresa terá suas instalações. Isto porque uma das grandes contrapartidas da empresa é a construção da ponte de acesso ao porto, que será de uso compartilhado e tem custo estimado em mais de R$ 1 bilhão.

A sociedade civil questiona o que de fato estaria atravancando a assinatura do contrato, visto que o decreto de desapropriação já foi assinado, os estudos de impacto ambiental já foram feitos e todas as audiências públicas também já foram realizadas.

Vale ressaltar que a área na Ponta da Tulha, que ficaria sob responsabilidade do governo, onde seria o aeroporto, já está toda tomada por conta de uma invasão do Movimento de Luta pela Terra. A única área ainda não invadida é a que está sob responsabilidade da Bamin, que tem feito a devida segurança do local.

Ante tais fatos, algumas perguntas pairam no ar sem as devidas respostas: Qual a dificuldade do governo em assinar o contrato de concessão da área, para que a Bamin possa dar andamento às ações previstas? Por que não fazer um aditivo ao contrato outrora firmado, onde deve constar a substituição de uma área pela outra? O que falta para esta concessão sair?

Com a palavra o governador Jaques Wagner.

Itabuna está pronta para o Cidade Digital


Itabuna já está com tudo pronto para a implantação do projeto Cidade Digital que, além de inclusão digital, com internet gratuita, permitirá o acesso às informações atualizadas sobre serviços públicos municipais.

 Também servirá para a transparência nas ações administrativas, conforme proposta do prefeito Claudevane Leite. No sul da Bahia apenas Itabuna e Uruçuca foram contempladas na primeira seleção.

 Técnicos da G4S Technology Brasil, empresa escolhida pelo Ministério das Comunicações para implantar o projeto, estiveram em Itabuna para conhecer o traçado da rede de fibra ótica e as ruas para pontos de acesso.

(mais…)